Em visita ao município Senador Wellington Fagundes destaca recursos federais para investimentos em Tangará

Em entrevista à Rádio Pioneira na manhã desta quinta-feira (29), o Senador do PR disse que está visitando vários municípios do estado como presidente do partido e também como Senador da República. Ele destacou que está relator da Lei Orçamentária Federal para 2017, daí a importância de ouvir todas as regiões levantando demandas para buscar recursos.

“Estamos no momento mais importante da Democracia brasileira que são as eleições municipais onde as pessoas vão escolher os prefeitos e vereadores. Como presidente estadual do PR tenho visitado todos os municípios de MT, mas também como Senador da República e agora como relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias, do orçamento para 2017 temos conversado sobre as necessidades para traduzirmos isto em obras e recursos que possam desenvolver os municípios de Mato Grosso”, afirmou o Senador.

Uma das situações abordadas em Tangará da Serra foi a do abastecimento de água. O Senador lembrou de visita ao município em sem 1º mandato. “Tenho a felicidade de ter construído em Tangará da Serra uma grande amizade. No meu 1º mandato fui convidado a vir aqui e as pessoas viviam um grande drama, sem água. Chegava a conta e não tinha água. Não tinha a ETA. Foi uma obra de muitos milhões e pudemos contribuir. Na época pensávamos que não precisaria de obras por uns 15 anos. Mas, que coisa boa, a cidade cresceu e hoje precisa de novas obras”.

Fagundes disse que vai se empenhar na inclusão de recursos do Governo Federal para a solução do problema. “A Prefeitura está fazendo um reservatório de mais de 1 bilhão de litros mas precisamos também fazer a captação do Rio Sepotuba ou encontrar poços profundos e este estudo está sendo feito pela Prefeitura. Estamos priorizando colocar no orçamento do ano que vem recursos para uma obra gigantesca como essa e solucionar quem sabe por mais 20 anos este problema”.

Ele destacou ainda os investimentos federais em habitação no município nos últimos anos com a construção de mais de 4 mil unidades de habitações populares, além das creches e escolas, a exemplo do Centro de Ensino Fausto Masson no Residencial Barcelona, Jardim Morada do Sol. E afirmou que Tangará é referência na educação. “Hoje temos aqui o maior índice do IDEB. Só três cidades têm esta condição. Vemos aqui um índice de IDEBV internacional”.

Curso de Medicina para Tangará

Outra questão abordada pelo Senador foi a do Hospital Municipal, que carece de recursos para ser equipado e o pedido de estudantes para implantação de novos cursos superiores, entre os quais destaque para o Curso de Medicina.

“Precisamos alocar recursos para equipar o hospital. Nos reunimos também com estudantes e representantes do setor de educação e eles querem que seja implantado o curso de Medicina. Hoje Tangará, com o hospital municipal, tem esta possibilidade e vamos abraçar esta luta. Já conseguimos criar o curso de Medicina em Cáceres, em Sinop, em Rondonópolis e em Várzea Grande. Duas cidades importantes onde falta são Tangará da Serra e Barra do Garças. São lutas e demandas que ouvimos da população e vamos trabalhar, junto com a bancada”, afirmou.

O Senador lembrou ainda que todos os municípios brasileiros precisam de investimentos do Governo Federal, destacando o crescimento de Tangará da Serra. “Todos aqueles que pensam no futuro tem que investir em Tangará da Serra, como político, como parlamentar e buscar isto junto ao Governo Federal, porque mais de 75% de tudo que se arrecada no Brasil fica na mão dos Governos Federal e Estaduais”.

Fonte: Redação RP

Sindicato dos Comerciários de Tangará lança campanha Outubro Rosa, Novembro Azul

O Sindicato dos Empregados no Comércio em Geral de Tangará da Serra e Região (SECGTS) realizou na manhã desta sexta-feira (30) o lançamento da campanha Outubro Rosa, Novembro Azul para toda a classe comerciária.

Valdemar Manrich, Secretário do Sindicato dos Comerciários, destacou que o evento já é realizado há três anos pelo Sindicato. “Essa é a terceira campanha Outubro Rosa, Novembro Azul para sensibilizar toda a população e em especial a nossa categoria dos comerciários e prestadores de serviço, para que busquem cada vez mais o exame preventivo, afim de evitar o câncer de mama e o câncer de próstata”.

Segundo Valdemar Manrich, na data de hoje, a campanha foi lançada juntamente com a Federação dos Comerciários de Mato Grosso e com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio e Serviço do Brasil.

“Temos outros órgãos em Tangará que realizam essa campanha e o Sindicato não fica para trás. Queremos mostrar para as demais entidades que devem se preocupar com o seu associado, com a família. Queremos motivar outras entidades a fazerem esse papel que o Sindicato dos Comerciários está realizando, através da diretoria, da equipe e das Subsedes. Essa campanha é também implantada em Barra do Bugres, Arenápolis, Nova Olímpia, Campo Novo e Sapezal, além das Federações, filiadas na nossa Confederação Nacional dos Trabalhadores do Comércio”, disse.

Manrich aproveitou para ressaltar a importância de promover e incentivar a campanha na prevenção ao câncer. “Temos que sensibilizar as pessoas, buscar apoio do poder público, para que essa campanha seja realizada também nas redes municipal, estadual e nacional do SUS. Não estamos fazendo isso só para os comerciários, estamos alertando para que toda a população seja atendida. Esse é um papel fundamental dessa entidade sindical em busca da prevenção da saúde do trabalhador e da população em geral”.

Fonte: Redação RP

Câmara Municipal aprova LDO por unanimidade

Metas para diversos setores dependentes da administração pública foram aprovadas

A Câmara Municipal de Vereadores realizou na tarde da última terça-feira, 27, a 33ª Sessão Ordinária de 2016. Com a presença de todos os parlamentares e público pequeno, a sessão transcorreu dentro da normalidade.

Na ocasião, os vereadores debateram e aprovaram por unanimidade o projeto de Lei Ordinária Nº 117/2016, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que estabelece metas e planos para a administração pública municipal para o exercício financeiro de 2017.

Seguindo ritos da normativa da casa, o projeto foi votado em 1ª Discussão e aprovado por unanimidade. Após a primeira discussão, a sessão foi encerrada e, em seguida, foi aberta uma sessão extraordinária – a terceira do ano - apenas para que houvesse a segunda discussão do projeto e se acelerasse o processo de votação. A extraordinária relâmpago, à exemplo da sessão ordinária, aprovou o projeto de maneira unânime.

O vereador Wellington Bezerra (PMDB) falou a respeito da decisão da câmara. “É de praxe, porque naturalmente é necessário fazer os ajustes para os próximos quatro anos. Nós estamos em final de governo, são ideias colocadas, mas nada impede que o próximo governo possa fazer ajustes necessários para o próximo mandato, caso mude. Se não mudar, haverá continuidade naquilo que esse gestor pensou”, disse.

A partir de agora, o plano proposto pelo atual governo depende do resultado das urnas no próximo domingo. Caso um novo gestor assuma o executivo, este terá total liberdade para alterar metas para os diversos setores que dependem da administração, com o aval da nova Câmara.

Fonte: Paulo César Desidério - Redação DS

Mais de 64 mil eleitores tangaraenses devem ir às urnas neste domingo

Os eleitores deverão comparecer a sua seção eleitoral e votar das 8h às 17h

Neste domingo, dia 2 de outubro, mais de 2,2 milhões de eleitores das 141 cidades mato-grossenses devem ir às urnas para votar e eleger os novos representantes de seus municípios nas Prefeituras e Câmaras Municipais.

Em Tangará da Serra, dos 68.963 eleitores cadastrados, pouco mais de 64 mil tangaraenses (àqueles que estão aptos) estão sendo aguardados pela Justiça Eleitoral para votação. Esses deverão comparecer a sua seção eleitoral e votar das 8h às 17h, munidos de um documento oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação). Assim como nas eleições anteriores, a apresentação do título de eleitor não é obrigatória, porém neste documento constam informações sobre a zona eleitoral e a seção onde você vota. 

Para este dia, segundo o juiz da 19ª Zona Eleitoral, João Francisco Campos de Almeida, todos os preparativos estão sendo finalizados e a expectativa é que tudo ocorra dentro da normalidade. “Contaremos com a presença da Polícia Militar de forma bem maciça, da Polícia Judiciária Civil, assim como a Guarda Municipal e esperamos que com a ajuda de todos, principalmente das pessoas que irão trabalhar, que são os mesários, presidentes, enfim uma estrutura enorme que há por trás de tudo isso, para que tudo ocorra da melhor forma possível”, comentou o magistrado durante entrevista coletiva na noite de quarta-feira, logo após reunião de trabalho com representantes de partidos e imprensa.

Eleitores devem ficar atentos as mudanças de seções, alerta Romko

Assim como em todo o país, eleitores de Tangará da Serra irão às urnas neste domingo, dia 2 de outubro, para eleger prefeito, vice-prefeito e vereadores, que responderão pelo município pelos próximos quatro anos.

Porém, antes que isso ocorra, a Justiça Eleitoral está ultimando os preparativos para o pleito e entre as atividades está a organização das 192 seções eleitorais. “Vamos a partir de sábado entregar todas as urnas e materiais nas escolas”, informa o chefe do Cartório Eleitoral Luis Gustavo Romko, ao aproveitar a oportunidade para alertar os eleitores das mudanças nas seções. 

Na eleição passada, segundo ele, eram 196 seções, porém houveram algumas agregações de locais que não atingiram o número mínimo de eleitores para funcionar. “Tivemos duas principais mudanças de local de votação. A creche Cecília Maria Barcellos, que fica no Jardim Aparecida, deixou de ser um local de votação”, informa. Os eleitores desta seção foram transferidos para o Centro Municipal de Ensino Tânia Arantes, localizado no Parque das Mansões. “Por serem próximos os locais, a seção da creche Cecília Barcellos foi transferida definitivamente para a Tânia Arantes, melhorando assim a logística”.

Outra mudança, segundo Romko, são dos eleitores que votam na Escola Estadual Professor João Batista. Na eleição passada, devido a reformas no prédio da unidade educacional, os eleitores haviam sido transferidos para o antigo Secitec. “Este ano eles votam normalmente na Escola João Batista”. Àqueles que tiverem alguma dúvida quanto ao local de votação, o Diário da Serra traz na edição hoje, em Caderno Especial, a lista completa das seções de Tangará da Serra em ordem numérica. Além disso, na entrada de todas as escolas haverá também uma lista completa. “Outra possibilidade é buscar esta informação no site ou através do aplicativo Onde Voto”.

COLINHA AUTORIZADA - Por tratar-se de eleições em âmbito municipal, as autoridades acreditam que a votação será mais rápida, mas ainda assim é importante que o eleitor leve uma colinha com o número dos candidatos. “As vezes o eleitor chega dentro da cabina de votação e percebe que está sem a colinha, que pode ser utilizada. A gente incentiva o uso, até mesmo para que seja mais rápida a votação”. 

O primeiro voto será para o cargo de vereador e o eleitor pode votar em um candidato ou somente na legenda. Para votar no candidato de sua preferência, digite os cinco números do candidato, confira o nome e a foto dele e, caso esteja correto, tecle “Confirma”. Se você errou o número, tecle “Corrige”, digite os números corretos, e confirme o seu voto. O segundo voto será para o cargo de prefeito. Para votar no candidato de sua preferência, digite os dois números do candidato, confira o nome e a foto dele e, caso esteja correto, tecle “Confirma”. Ao final da votação, a urna eletrônica exibe a palavra “Fim” e emite um sinal sonoro indicando a conclusão do voto.

Já ao eleitor que não puder comparecer ao seu local de votação e, em consequência, não votar, deve justificar a ausência. Em Tangará da Serra a Justiça Eleitoral montou no Centro Cultural um posto de justificativa, que pode ser feita no dia da eleição ou em até 60 dias após a ausência.

Apuração dos votos será centralizada no Cartório Eleitoral

Os eleitores em todo o país deverão comparecer às urnas neste domingo, 2, para votar das 8h às 17h, de acordo com o horário local de cada município. Após isso, os resultados vão começar a ser divulgados, quando termina a votação e começa a contagem dos votos.

Em Tangará da Serra, a apuração e totalização dos votos será centralizada no Cartório Eleitoral, que receberá as informações de todas as seções eleitorais de Tangará da Serra e Nova Olímpia, município que está hoje sob a responsabilidade da 19ª Zona Eleitoral.

Para que tudo corra tranquilamente, de acordo com o juiz da 19ª Zona Eleitoral, João Francisco Campos de Almeida, o acesso ao Cartório Eleitoral durante a apuração dos votos será restrito, sendo que serão permitidas somente a entrada de pessoas autorizadas previamente pela Justiça Eleitoral. “Para justamente coibirmos qualquer prática que não seja condizente com a legislação eleitoral”.

Já em relação ao trabalho em Nova Olímpia, o magistrado afirmou que o juiz Ângelo Judai estará a disposição naquele município. “Ele estará desde sábado trabalhando lá [Nova Olímpia] e estará atuando juntamente com todas as demais pessoas envolvidas e ao término trará para Tangará, onde faremos a apuração”.

Fonte: Fabíola Tormes - Redação DS