Inscrição para Parlamento Juvenil termina no dia 05

Últimos dias de inscrição para o Programa Parlamento Juvenil do Mercosul

Jovens matriculados no 1º e no 2º ano do Ensino Médio regular ou Ensino Técnico Integrado à Educação Profissional de escolas públicas estaduais ou federais podem se inscrever para concorrer a uma vaga no Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM) até o dia 05 de setembro. O processo seletivo resultará na eleição dos 27 Parlamentares Juvenis que representarão todas as unidades da federação.

Para participar do processo seletivo, além da ficha de inscrição e dos documentos comprobatórios descritos no edital, o estudante também deverá elaborar um projeto de protagonismo juvenil que contemple a sua realidade local. A documentação terá de ser enviada à instituição na qual o candidato esteja matriculado via Correios ou e-mail.

Em 2016, o PJM traz o tema “O ensino médio que queremos” e tem como principal objetivo promover o protagonismo juvenil, abrindo espaço para diálogos e discussões sobre temas da educação, como a inclusão educativa, participação cidadã, direitos humanos, diversidade de raça, etnia e gênero, integração regional e trabalho.

O resultado da primeira etapa da seleção será divulgado dia 15 de setembro.

Fonte: Aline Coelho - Seduc-MT

SICREDI SUDOESTE

Unidade Centro
Estacionamento Unidade Centro
UNIDADE CENTRO
Av. Tancredo Neves, 40-N - Centro
Fone: (065) 3311-2100
Ver no Mapa

UNIDADE RIO PRETO
Rua Nefts de Carvalho(19), 489-S - Centro
Fone: (065) 3311-7200
Site: www.sicredi.com.br
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT
Ver no Mapa


Palestra sobre ‘Robótica’ abrirá programação da 2ª Jornada Científica

O evento acontece no campus do IFMT e será marcado por minicursos, oficinas, palestras e lançamento de livro

O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) campus de Tangará da Serra inicia na próxima quarta-feira, 31 de agosto, a 2ª edição da Jornada Científica. A abertura acontece às 19h30. O evento será marcado por exposição de trabalhos de acadêmicos/científicos, minicursos, oficinas, lançamento de livros e palestras.

Assim como na primeira edição, a Jornada é gratuita e aberta a toda comunidade. Serão ministrados vários minicursos abordando diferentes temas entre eles: Experimentos de Física; Formatação de trabalhos acadêmicos com o Libreoffice Writer; Metodologia de ensino de leitura e literatura desenvolvida pelo projeto “Debates Literários”; Treinamento preparatório para o exame de proficiência em Língua Inglesa – Toefl; Eletrônica digital para iniciantes, entre outros.

Já as oficinas oferecidas serão ‘Desenho e Geometria - Construções com régua e compasso’ e ‘Dobrando a Matemática – Sólidos geométricos em origami’. Os minicursos e oficinas acontecerão no período da tarde no campus.

A 2ª Jornada Científica será marcada ainda por uma série de palestras. Desta forma, na primeira noite do evento, às 21h, a professora do IFMT, campus de Primavera do Leste, Gabriela Jordão Lyra, irá abordar sobre o tema ‘Aplicações de Robótica’. A palestrante é graduada em Tecnologia de Automação Industrial pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba. E ainda Mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal da Paraíba com ênfase em Dinâmica e Controle de Sistema. Já na quinta-feira, 1º de setembro, a diretora de Relações Internacionais do IFMT, Sônia Regina Guimarães, ministrará uma palestra com o tema ‘Internacionalização’, a partir das 19h30. Na sequência, será a vez da psicóloga Marisol Vicensi Marassoli, que fará o lançamento do livro: ‘Dinâmica de Grupo x Competência na Educação: Estratégias para Auxiliá-lo em suas Atividades’. E na sexta-feira, último dia Jornada, o promotor de justiça Milton Matos da Silveira Neto, realizará uma palestra abordando o assunto ‘Crimes Virtuais’. “Nossa expectativa é grande até porque temos bastante trabalho inscrito para ser exposto, tanto da comunidade externa como dos nossos alunos”, disse o diretor do IFMT, campus de Tangará, Gilcélio Peres, que aproveitou para convidar toda população a prestigiar o evento.

Fonte: Lucélia Andrade - Redação DS

Censo Previdenciário atinge mais de 1,5 mil recenseados

O trabalho de recenseamento durou cerca de 20 dias. O processo encerrou na última sexta-feira e agora os servidores responsáveis pelo recenseamento estão trabalhando para atender os retardatários

Mais de 1.500 servidores municipais – efetivos, inativos, pensionistas e dependentes de Tangará da Serra participaram do Censo Previdenciário 2016, promovido pelo Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores Tangará da Serra (Serraprev).

De acordo com o diretor Executivo do Serraprev, Heliton Luiz de Oliveira (Leto), o objetivo era fazer a atualização dos dados cadastrais de todos os servidores até o dia 26 de agosto. “E o trabalho atendeu as nossas expectativas”, disse Leto, ao destacar que dos 1.695 servidores municipais de Tangará da Serra, 1.509 foram recenseados, o que corresponde a 89% do total. “Mas vamos correr para fechar os 100%”.

O processo, segundo Leto, encerrou na última sexta-feira e agora os servidores responsáveis pelo recenseamento estão trabalhando para atender os retardatários. “O censo realmente encerrou na sexta [dia 26 de agosto] e agora estamos atendendo aqueles que faltam. Esses, porém, não tem como mais fazer o agendamento, terão que nos procurar”, explica, ao afirmar que aqueles que não regularizarem a situação ficarão, por exemplo, com pagamento do mês de setembro ou subsequentes suspensos. “Enquanto não regularizar não recebe”, alerta.

O Censo Previdenciário é um direito e dever de todos os servidores municipais efetivos, inativos e pensionistas, que assegura os benefícios previdenciários e proteção à família do servidor. “Um dos pontos principais é saber e conhecer a vida anterior do servidor do município, porque isso vai gerar um impacto direto na aposentadoria dele. Então precisamos saber se esse servidor tem tempo de contribuição fora do município e isso vai estar no cadastro dele (...) precisamos saber da vida funcional de cada um e assim projetarmos a aposentadoria dele”.

Os trabalhos de recadastramento iniciaram no dia 8 de agosto e seguiram, oficialmente, até o dia 26 de agosto. Os atendimentos foram realizados no Centro Cultural Pedro Alberto Tayano Filho, sala de Formação nº 2, de forma individual.

Fonte: Fabíola Tormes - Redação DS