Professor Sebastian volta a cobrar restauração de praças

Professor Sebastian (Pros) voltou a solicitar do Poder Executivo Municipal a apresentação de um calendário de limpeza, restauração e manutenção das praças públicas de Tangará da Serra. A cobrança, que já havia sido feita em 2013, agora volta a ser apresentada na Câmara. O vereador diz entender que a indicação é necessária diante dos pedidos feitos pela população.

“Sabedores da situação de algumas praças, os moradores nos procuraram a fim de que melhorias e restaurações sejam realizadas. Sabendo da situação precária em que se encontram as praças localizadas no centro da cidade, como também nos demais bairros, solicitamos com máxima urgência, a apresentação de uma programação para que se coloque em prática a limpeza, restauração e manutenção das praças”, afirma o vereador Professor Sebastian.

O vereador explica que há informações de que algumas praças estão na relação de prioridades do Poder Executivo e devem receber obras de restauração. “Porém, é imprescindível a apresentação deste calendário para que seja possível um acompanhamento das melhorias que serão realizadas”, defende Professor Sebastian.

REGULARIZAÇÃO – O vereador Professor Sebastian também pediu ao Poder Executivo Municipal que verifique a possibilidade de regularização dos profissionais que fazem serviço de poda e jardinagem no município. Segundo o parlamentar, atualmente há dúvidas existentes entre os profissionais responsáveis por poda e jardinagem, sobre o local correto para que possam descartar resíduos dos serviços que prestam.

“Indicamos que um local apropriado seja designado para que estes profissionais possam descartar os resíduos, ou que uma autorização seja oferecida para que possam realizar seu trabalho com lugar de destino próprio para o descarte dos resíduos, ressaltando que muitas vezes nos deparamos com tais, jogados em terrenos baldios e áreas de reserva ambiental tal fato ocorrente da inexistência do local apropriado”, explica o vereador.

Marcos Figueiró 
Assessoria de Imprensa

Bezerra quer mais ações da PM para conter abusos no trânsito

Wellington Bezerra (PR) fez duro discurso na tribuna da Câmara Municipal esta semana. O vereador culpou a imprudência, a combinação de bebidas alcoólicas e direção, e a falta de habilitação para acidentes no trânsito. Bezerra também pediu mais ações da Polícia Militar para evitar que os abusos continuem a se repetir.

“Solicito do comando da Polícia, a realização de mais blitz, principalmente aos domingos à noite, na Avenida Brasil, especialmente no horário das 20h30 em diante. No último domingo essa avenida parecia um autódromo e a Polícia precisa ver isso. (...) É preciso policiamento ostensivo, principalmente aos finais de semana. Pessoas saem com suas famílias e correm riscos por conta de motoristas e motociclistas em velocidade de mais de 80 quilômetros por hora. Sei das boas intenções no novo comandante e ele entenderá que esse pedido é em nome dos tangaraense de bem”, afirmou o vereador Bezerra.

O vereador lembrou que os acidentes sobrecarregam as unidades de saúde pública e poderiam ser evitados se houvesse mais responsabilidade por parte de motoristas, motociclistas e pedestres. “Pode existir semáforo, lombadas eletrônicas, placas de sinalização... Se a pessoa não tiver consciência, o problema do trânsito não se resolve”, afirmou Bezerra.

Bezerra lembra que acidentes no trânsito têm sido registrados tanto na cidade, quanto na zona rural. Em todos os casos, afirma, as pessoas insistem em culpar o poder público e agem como se não tivessem responsabilidade alguma. “Criticam o sistema, dizem que está errado isso, isso e aquilo, que a culpa é da placa, do semáforo, do governador, do vereador, do prefeito, presidente, mas nunca é do cidadão”, alerta o vereador ao pedir atenção dos pais a seus filhos e educação para o trânsito.

“É preciso ter consciência, ou não teremos paz no trânsito. Não podemos mais transferir responsabilidades. Não podemos mais aceitar a acidentes causados pela falta de atenção, pelo consumo de álcool, por motociclistas que não respeitam carros, carros que não respeitam pedestres, e pedestres não respeitam outros”, alertou o vereador Bezerra.

Marcos Figueiró 
Assessoria de Imprensa