22ª Ciretran atenderá em novo local a partir de outubro

O novo prédio está localizado na Avenida Brasil, esquina com a Rua José Garcia Lacerda (32)

A 22ª Circunscrição Regional de Tangará da Serra (22ª Ciretran), unidade descentralizada do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) atenderá em novo local a partir de outubro. O novo prédio está localizado na Avenida Brasil, esquina com a Rua José Garcia Lacerda (32), no Jardim Tanaka (antigo Jardim Pomares).

A mudança, de acordo com o chefe da 22ª Ciretran, Juares Laurentino da Silva, ocorrerá dentro de 20 a 30 dias. “Dia 29, quinta-feira, o pessoal da Engenharia de Cuiabá estará em Tangará da Serra para vistoriar e receber o prédio”, disse. No local estão sendo realizados os últimos ajustes, aguardando a instalação de ares condicionados e móveis. Após isso serão feitas as mudanças de materiais e instalações de tecnologia e informática. “Então creio que 20 a 30 dias já fazemos a mudança”, disse, pedindo desde já a compreensão da população. “A mudança será feita no final de semana, mas é possível que gere pequenos transtornos”

Instalada há cerca de 20 anos na área central da cidade, a unidade é pequena e com instalações precárias, motivo de muitas reivindicações, protestos e até mesmo paralisação das atividades por parte dos servidores. “Faz tanto tempo que a nossa Ciretran é centralizada, com mais de 20 anos. Um espaço pequeno e que quando, por exemplo, vem um caminhão fazer vistoria causa um transtorno em toda a rua. O local está muito desapropriado, pelo tamanho que cresceu Tangará e pelo número de atendimentos”, afirma, ao destacar que a mudança é essencial. 

Todo o serviço que hoje é realizado na unidade como renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), atendimento ao público, balcão de transferência de veículo, vistoria, transferência, alienação, enfim, todo o serviço será prestado em novo local, porém com mais comodidade e espaço aos usuários e aos servidores. “Prédio maior, com mais comodidade aos servidores e usuários. Vai melhorar bastante”.

Comparação mostra crescimento de Fábio e queda de Reck

Com a divulgação da segunda pesquisa do Diário da Serra é possível fazer avaliação quanto ao desempenho dos candidatos de uma semana para outra e o quadro mostra um pequeno crescimento do candidato Fábio Junqueira e queda também pequena do candidato Reck Junior na estimulada. Vander Masson teve aumento significativo na pesquisa espontânea, mas manteve-se praticamente igual na estimulada, já Sommavilla manteve-se no mesmo patamar de intenções de voto, alterando minusculamente seu índice na estimulada.

Na pesquisa espontânea Fábio Junqueira recebeu 28,6% na primeira e nesta 29,8% das intenções. Reck Junior tinha 24,4% na primeira e agora 25,3%. Vander Masson, antes com 19,8% agora aparece com 22,8%. Silvio Sommavilla manteve-se nesta segunda com os mesmos 2,8% da primeira. Os indecisos que antes representavam 18,1% agora são 17,0% e os que anulariam o voto eram 6,3% agora são 2,3%.

Na pesquisa Estimulada demonstrada no gráfico de evolução, Fábio que tinha 29,9% subiu para 30,8%; Reck Junior caiu de 26,6% para 25,3%; Vander Masson praticamente repetiu as indicações da primeira pesquisa que foi de 23,9% e agora 23,8%. Sommavilla tinha 2,8% na primeira agora aparece com 3,0%. Os indecisos eram 11,3% e agora 14,8% e os que anulariam o voto, antes 5,5% agora 2,3%.

Na pesquisa que mede a rejeição dos candidatos, Fábio tinha 35,2% e agora 38,8%; Sommavilla tinha 26,6% e agora 26,8%; Reck Junior tinha 18,1% e agora 14,5%; Vander Masson tinha 4,5% e agora 6,5%; os que não sabem eram 12,6% e agora 10% e os que não rejeitam ninguém somavam 3,0% e agora 3,4%.

A primeira pesquisa aqui citada foi registrada no TRE com o número MT-01791/2016, realizada nos dias 12 e 13 de setembro. A segunda está registrada no TRE com o número MT-06102/2016 e realizada nos dias 21, 22 e 23 de setembro. Ambas realizadas pelo Diário da Serra ouvindo 400 pessoas e com margem de erro de 4.9% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%.

Fonte: Redação DS

Esfap forma 28 soldados, 14 ficarão em Tangará

A cerimônia aconteceu na noite da última sexta-feira, na Praça dos Pioneiros

A Segurança Pública de Mato Grosso conta com mais 1330 novos soldados da Polícia Militar. Desses, 720 participaram da formação na capital do estado, outros 610 militares também concluíram o curso de formação no interior do Estado, sendo que em Tangará da Sera, foram 28.

A cerimônia de formatura aconteceu na noite de sexta-feira, na Praça dos Pioneiros e contou com a participação efetiva de amigos e familiares dos formandos, bem como, autoridades do setor de Segurança Pública.

De acordo com o Gerente do Núcleo de Formação da Escolas Superiores de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Esfap) em Tangará da Serra, Major Mario Roberto Pereira, o momento é ímpar e de comemoração. “Nosso sentimento hoje é de missão cumprida por poder ter feito parte da formação desses novos policiais, e esperança que eles possam desenvolver um trabalho de excelência em Tangará da Serra e região. E acreditamos que estamos entregando o melhor para a sociedade”, salientou.

Segundo o Coronel Sodré Tangará será beneficiada com essa formação, pois vários desse soldados ficarão no município. “Para nós o momento é muito salutar, pois além de estarmos mostrando hoje à população de Tangará o trabalho que realizamos com esses alunos durante esses vários meses, ainda poderemos contar com seus serviços, a partir de então. Pois além dos 28 que formamos hoje, tivemos a confirmação de mais 19, somando 47 soldados, dos quais 14 ficarão em nossa cidade”, pontuou.

O 30º curso de formação de Soldados da PMMT, além de ser reconhecido e autorizado pelo Conselho Estadual de Educação como nível superior, contou com 1.850 horas-aula presenciais, além de 600 horas de estágios supervisionados e atividades complementares, e 360 horas de Educação à Distância (EAD).

Fonte: Rosi Oliveira - Redação DS