Guias para pagamento do IPTU 2015 estão sendo entregues

A guia entregue é para pagamento em parcela única

A Secretaria Municipal de Fazenda de Tangará da Serra (Sefaz) iniciou na última semana, através dos fiscais do setor, a entrega das guias para pagamento do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) deste ano nos domicílios dos contribuintes tangaraenses.

De acordo com a secretária Municipal de Fazenda, Valnicéia Picoli, o trabalho iniciou no bloco central, onde a entrega já foi concluída, e agora está sendo realizada nos bairros tangaraenses. A previsão é que a entrega seja concluída até a próxima semana. “São mais de 40 mil carnês que serão entregues”, afirma a responsável pela pasta, ao destacar que a guia entregue é para pagamento em parcela única, com vencimento para o dia 29 de maio.

Ainda de acordo com a secretária, para aqueles que ainda não receberam sua guia ou que queiram parcelar o pagamento, as mesmas também podem ser emitidas pelo próprio cidadão pela internet, no site da Prefeitura – www.tangaradaserra.mt.gov.br. Na internet, os munícipes tangaraenses podem emitir boletos para pagamento em parcela única, com desconto de 25% para contribuintes sem débitos junto ao fisco municipal, além da opção de parcelamento em até nove vezes, de acordo com valor lançado. Àqueles que optarem pelo parcelamento, o primeiro pagamento também está programado para o dia 30 de abril.

Ao contribuinte com débitos municipais vencidos, inscritos ou não em dívida pública tributária e não tributária, bem como as que se encontram em processo de execução fiscal, a secretária lembra que o município concederá desconto de 100% dos juros e multa para o pagamento integral da dívida até o dia 22 de maio. “Se o contribuinte pagar seus débitos antigos até o dia 22 de maio, poderá procurar a secretaria para retirar seu carnê do IPTU deste ano com os descontos de 25%”, explica, ao destacar que a partir desta data, 23 de maio até 30 agosto, o contribuinte que acertar seus débitos atrasados, em cota única, ganhará desconto de 75% dos juros e multa. 

“O IPTU é a principal receita do município (…) uma receita extremamente importante que vai contribuir com ações na saúde, na educação, na infraestrutura, enfim, em diversos serviços de melhorias. Então é muito importante que a população pague seu IPTU para que o município possa devolver em ações”.

No ano passado, segundo a secretária, mais de 60% do valor lançado foi recebido e o objetivo para este ano é ultrapassar essa marca. “Por isso contamos com a colaboração da população”. O montante lançado em IPTU este ano ultrapassa os R$ 17 milhões.

Fonte: Fabíola Tormes - Redação DS

Tangaraenses se destacam no 2º GP Raimundo Mascarello

O evento contou com competidores de Mato Grosso e Estados vizinhos

Aconteceu na manhã do último domingo, 19, em Sapezal o 2º GP Sapezalense Raimundo Mascarello de Ciclismo Olímpico e MTB. O evento foi realizado pela Prefeitura Municipal de Sapezal através da coordenação municipal de Esportes, e teve como responsável pela corrida o desportista tangaraense, Elson Rodrigues, presidente da Associação Ciclística da Serra (ACS). Além disso, a prova ainda contou ponto para o ranking nacional de ciclismo.

Cerca de 30 tangaraenses participaram da corrida representando o município e conquistando importantes resultados. Na categoria Elite o tangaraense Deivid Lima conquistou o quarto lugar, ficando atrás do Daniel Morete de Cuiabá que ficou em primeiro, Lucas Rebeek de Rosário Oeste que ficou em segundo e ainda Gabriel de Sinop. No sub-17 três tangaraenses tiveram destaques: João Vitor ficou em primeiro, Maykon Martins em segundo e Deivid Lima em quarto. O segundo colocado foi Renan Miquelete de Rosário Oeste, já o quinto foi um representante de Rondônia.

Na MTB Open os tangaraenses dominaram, conquistando as cinco primeiras colocações com Kokinho em primeiro, Dyecon Atila em segundo, Sidiney em terceiro, Lobozinho em quarto e ainda Marcelo Crestani em quinto.

No ciclismo olímpico as disputas aconteceram nas seguintes faixas etárias: Elite, máster, 30 a 39 anos, 40 anos acima e ainda sub-17, tendo uma taxa de inscrição de R$ 70,00 no elite, já as outras faixas estarias o custo da inscrição será de apenas R$ 50,00. Já na categoria MPB as inscrições serão gratuitas, já as faixas etárias em disputa, serão: Open masculino e feminino, 8 a 11 anos masculino e feminino e ainda máster interno.

Premiação Ciclismo Olímpico: Elite: R$ 1.300,00 (primeiro), R$ 1.000,00 (segundo), R$ 700,00 (terceiro), R$ 300,00 (quarto) R$ 200,00 (quinto).

Fonte: Luciano Góis - Redação DS