Poupança Sicredi Captação líquida atinge R$ 2,134 bilhões e supera a meta prevista para 2017

Instituição financeira cooperativa aproveita o Dia Internacional da Poupança, comemorado no dia 31 de outubro, para reforçar a importância de se manter uma reserva financeira

Passado o período mais crítico da crise econômica brasileira, a população retoma a confiança na recuperação da economia. Um dos termômetros para a sensação de otimismo é o resultado da caderneta de poupança, que depois de atravessar vários meses no vermelho volta a registrar saldo positivo no país. O Sistema Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 3,6 milhões de associados e atuação em 21 estados, registra incremento líquido – diferença entre os depósitos e as retiradas – de R$ 2,134 bilhões este ano até 20 de outubro, superando em 47,7% a meta prevista para todo o ano de 2017, que era de R$ 1,444 bilhão. 

Na região Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, o desempenho da poupança do Sicredi também foi positivo. Até 20 de outubro a captação líquida foi de R$ 212,464 milhões, incremento de 127% sobre a meta fixada para o ano, que era de R$ 167,137 milhões. Na avaliação do presidente do Sicredi Centro Norte, João Spenthof, os resultados provam que os associados estão conscientes da necessidade de se manter uma reserva financeira e de que os recursos aplicados voltam para eles de três formas. “A primeira é a própria remuneração do investimento; a segunda é que os recursos retornam para ele quando ocorre a distribuição dos resultados da cooperativa, ao fim de cada exercício; e a terceira é em crédito rural, já que parte dos recursos depositados na poupança é redirecionada a esta atividade econômica. Então, quando os associados investem na poupança todos ganham e contribuem para o desenvolvimento local”. 

A perspectiva é que os números melhorem ainda mais até o fim deste ano, demonstrando que os associados estão se organizando mais financeiramente e destinando parte de seus ganhos para a poupança, que é o tipo de investimento mais tradicional entre os brasileiros. E no Dia Internacional da Poupança, comemorado no dia 31 de outubro, o Sicredi reforça a importância do planejamento financeiro para a realização de sonhos e para o desenvolvimento regional. “Nossos assessores e consultores de negócios estão nas agências prontos para orientar nos associados quanto aos investimentos disponíveis, sendo que a poupança é o mais tradicional, simples e seguro, o primeiro passo para quem quer investir”, considera Spenthof. 

A consultora de Negócios da Central Sicredi Centro Norte, Juliana Rodrigues, acrescenta que, o associado que tiver dificuldades em organizar os investimentos pode começar pela poupança programada, cujas aplicações mensais podem ser feitas por débito automático ou depósito, e em diferentes valores.