Cerca de 120 casais oficializarão união neste sábado, no auditório da Unic

A celebração iniciará às 10h, com a participação de cerca de 120 casais

O auditório da Unic de Tangará da Serra ficará na memória de muitos tangaraenses. Isso porque o local foi escolhido para realização da cerimônia civil de casamento de cerca de 120 casais, neste sábado, 21 de outubro.

De acordo com o diretor do Fórum da Comarca de Tangará da Serra, juiz Flávio Maldonado de Barros, o celebração civil do Casamento Comunitário terá início as 10h, porém, aos casais habilitados para participar da cerimônia, o Poder Judiciário pede que cheguem até às 8h, pois haverá serviços de maquiagem a todas as noivas. “Será fornecido gratuitamente a maquiagem a essas noivas, assim como uma foto do casal, em um local próprio e preparado, para que sejam produzidas”, explica o magistrado, ao destacar que a intenção é que o casal possa guardar uma recordação desse momento tão importante. 

A cerimônia contará com a presença de diversas autoridades, que comporão uma mesa de honra, assim como a cerimônia civil, com juiz da paz, e uma benção religiosa ecumênica. “Haverá a troca de alianças, assim como todo aquele rito necessário para realmente marcar esse momento”, adianta, ao explicar que em torno de 120 casais participarão da cerimônia. Esse número, segundo Maldonado, ainda não foi finalizado, pois alguns casais ainda estão pendentes com documentação. “Estamos pedindo esses documentos dos cartórios e pode ocorrer que algum não venham a tempo. Não é a nossa expectativa e não depende da nossa vontade, mas estamos correndo”. 

Ainda de acordo com o magistrado, a maioria dos casais que buscaram regularizar essa situação já moram juntos há muitos anos. “Vive-se uma situação de união estável e um sonho do casamento, e essa caravana vem justamente propiciar as condições para que essa cerimônia se realize”. A solenidade faz parte da programação da Caravana da Transformação realizada pelo Governo do Estado em Tangará da Serra, em ações de cidadania. 

Vale lembrar que, por ser um local fechado, será necessário que os casais e testemunhas tenham compreensão quanto ao número de participantes (familiares). “Mas o objetivo maior é que os casais celebrem aquela cerimônia, que realizem esse sonho (...) alguns detalhes podem não ficar o ideal, mas o objetivo será realizado. Por isso que peço que, caso não caiba todo mundo no local e tenham que ficar de pé, que compreendam, pois todos estão imbuídos em proporcionar o melhor”.

Fabíola Tormes - Redação DS

Unemat abre edital para contratação de Intérprete de Libras

Campus de Tangará da Serra contará com intérprete de Libras

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) campus Tangará da Serra, abriu edital para a contratação temporária de profissionais do Ensino Superior para o cargo de intérprete de Libras. De acordo com a coordenadora do curso de Letras, professora Regiane Custódio, o objetivo é atender a necessidade de excepcional interesse público decorrente do compromisso de assegurar a acessibilidade aos alunos com deficiência matriculados e docentes da universidade em Tangará da Serra.

“Nesse ano de 2017 já é a segunda vez que a Unemat abre inscrições para contratar profissional Intérprete de Libras. O primeiro edital saiu no primeiro semestre, mas infelizmente recebemos apenas uma inscrição e o candidato não compareceu para fazer a prova. Agora a Unemat, preocupada com a acessibilidade e como instituição democrática de ensino superior, novamente possibilita a contratação deste importante profissional”, comentou a coordenadora, ao destacar que as inscrições encerrarão no próximo dia 23 e que não será cobrada taxa para o certame.

O processo seletivo compreenderá duas etapas: na primeira delas, acontecerá uma prova didática de caráter eliminatório e classificatório e, na segunda etapa, ocorrerá a avaliação de títulos, de caráter unicamente classificatório.

A jornada de trabalho do profissional será de 30h e é necessário certificação de Ensino Médio completo e Certificado de qualificação de Intérprete de Libras por instituição reconhecida pela Secretaria Estadual de Educação (Seduc), Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis), Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) ou Programa Nacional para a Certificação de Proficiência no Uso e Ensino da Língua Brasileira de Sinais (Prolibras).

Rodrigo Soares - Redação DS