Atletas de Tangará participam dos Jogos Escolares

Começa nesta sexta-feira, dia 20, mais uma fase dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) para os alunos-atletas da região. A Etapa Regional da Região Médio Norte, nas categorias A e B, acontecerá em Nobres, de 20 a 25 de julho, com disputas nas modalidades Basquetebol, Futsal, Handebol e Voleibol, nos gêneros masculino e feminino. 

Tangará da Serra estará neste evento esportivo, com uma delegação de 130 atletas, representando oito diferentes escolas. A 29 de Novembro participará com o Voleibol masculino e feminino e Futsal masculino – Categoria A. Já o Basquete será representado pelo Ipes (masculino, nas categorias A e B) e Pedro Alberto Tayano (feminino, categoria A).

A Escola Estadual 13 de Maio também estará na disputa com os times de Handebol – masculino e feminino, A – e Futsal feminino, A. O Centro de Ensino Silvio Paternez segue com as equipes de Voleibol e Futsal B (ambas no masculino B) e José Nodari com o Voleibol (feminino B). 

Além dessas equipes nas modalidades coletivas, seguem também quatro atletas – das escolas Avance e Ulisses Guimarães – para disputa no Xadrez (modalidade individual). 

Os tangaraenses buscam vaga para a Fase Estadual dos Jogos Escolares, que acontecerão em agosto em Água Boa (categoria B) e Barra do Garças (categoria A). 

Fonte: Fabiola Tormes - Redação DS

Sebastian sugere ferramenta para inibir fake news

O vereador Professor Sebastian (PSB) recebeu esta semana uma resposta do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República a uma indicação que fez na Câmara solicitando ações do Ministério da Segurança Pública e o Ministério da Defesa. O vereador sugeriu que o Governo envide esforços junto ao diretor geral do Facebook no Brasil afim de que a rede social desenvolva ferramentas para evitar e inibir a publicação e compartilhamento de notícias falsas, as chamadas fake news.

“As redes sociais são ferramentas eficientes para o compartilhamento de informações e notícias e essas informações são multiplicadas instantaneamente em grandes quantidades. Tal facilidade tem ocasionado um efeito negativo na sociedade, já que usuários de redes sociais compartilham informações sem ao menos conferir a sua veracidade. As ‘fake news’ têm como objetivo criar uma polêmica em torno de algum assunto ou até mesmo alguém, com a finalidade de depreciar”, explica o vereador.

Na resposta assinada pelo secretário executivo do Gabinete de Segurança Institucional, general de divisão Marco Antônio Freire Gomes, o Governo Federal informa que o Departamento de Segurança da Informação e Comunicações está planejando, coordenando e desenvolvendo ações de segurança da informação. Definindo normativos e requisitos metodológicos para a implementação de ações no sentido de atender a sugestão.

Para Professor Sebastian, as medidas são necessárias uma vez que notícias falsas podem destruir a reputação de pessoas e devem ser enfrentadas.

“Consideramos que a rede social Facebook necessita de recursos que deixem seus usuários cientes de que o compartilhamento de determinada notícia, sendo ela falsa, poderá trazer responsabilidades judiciais caso haja alguma denúncia”, defende o parlamentar.

Fonte: Redação DS