Mulher mais velha do mundo morre no Japão aos 117 anos

Chiyo Miyako, a mulher mais velha do mundo, morreu no último domingo, 22, aos 117 anos, confirmaram autoridades do Japão nesta sexta-feira (27). As informações são “USA Today.”

Sua substituta ainda será anunciado pela Guinness World Records, mas de acordo com relatos da mídia, a mulher mais velha do mundo passa ser a japonesa Kane Tanaka, de 115 anos, que vive em uma casa de repouso em Fukuoka.

Miyako, nascida em 2 de maio de 1901, tornou-se a pessoa mais velha do mundo em abril de 2018, depois que Nabi Tajima, japonesa da ilha de Kikai, morreu aos 117 anos.

Da Redação Isto É

AMM renova convênios para auxiliar Municípios

A Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), o Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Mato Grosso (IEPTB-MT) e a Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg-MT) renovaram a parceria que tem como objetivo auxiliar as prefeituras no recebimento da dívida ativa. O Termo de Cooperação Técnica foi assinado nesta quarta-feira, 25, pelo presidente da AMM, Neurilan Fraga, prorrogando até 2020 a atuação conjunta das entidades na padronização dos procedimentos para protesto de certidões, via sistema eletrônico.

Os prefeitos de Curvelândia, Sidnei Custódio, Novo Horizonte do Norte, Silvano Pereira, Rondolândia, Aguinaldo Rodrigues e Terra Nova do Norte, Valtuir Candido, participaram da solenidade.

Na ocasião, Fraga ressaltou a importância da renovação desta parceria para os municípios. “A ferramenta eletrônica está dando mais eficiência na cobrança das Certidões de Dívidas Ativas, as CDAs”, explicou.

Fonte: Cenário MT

Dívida do IPVA pode ser negociada na Prefeitura

Os contribuintes em débito com o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) têm agora a oportunidade de regularizar sua situação perante o Estado diretamente na Prefeitura de Tangará da Serra. Através de um convênio firmado entre o Município e a Procuradoria Geral do Estado, agora os contribuintes não precisam mais se dirigir até Cuiabá para regularizar as pendências com o fisco.

“O cidadão que deixa de pagar o IPVA até as datas estabelecidas tem seu nome inscrito em dívida ativa. Para que a pessoa possa efetuar o pagamento, teria que ir até a capital para obter uma autorização no pagamento a vista ou parcelado. Isso demandava ainda mais gastos da parte da pessoa e, dependendo do volume de atendimento, ainda não conseguia ser atendida. Diante disso, o município celebrou esse termo de parceria para que os pedidos de parcelamento ou emissão da guia de pagamento possa ser feito aqui mesmo em Tangará”, explicou o prefeito Fábio Martins Junqueira, ao destacar o sistema para a negociação da dívida foi fornecido pela própria Procuradoria Geral do Estado à Tangará da Serra. “Agora temos esse termo de cooperação técnica que já está em funcionamento. Já ouve orientação e fornecimento de senhas para nosso técnico no município que já pode fazer os pedidos para regularização”, disse.

Com o termo de parceria, o Município aprimora o processo de arrecadação de crédito do IPVA dos contribuintes inscritos em dívida ativa, bem como, proporciona maior celeridade no andamento da negociação dos débitos antes de serem executados através do Poder Judiciário. 

Os contribuintes inadimplentes que queiram regularizar a situação podem procurar a coordenação da Ouvidoria Municipal, localizada na prefeitura.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS