Unemat mantém suspensão das atividades pedagógicas presenciais

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), acompanhando recomendações do Ministério Público e manifestação do Governo do Estado, mantém a suspensão de aulas presenciais, bem como do calendário acadêmico, como medida complementar de enfrentamento à propagação do Covid-19. As atividades administrativas continuam sendo executadas presencialmente nas unidades, obedecendo-se as orientações de segurança sanitária, bem como em forma de teletrabalho.

A nova orientação foi divulgada pelo Governo do Estado, na última sexta-feira (24), e atende aos pedidos de prefeitos e da diretoria da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). Veja aqui.

Na última semana (22/04), o Governo havia anunciado a possibilidade de retorno das aulas no dia 4 de maio. Entretanto, em consulta aos gestores municipais e a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM) sobre essa questão, a maioria absoluta dos prefeitos opinou por manter as aulas suspensas.

COMO FICA?

A medida significa que o calendário acadêmico da Unemat continua TEMPORARIAMENTE suspenso. NÃO implica em cancelamento do semestre ou do ano letivo. Um novo calendário acadêmico será definido assim que a Universidade retornar desse período de excepcionalidade. A gestão da Unemat e o Comitê de Acompanhamento reforçam que a comunidade acadêmica evite deslocamentos desnecessários.

Em primeira votação na ALMT, parlamentares aprovam três projetos de leis do deputado Paulo Araújo

Os projetos apresentados ajudam a população neste momento de pandemia causado pelo novo Coronavírus.

Na sessão remota da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) desta quarta-feira (29), os deputados aprovaram em primeira votação três projetos de lei do deputado estadual Paulo Araújo (PP) que são ações importantes para amparar a população que passam neste período de pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

O primeiro projeto n° 291/20 dispõe acerca da proibição da cobrança de juros e/ou multas sobre dívidas relativas aos serviços públicos essenciais de fornecimento de água, tratamento de esgoto e energia elétrica, contraídas no período de calamidade pública, reconhecida através do Decreto nº 424/2020.

O segundo, é o projeto de lei n° 288/20 que dispõe acerca da proibição da inclusão do nome de consumidores nos cadastros e serviços de proteção ao credito enquanto perdurarem as políticas de isolamento para combater a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Deputados aprovam criação de Delegacia Especializada de Combate à Corrupção

Ainda durante sessão ordinária, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, leu cinco novas mensagens do governo

Os deputados estaduais de Mato Grosso fizeram nesta quarta-feira (29), três sessões ordinárias. Os parlamentares aprovaram, em primeira votação, o Projeto de Lei Complementar 11/2020, que institui, no âmbito da Polícia Judiciária Civil do Estado, a Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (DECCOR/PJC/MT).

O PLC é a mensagem 11/2020, do governo do estado, e altera a lei complementar 407, de junho de 2010. O governo argumenta, em justificativa, que a delegacia está sendo criada para permitir a obtenção de recursos federais da União para a Polícia Judiciária Civil, a fim de dotar a Polícia Civil de equipamentos e condições indispensáveis para atuar no Estado e que a criação da delegacia não causará impacto orçamentário-financeiro aos cofres públicos.

Os parlamentares também aprovaram em primeira votação o Projeto de Lei 270/2020, que dispõe sobre a redução proporcional das mensalidades da rede privada de ensino durante o plano de contingenciamento do governo do estado em virtude da pandemia do novo coronavírus. O Projeto de Lei 270/2020 foi votado em primeira votação acatando o substitutivo número 1 e as emendas 4, 5 e 6.

Estudantes que não têm acesso à internet recebem material pedagógico impresso

A plataforma digital Aprendizagem Conectada foi desenvolvida pela Seduc para auxiliar os estudantes durante a suspensão das aulas

Os alunos da rede estadual que não têm acesso à internet estão recebendo o material pedagógico da plataforma digital Aprendizagem Conectada impresso. A plataforma, que pode ser acessada pelo computador e dispositivos móveis, foi desenvolvida pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para auxiliar os estudantes na aprendizagem durante a suspensão das aulas. No entanto, quem não tem acesso a esses equipamentos e nem à internet pode procurar a escola para adquirir o material.

Conforme explica a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, a Seduc disponibiliza as atividades semanalmente, nas diversas modalidades e áreas de conhecimento. “A plataforma oferece diferentes exercícios e atividades para os estudantes realizarem em casa enquanto houver a suspensão das aulas. Essas atividades vão complementar e auxiliar os alunos em sua aprendizagem”.

Repasses do FPM em abril apresentam queda de 4%

Os municípios mato-grossenses recebem nesta quinta-feira (30) o terceiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês de abril. A Secretaria do Tesouro Nacional creditou R$ 56.651.062.86 na conta das prefeituras. Apesar da parcela do terceiro decêndio apresentar um crescimento bruto de 4,08% em relação a mesma parcela de 2019, o montante total repassado em abril foi 4% menor que o praticado no ano anterior.

Conforme ressaltou o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, Neurilan Fraga, a entidade está acompanhando as variações nos repasses e o orientando as prefeituras para que as quedas nos repasses não tragam prejuízos às administrações públicas. “O FPM é uma das principais receitas dos municípios, principalmente para as cidades menores, que possuem maior dependência das transferências constitucionais. Em período de pandemia, quando o executivo municipal precisa custear ações emergenciais, a queda nos repasses pode atrapalhar o atendimento à população”, disse.

Fraga explica que as prefeituras devem receber até o 15º dia útil de maio R$ 8.692.382,62 referentes à recomposição das perdas com o FPM, de acordo com estimativa divulgada pela Confederação Nacional de Municípios - CNM. “A recomposição dos repasses é mais uma conquista do movimento municipalista e representará um fôlego aos cofres municipais” lembrou.

Quarta-feira (29): Mato Grosso registra 292 casos da Covid-19

De acordo com o boletim da SES, 93 pacientes estão em isolamento domiciliar, 15 hospitalizados e 173 já se recuperaram

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (29.04), 292 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. 

Os casos confirmados estão em Cuiabá (129), Rondonópolis (48), Sinop (19), Várzea Grande (13), Primavera do Leste (8), Mirassol D’Oeste (8), Tangará da Serra (7), Cáceres (7), São José dos Quatro Marcos (6), Jaciara (6), Lucas do Rio Verde (5), Confresa (3), Barra do Garças (3), Rio Branco (2), Poconé (2), Nova Mutum (2), Jangada (2), Ipiranga do Norte (2), Aripuanã (2), Vila Bela da Santíssima Trindade (1), União do Sul (1), Querência (1), Pontes e Lacerda (1), Pontal do Araguaia (1), Nova Monte Verde (1), Lambari D’Oeste (1), Conquista D’oeste (1), Canarana (1), Campo Novo do Parecis (1), Alta Floresta (1) e residentes de outros Estados (7).

Nas últimas 24 horas, surgiram 29 novas confirmações em Cuiabá (2), Rondonópolis (10), Várzea Grande (1), Primavera do Leste (2), Mirassol D’Oeste (2), Tangará da Serra (2), Cáceres (1), Jaciara (5), Lucas do Rio Verde (2), Jangada (1) e Ipiranga do Norte (1).

Comissão de Saúde da ALMT aprova 24 projetos para combate ao coronavírus

O presidente da comissão, deputado Dr. Eugênio (PSB), afirma que a ordem é dar celeridade a tudo que é relacionado ao tema

A Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa de Mato Grosso já apreciou 24 projetos que propõem medidas para prevenir a infecção e propagação do novo coronavírus (Covid-19) em Mato Grosso. No total, figuram 23 projetos de lei e 1 projeto de decreto legislativo.

Após passarem por análise minuciosa, todos as proposições receberam pareceres favoráveis de seus relatores, que, posteriormente, foram aprovadas em reuniões da comissão. Entre elas, está a Lei nº 11.110, de 22 de abril de 2020, que torna obrigatório o uso de máscaras em Mato Grosso.

De autoria do Poder Executivo, a lei fixa a obrigatoriedade durante o período de vigência do estado de calamidade pública, declarado pelo Decreto nº 424, de 25 de março de 2020. A norma determina ainda que estabelecimentos públicos e privados que estiverem em funcionamento em qualquer município do Estado de Mato Grosso devem exigir o uso de máscaras faciais por seus funcionários, colaboradores e clientes para acesso às suas dependências. 

Escolas estaduais recebem kits com álcool e máscaras de proteção individual

São três litros de álcool e dez máscaras para cada unidade escolar que deverá busca-los na Assessoria Pedagógica de sua cidade

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) começa a distribuir kits com álcool 70% e máscaras de proteção individual para todas as unidades escolares da rede estadual. São três litros de álcool e 10 máscaras para cada unidade escolar cujos gestores deverão busca na Assessoria Pedagógica de sua cidade. A entrega iniciou pelas Assessorias de Cuiabá e Várzea Grande.

Segundo o superintendente administrativo da Seduc, Artur Barros, os produtos atendem a campanha “Eu Cuido de Você, Você Cuida de Mim”, do Governo Estadual, que ressalta a necessidade do uso de máscaras para se proteger e evitar a contaminação do coronavírus, além de proteger também as pessoas que estão no seu convívio.

“No início desta semana, já entregamos os produtos nas duas Assessorias. A próxima etapa será levar para o interior do Estado. Todas as escolas estaduais receberão”, destaca o superintendente.

Em Várzea Grande, os assessores separaram os produtos e entraram em contato com os diretores das escolas para fazer a entrega. Para que todos recebam e não haja aglomeração, os assessores fizeram uma escala de entrega.

Uso de máscaras é obrigatório em estabelecimentos públicos e privados de MT

O uso do acessório é recomendado também pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde

Já está em vigor a lei que torna obrigatório o uso de máscaras de proteção em estabelecimentos privados para evitar contágio do coronavírus. A medida foi aprovada recentemente na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e publicada no Diário Oficial. O não cumprimento acarretará em multa no valor de R$ 80 por pessoa sem máscara, seja ela cliente ou funcionário. 

Os estabelecimentos públicos e privados que estiverem em funcionamento em qualquer município do Estado de Mato Grosso deverão exigir o uso do acessório de proteção facial, ainda que artesanal, por seus funcionários, colaboradores e clientes para acesso às suas dependências. 

A distribuição das máscaras também foi autorizada. As ações de fiscalização serão conduzidas por órgãos de vigilância sanitária estadual e municipais, assim como o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCONs). A aplicação de multa será efetivada a partir do dia 5 de maio de 2020 e será obrigatoriamente precedida de notificação de advertência expedida pelos órgãos de fiscalização.

Governo libera R$ 500 milhões para compra de produtos da agricultura familiar

O governo federal vai destinar R$ 500 milhões para a compra de produtos da agricultura familiar, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). A suplementação orçamentária foi articulada entre os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Ministério da Economia e o Ministério da Cidadania, que executa o PAA.

A Medida Provisória 957/2020, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (27) e abre crédito extraordinário em favor do Ministério da Cidadania para ações de segurança alimentar e nutricional, no âmbito do enfrentamento ao novo Coronavírus. 

Por meio do PAA, agricultores, cooperativas e associações vendem seus produtos para órgãos públicos e os alimentos são destinados a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, à rede socioassistencial, aos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e à rede pública e filantrópica de ensino.

Coral UFMT completa 40 anos e lança selo comemorativo

Em paralelo, prepara apresentação comemorativa com canções de Milton Nascimento para após a pandemia

O Coral da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) completa, nesta quarta-feira, 29 de abril, 40 anos de história. Para comemorar a trajetória de sucesso, a instituição preparou uma série de ações, entre elas, o lançamento de selo personalizado comemorativo.

A maestrina Dorit Kolling explica que selo, criado por Maurício Mota, designer gráfico e atual Gerente de Projetos Culturais da Coordenação de Cultura e Vivência da UFMT/PROCEV, será utilizado durante o ano de 2020 em peças de divulgação, publicações, vídeos e redes sociais, com o objetivo de demarcar as ações que integram o calendário de festividades.

Dorit ressalta ainda que, em tempos de combate à pandemia do coronavírus, as atividades presenciais, como o concerto em comemoração às quatro décadas de criação, precisaram ser repensadas. “Enquanto nos preparamos em casa para o retorno aos ensaios, vamos presentear o público mato-grossense, por meio das nossas redes sociais (Facebook e Instagram), com vídeos de concertos e relembrando canções que fazem parte do nosso extenso repertório”. 

Paróquia Nossa Senhora Aparecida retoma celebrações presenciais nesta quarta-feira

As missas presenciais reiniciam nesta quarta-feira, 29, na Igreja Matriz, com duas celebrações – às 18h e às 19h30

A Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Tangará da Serra retomará as celebrações presenciais a partir desta quarta-feira, dia 29 de abril, seguindo as recomendações do Decreto Municipal 170/2020, que regula a abertura de igrejas e outros locais para a realização de atividades coletivas e reuniões públicas de cunho religioso, assim como do Decreto 134/2020, do Bispo Diocesano de Diamantino, Dom Vital Chitolina, que trata da participação dos fieis nas celebrações litúrgicas e demais atividades pastorais em tempo de pandemia do novo coronavírus. 

Assim, de acordo com o pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Frei Luciano de Souza Santos, as missas presenciais reiniciam nesta quarta-feira, 29, na igreja Matriz, com duas celebrações – às 18h e às 19h30.

Na quinta a celebração será na Comunidade São Luiz Gonzaga, às 19h30; e na sexta-feira (feriado), serão seis celebrações, sendo na Matriz às 16h, e nas comunidades em diferentes horários: às 17h30 na São Paulo, às 19h na Nossa Senhora Aparecida, e às 19h30 nas comunidades Sagrado Coração de Jesus, São Cosme e Damião e também Nossa senhora de Fátima.

No sábado serão mais duas missas na Igreja Matriz, às 17 e 19 horas; assim como na Comunidade Santa Isabel, às 17 e 19h; Santa Clara, às 19h; e Divino espírito Santo, também às 19h.

Texto de consenso sobre auxílio a estados e municípios deve ser votado no sábado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, deve relatar o PLP 149/2019, projeto que prevê compensação a estados e municípios pela perda de arrecadação provocada pela pandemia de coronavírus. Nesta segunda-feira (27), ele anunciou que pretende entregar a minuta do relatório na quinta-feira (30), para que cada senador possa analisar o texto — um substitutivo à proposta já aprovada na Câmara dos Deputados. A matéria deverá ser votada em sessão remota extraordinária deliberativa prevista para sábado, 2 de maio, às 16h. A ideia é entregar a proposta de volta para os deputados federais na segunda-feira (4).

— Vou conversar com o presidente [da Câmara dos Deputados] Rodrigo Maia, na reunião do projeto emergencial dos estados e dos municípios, para ver se a gente pode deliberar um texto sobre o qual já exista acordo — adiantou. 

Além disso, Davi Alcolumbre busca um texto de consenso entre Congresso e governo: ele se reuniu, nesta segunda-feira, com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para tratar do assunto.

Publicada a portaria com ajuste das receitas do Fundeb de 2019

O demonstrativo de ajuste anual do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) do exercício de 2019 foi publicado pelo Ministério da Educação (MEC). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa sobre a Portaria Interministerial 1/2020 publicada na noite de sexta-feira, 24 de abril, em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Em 2019, a receita total do Fundeb foi estimada em R$ 166,6 bilhões, pela Portaria Interministerial 3/2019. Mas, o valor efetivamente realizado foi de R$ 167,9 bilhões, o que é 0,8% maior que o previsto. Em decorrência dessa diferença entre os valores da receita estimada do Fundo e da receita consolidada no ano anterior, o ajuste atinge os Estados beneficiários da complementação da União.

É importante lembrar que a complementação da União ao Fundeb corresponde a 10% do valor da contribuição dos Estados, Distrito Federal e Municípios ao Fundo e, no seu total, estão incluídos os 10% que deveriam ser destinados à integralização do piso salarial dos professores da educação básica. Estes valores, entretanto, têm sido redistribuídos igualmente pela matrícula.

UTI Aérea do Estado de Mato Grosso já está em atividade

Estrutura própria passou a funcionar nesta segunda-feira e está à disposição da Central da Regulação da SES

A estrutura própria de Unidade de Terapia Intensiva Aérea em Mato Grosso passou a funcionar nesta segunda-feira (27.04). Caberá agora à Central de Regulação da Secretaria de Estado de Saúde (SES) solicitar ao Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), o avião turbo-hélice Chayenne para buscar o paciente e levar ao local devidamente regulado. 

A atividade de transporte aeromédico foi instituída por meio do Termo de Cooperação Técnica n° 405/2019, firmado entre a SES e a Sesp, visando economia aos cofres públicos, já que antes, todo o serviço era locado. De acordo com a Secretaria Adjunta de Regulação, Controle e Avaliação, a SES gasta uma média de R$ 1,5 milhões por mês – R$ 18 milhões ao ano – com a contratação do serviço de UTI Aérea e realiza aproximadamente 70 voos mensais.

Atualmente, o Estado paga R$ 21,65 por quilômetro voado e contrata, em média, 70 mil quilômetros por mês. Desses 70 voos realizados por mês, a SES estima que de 20 a 23 sejam substituídos pela aeronave do Estado. Com o incremento, o Governo prevê uma economia inicial de R$ 5 milhões ao ano, com transporte de paciente em situação de emergência.

MT tem o segundo menor número de pacientes em UTIS para Covid-19 no país

Mato Grosso possui 99 leitos de UTI exclusivos para pacientes com coronavírus, pelo Sistema Único de Saúde. Desses, cinco estão sendo utilizados por pacientes com Covid-19, ou seja, 4,8%

O Estado de Mato Grosso tem a segunda menor taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) para os pacientes de covid-19, dentre todos os estados bresileiros.

A informação consta em levantamento divulgado nesta segunda-feira (27.04) pelo site G1 (leia a matéria AQUI).

O levantamento mostrou ainda que Mato Grosso possui 99 leitos de UTI exclusivos para pacientes com coronavírus, pelo Sistema Único de Saúde. Desses, cinco estão sendo utilizados por pacientes com covid-19, ou seja, 4,8%.

Conforme o G1, MT fica atrás apenas de Mato Grosso do Sul, cuja taxa de ocupação é de 2,6%.

Unemat organiza evento online e gratuito que abordará a atuação dos comitês de enfrentamento ao coronavírus

Nesta quarta-feira, 29, o evento “A pandemia do coronavírus: Ações, discussões e debates sobre a Covid-19” abordará a atuação dos comitês de enfrentamento à pandemia que foram instituídos por diversos governos estaduais, municipais e instituições. Na ocasião os participantes terão oportunidade de conhecer para que serve, como funciona, quem compõe, como é a rotina de trabalho e outras informações sobre a temática.

Para falar sobre o assunto, a convidada é a enfermeira Ana Cláudia Pereira Terças Trettel, professora do curso de Enfermagem da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em Tangará da Serra. Ana Cláudia é doutora em Medicina Tropical e faz parte dos Comitês de Acompanhamento e Enfrentamento ao Covid-19 do município de Tangará da Serra e da Universidade.

O evento, organizado por um projeto de extensão da Unemat, é gratuito, aberto a todos e concede certificado de participação de 8h. Com transmissão on-line, os participantes podem interagir enviando perguntas via chat. Para se inscrever, basta preencher o formulário disponível em: http://siec.unemat.br/eventos/1web-conf%20covid-19/. No dia da transmissão o inscrito receberá via e-mail um link para participar

Sebrae comemora 20 anos do Dia Mundial da Educação

Nova página no Portal Sebrae reúne iniciativas de Educação Empreendedora com conteúdos e ferramentas interativos para professores e alunos

Nesta terça-feira, 28, o mundo inteiro comemora o Dia da Educação. A data foi oficializada há 20 anos durante o Fórum Mundial de Educação, realizado em 2000, na cidade de Dakar, no Senegal, com a presença de líderes de 164 países, incluindo o Brasil. Para o Sebrae, a data é um momento para destacar a importância de uma educação que desenvolva uma visão empreendedora da vida, principalmente diante das constantes mudanças da economia do século XXI e o surgimento de novas formas de trabalho e emprego. 

“A Educação Empreendedora desenvolve pessoas com postura proativa, atitudes e mentalidade para encontrar soluções para os mais diversos problemas, seja em uma carreira específica ou abrindo uma empresa. Neste momento que estamos atravessando o conhecimento é essencial para garantir que o empresário tenha capacidade de atravessar a crise, por isso o Sebrae está adotando medidas emergenciais para apoiar”, explica o diretor Técnico do Sebrae, Bruno Quick.

Campanha “Máscara faz bem” incentiva e une a população de MT

A iniciativa é do deputado Dr. Eugênio- representante da região do Araguaia e presidente da Comissão de Saúde e Previdência Social da ALMT

Uma foto postada nas redes sociais (facebook e instagram) do deputado Dr. Eugênio (PSB), no último fim de semana, deu inicio a uma campanha que tem como objetivo incentivar e unir a população de Mato Grosso em prol do uso da máscara no combate à Covid-19.

Intitulada com a hashtag #MASCARAFAZBEM, o parlamentar lançou um desafio: “As rotinas, aos poucos, voltarão ao normal. Precisamos nos proteger. O uso de máscaras é fundamental. Faço aqui um desafio a três amigas para postarem fotos com máscaras: Janaina Riva, Clélia Valadão e Marinalva Silva”, escreveu.

E não demorou muito para que as fotos começassem a aparecer no feed e no story das pessoas desafiadas. “A brincadeira é séria. Queremos mostrar que uma foto pode passar despercebida, mas o que importa é a prevenção, o nosso cuidado”, disse Dr. Eugênio.

Famílias de baixa renda têm desconto garantido na conta de luz a partir de hoje (27)

Sob o n° 11.113/2020 a medida sancionada hoje (27) vai valer durante todo o período da emergência de saúde pública decorrente da pandemia de Coronavírus

O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, sancionou hoje (27) o Projeto Lei nº 328/2020 que tira a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da conta de energia elétrica dos consumidores que se enquadrarem na categoria baixa renda. Pelo menos 147 mil famílias serão beneficiadas com a proposta de autoria do Executivo, aprovada por unanimidade pelos deputados estaduais na semana passada.

Sob o n° 11.113/2020 a nova lei vai valer durante todo o período da emergência de saúde pública decorrente da pandemia de Coronavírus. A aprovação da medida se deu após assinatura do convênio 42 aprovado no Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) - que contou com a participação de 16 estados, incluindo Mato Grosso.

O vice-líder do governo no Legislativo e presidente da Comissão de Fiscalização Acompanhamento e Execução Orçamentária (CFAEO), deputado Romoaldo Júnior (MDB) destaca o alcance social da propositura. "O importante é que a Assembleia, juntamente com o governo, continue encontrando medida emergencial para conter os efeitos negativos da pandemia do novo coronavírus. As pessoas não podem deixar de comer para pagar conta de luz. Mais que justa essa lei”.

Biblioteca Estevão de Mendonça ensinará Libras nas redes sociais

O projeto "Momento Libras" reunirá uma série vídeos que serão disponibilizados gratuitamente toda semana

A Biblioteca Pública Estadual Estevão de Mendonça lança nesta segunda-feira (27.04) o projeto “Momento Libras”. A ideia disponibilizará gratuitamente pela internet vídeos com conteúdo em Língua Brasileira de Sinais (Libras) para o público interessado em aprender um pouco sobre esse meio de expressão e comunicação.

O primeiro vídeo traz o alfabeto em Libras e estará disponível nas redes sociais da Biblioteca (Youtube, Facebook e Instagram) nesta terça-feira (28.04). De acordo com o coordenador do projeto, Carlos Santos, toda semana o público poderá acessar um novo vídeo com conteúdo diferente. Para começar, serão abordados temas como abecedário, números, saudações, família, cores, pronomes, verbos, expressões que remetem a piadas ou humor, e até mesmo diálogos com e sem legenda para os participantes praticarem o conhecimento.

“Ao se pensar na implementação de política das diferenças e discutir acerca dos aspectos da educação inclusiva no âmbito das bibliotecas, o projeto ‘Momento Libras’ visa à capacitação de profissionais da educação, alunos da rede de ensino e toda a sociedade, disponibilizando componentes curriculares do ensino de Libras. Assim poderão ser utilizados como recurso pedagógico em sala de aula ou mesmo no dia a dia das pessoas", explica Carlos.

Estado tem o 5º menor número de óbitos do país; taxa de letalidade é de 4%

Em números de casos, Mato Grosso é o quarto menor do ranking nacional

Com 10 óbitos em 250 casos contabilizados, Mato Grosso, cuja letalidade é de 4%, está entre os 13 Estados com as menores taxas registradas no país. O número representa menos de 60% da média nacional, de 6,8% (4.205 óbitos para 61.888 casos registrados no domingo, 26) e está bem abaixo dos 9,8% da Paraíba, que contabiliza 49 mortes em 499 casos.

Os dados do número de casos confirmados foram contabilizados com informações disponíveis no Boletim Informativo de domingo (26.04). A décima morte constará no boletim desta segunda-feira (27.04).

Em números de casos, Mato Grosso é o quarto menor do ranking nacional, atrás de Tocantins (58), com 1,572 milhão de habitantes; Sergipe (159), 2,298 milhões de habitantes; e Mato Grosso do Sul (234), 2,778 milhões habitantes. 

MP destina mais R$ 25,7 bilhões para auxílio emergencial durante pandemia

O Poder Executivo publicou na sexta-feira (24) a Medida Provisória MP 956/20, que destina crédito extraordinário de R$ 25,720 bilhões ao Ministério da Cidadania. Os recursos serão usados no pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a pessoas em situação de vulnerabilidade em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Na quinta-feira (23), o ministério havia informado que precisava desse montante para pagar os benefícios. Sem o dinheiro, a antecipação para esta semana a segunda das três parcelas acabou adiada, já que técnicos do Ministério da Economia alertaram que poderia ser configurada uma “pedalada” – jargão para operações financeiras atípicas.

Conforme a MP, R$ 23,050 bilhões são oriundos do superávit financeiro de exercícios anteriores, que integra o caixa único do Tesouro Nacional e em geral é usado para quitar dívida. Outros R$ 2,699 bilhões resultam da arrecadação com a [[g Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL)]], um dos tributos que financiam a seguridade social.

Sicredi é destaque no ranking Top Asset, que avalia fundos de investimento de mais de 140 gestoras de recursos do Brasil

Instituição financeira cooperativa registrou um dos maiores índices de crescimento em Fundos de Previdência nos últimos 12 meses 

Em mais um ano o Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 4,5 milhões de associados e atuação em 22 estados brasileiros e no Distrito Federal – é destaque no ranking Top Asset, da revista Investidor Institucional, principal canal de comunicação do país com profissionais que atuam nos segmentos de fundos de pensão, regimes próprios de previdência e gestão de recursos. 

Entre os destaques, o ranking classificou o Sicredi em Recursos Provenientes de Previdência Aberta: a instituição registrou o terceiro maior crescimento nos últimos 12 meses e o quinto melhor desempenho nos últimos seis meses. Vale ressaltar também que, na classificação geral, o Sicredi ocupa o 18º lugar entre as mais de 140 gestoras de recursos avaliadas no Brasil, com mais de R$ 32,8 bilhões de recursos sob gestão. 

Segundo Ricardo Sommer, diretor de Recursos de Terceiros no Sicredi, o bom desempenho no ranking reflete a atuação transparente da instituição e o foco em garantir cada vez mais segurança e maior aderência aos retornos esperados pelos associados investidores. “No Sicredi, além do controle rígido sobre exposição a eventuais riscos, buscamos disponibilizar as oportunidades mais rentáveis aos associados de acordo com o cenário econômico, os seus propósitos e suas necessidades”, afirma. 

Campanha Vem Ser Mais Solidário já alcançou 21 mil famílias em todo o Estado

Em 15 dias, ação coordenada pela primeira-dama Virginia Mendes já chegou a 106 cidades e prioriza famílias de extrema pobreza

Em 15 dias, o Governo do Estado de Mato Grosso já atendeu mais de 21 mil famílias carentes em todo o Estado com a distribuição de cestas básicas e kits de material de limpeza da campanha ‘Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus’.

As doações começaram a ser realizadas no dia 11 de abril e, até o momento, 106 cidades já receberam os alimentos, incluindo Cuiabá, onde as entregas foram realizadas diretamente para instituições filantrópicas, com foco naquelas que realizam atendimentos a pessoas consideradas de grupo de risco, tais como, idosos e pessoas em tratamento de doenças como câncer, diabetes. Além, é claro, de famílias em situação de extrema pobreza, que moram em regiões como entornos de aterros sanitários (lixões) e bairros periféricos.

A campanha, coordenada diretamente pela primeira-dama Virginia Mendes, em conjunto com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), continua até que todas as cidades sejam contempladas, e tem como foco minimizar os efeitos que a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) tem causado na vida dos mais pobres. 

Governo finaliza obras de pontes de concreto e melhora acesso nas rodovias estaduais

Foram concluídas as obras de mais três pontes de concreto nas rodovias MT-322, 110 e 242

O Governo concluiu mais três pontes de concreto nas rodovias MT-322, 110 e 242 que vão beneficiar todo o Estado, melhorando o acesso à população aos municípios de Matupá, Novo Mundo, Tesouro, Juara e Brasnorte. As obras foram executadas para substituir pontes de madeira e fazem parte de um compromisso do Governo do Estado de concluir as que foram paralisadas em gestões anteriores.

Na rodovia MT-242, na divisa entre Juara e Brasnorte, foi finalizada a obra da ponte sobre o Rio Sangue I. A ponte de concreto tem 214 metros e substitui a ponte de madeira que era a segunda maior ponte deste tipo material existente em Mato Grosso.

Medidas adotadas pelo Governo auxiliam contribuintes durante a pandemia

Repasses do governo federal foram muito escassos até agora

Em pouco mais de 30 dias, o Governo de Mato Grosso adotou diversas medidas econômicas e tributárias para amenizar os impactos da pandemia para as empresas e cidadãos mato-grossenses. As ações foram relembradas pelo secretário de Fazenda, Rogério Gallo, na quinta-feira (23.04), na Assembleia Legislativa, com representantes dos Três Poderes e da imprensa.

Na ocasião, Rogério Gallo apresentou um panorama econômico com dados referentes à arrecadação estadual e ao faturamento das empresas, comparando períodos de antes e após início da pandemia do novo coronavírus. A audiência durou cerca de quatro horas e contou com a participação dos deputados estaduais e representantes do Ministério Público, Tribunal de Justiça e Tribunal de Contas.

Dentre as medidas já adotadas pelo Executivo Estadual está a prorrogação de obrigações acessórias, da validade das Certidões Negativas de Débitos, tributários e não tributários e da cobrança do IPVA 2020. O pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) das empresas enquadradas no Simples Nacional também foi postergado.

Sábado (25): Mato Grosso registra 247 casos confirmados e nove óbitos por Covid-19

De acordo com o boletim da SES, 91 pacientes estão em isolamento domiciliar, 20 estão hospitalizados e 127 já se recuperaram

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (25.04), 247 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados nove óbitos em decorrência do coronavírus. A nona morte foi notificada pelo município de Sinop e envolveu um profissional da saúde municipal. 

Os casos confirmados estão em Cuiabá (124), Rondonópolis (36), Sinop (20), Várzea Grande (12), São José dos Quatro Marcos (6), Primavera do Leste (6), Mirassol D’Oeste (6), Tangará da Serra (5), Cáceres (4), Barra do Garças (3), Rio Branco (2), Aripuanã (2), Vila Bela da Santíssima Trindade (1), União do Sul (1), Querência (1), Pontes e Lacerda (1), Pontal do Araguaia (1), Nova Mutum (1), Nova Monte Verde (1), Lucas do Rio Verde (1), Lambari D’Oeste (1), Jaciara (1), Ipiranga do Norte (1), Conquista D’oeste (1), Confresa (1), Canarana (1), Campo Novo do Parecis (1), Alta Floresta (1) e residentes de outros Estados (5).

Governador atende prefeitos e adia retorno das aulas em Mato Grosso

 Após reunião, ficou decidido por manter a suspensão das atividades escolares

O governador Mauro Mendes determinou a continuidade da suspensão das aulas na rede pública e privada de Mato Grosso, por tempo indeterminado, em razão do coronavírus. As aulas estão suspensas desde o dia 23 de março.

A decisão foi tomada nesta sexta-feira (24.04), e atende aos pedidos de dezenas de prefeitos e da diretoria da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). 

Nesta semana, o Governo havia anunciado a possibilidade de retorno das aulas no dia 4 de maio, data em que o Estado contará com 1.273 leitos SUS exclusivos para tratar a covid-19. 

Fecomércio-MT pede antecipação da reabertura dos shopping centers para a primeira semana de maio

Em reunião com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, nesta sexta-feira (24), o presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior e outros representantes do comércio, discutiram sobre o retorno gradativo do setor a partir de segunda-feira (27).

No encontro na sede do Palácio Alencastro, o gestor municipal e as lideranças do comércio acataram as medidas condicionadas no Termo de Compromisso – que visa garantir a biossegurança para evitar a disseminação do coronavírus (Covid-19), com base no decreto nº 7.886.

O comércio está permitido a reabrir no horário das 10h até 16h, entretanto, a frota dos ônibus continua em apenas 30%. Os usuários devem comprovar que estão indo ou retornando do trabalho, portanto, devem estar munidos com o crachá de identificação, uniformizados ou com a carteira de trabalho devidamente registrada.

Fávaro reúne com Mendes e discutem PLC da recomposição das perdas dos Estados

De acordo com o senador, o Governo Federal tem apresentado diversas medidas emergenciais nas áreas de saúde e econômica, para auxiliar os cidadãos

O senador Carlos Fávaro (PSD) esteve reunido na tarde desta quinta-feira (23) com o governador Mauro Mendes, no Palácio Paiaguás. Durante a visita, que contou ainda com a presença do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o senador se colocou à disposição do Estado para aprovação e encaminhamentos de leis que beneficiem os cidadãos mato-grossenses.

De acordo com Fávaro, neste momento de pandemia, o Governo Federal tem apresentado diversas medidas emergenciais nas áreas de saúde e econômica, para auxiliar os cidadãos. “Já estou inteirado dos projetos que estão sendo discutidos e vou trabalhar para que Mato Grosso esteja sempre bem representado, transformando nossas vitórias no Senado em mais benefícios para a sociedade”, afirmou.


Unemat de Tangará da Serra produz e entrega máscaras de tecido para Instituto Resgate João Luiz Pizzato

O Câmpus da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em Tangará da Serra realizou ontem (23) a entrega de 90 máscaras de tecido para a Comunidade Terapêutica Resgate e Liberdade, também conhecida pelo nome Instituto Resgate João Luiz Pizzato. As máscaras foram confeccionadas por um grupo de professores do curso de Ciências Biológicas.

O material, entregue gratuitamente, será utilizado como medida de prevenção à Covid-19 por mais de 80 recuperandos que são atendidos pelo Instituto. “Temos muitos idosos que precisam usar a máscara direto aqui na Comunidade Terapêutica. Além disso, nossos dormitórios são coletivos, logo essa ação é de suma importância.”, ressaltou o conselheiro terapêutico do Instituto, Evânio Francisco Borges.

Um pequeno panfleto, que acompanha cada máscara, indica como se deve colocar, retirar e higienizar o material após o uso. Ações como esta reforçam o papel da atuação da Universidade. “Devemos ajudar o próximo a contribuir na prevenção da disseminação do coronavírus e fazer com que continuemos nossas ações para a comunidade”, afirma a professora Angélica Massarolli, que faz da ação.

Quem tem auxílio emergencial negado pode fazer nova solicitação

Pedido de revisão de análise pode ser feito no aplicativo

O cidadão que tiver o auxílio emergencial de R$ 600,00 negado pode agora contestar o resultado da análise e pedir novamente o benefício diretamente pelo aplicativo ou site do programa. A atualização nas plataformas foi feita a partir desta segunda-feira (20), informou a Caixa Econômica Federal.

No aplicativo ou no site, quem receber o aviso de “benefício não aprovado” pode verificar o motivo e fazer uma contestação. Se o aviso for de “dados inconclusivos”, o solicitante pode fazer logo a correção das informações e entrar com nova solicitação, de acordo com a Caixa.

A responsável por informar o motivo do auxílio emergencial não ter sido aprovado é a Dataprev, estatal federal de tecnologia que analisa os dados informados pelo solicitante. O resultado é depois homologado pelo Ministério da Cidadania.

Sergio Moro confirma saída do Ministério da Justiça

Anúncio foi feito em pronunciamento nesta manhã

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu demissão do cargo, deixando o governo do presidente Jair Bolsonaro após quase 16 meses à frente da pasta. Ao anunciar sua decisão, Moro lamentou ter que reunir jornalistas e servidores do órgão em meio à pandemia do novo coronavírus para anunciar sua saída, mas esta foi “inevitável e não por opção minha”.

Em um pronunciamento de 38 minutos, Moro afirmou que pesou para sua decisão o fato de o governo federal ter decidido exonerar o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo. O decreto de exoneração foi publicado hoje (24), no Diário Oficial da União. É assinado eletronicamente pelo presidente Jair Bolsonaro e por Moro, e informa que o próprio Valeixo pediu para deixar o comando da corporação.

O ministro, no entanto, afirmou que não assinou o decreto e que o agora ex-diretor-geral da PF não cogitava deixar o cargo. “Não é absolutamente verdadeiro que Valeixo desejasse sair”. Para o ministro, a substituição do diretor-geral, sem um motivo razoável, afeta a credibilidade não só da PF.

Lúdio Cabral sugere audiências mensais com Sefaz para acompanhar impacto da pandemia nas finanças de Mato Grosso

Apresentação da Secretaria de Fazenda mostrou que em 2020 governo arrecadou R$ 824 milhões a mais com ICMS e Fethab

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) sugeriu que a Assembleia Legislativa realize audiências com o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, todos os meses, enquanto durar a pandemia da Covid-19. Apesar de os números apresentados pela Sefaz na quinta-feira (23) mostrarem que, até o momento, a arrecadação deste ano está maior que a do ano passado, Lúdio considera importante monitorar mensalmente a situação da receita e da despesa para avaliar os impactos da pandemia e da redução da atividade econômica nas finanças de Mato Grosso.

“É importante acompanharmos o impacto na arrecadação estadual e eventuais alterações nas despesas, pois o cenário da pandemia é dinâmico. As medidas de isolamento social reduziram a velocidade de expansão do coronavírus e por isso é importante mantê-las. Mas também é preciso assegurar a prestação dos serviços essenciais, os direitos dos servidores, a proteção dos trabalhadores da iniciativa privada e dos setores econômicos mais afetados”, afirmou Lúdio.

Casos de dengue em MT chegam a 26,5 mil e SES alerta prefeituras

Estado orienta o fortalecimento do combate às arboviroses; alto risco é registrado em 81 dos 141 municípios mato-grossenses

Mato Grosso registrou 26.500 casos de dengue e atingiu 300 ocorrências para cada 100 mil habitantes. A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) alerta os gestores municipais para que intensifiquem o combate à dengue, zika e chikungunya, devido ao alto risco registrado em 81 dos 141 municípios mato-grossenses.

A incidência de dengue que, no ano de 2019 era de 205,9, subiu para 792,3 a cada 100 mil habitantes – os dados consideram os quatro primeiros meses de 2020 (parcial até o dia 23/04/2020). O Boletim Epidemiológico divulgado pela SES nesta sexta-feira (24.04) aponta 13 mortes causadas pela dengue grave; esses registros de óbitos estão distribuídos entre 10 municípios.

Os municípios com maior registro são: Sinop com 6.319 casos, 3 óbitos confirmados e 1 óbito em investigação; Rondonópolis com 1.162 casos e 1 óbito; Cuiabá com 375 casos e Várzea Grande com 232 casos de dengue. O município de Várzea Grande também registrou 28 casos de chikungunya e um óbito pela doença.

Mesmo com queda de arrecadação, governador garante pagamento de abril em dia

Mauro Mendes afirmou que o Governo tem feito todos os esforços para evitar impacto financeiro aos servidores e à população

O governador Mauro Mendes afirmou que o calendário de pagamento dos servidores públicos estaduais, referente ao mês de abril, será pago rigorosamente em dia, ou seja, no dia 8 de maio.

Mendes assegurou que o pagamento ocorrerá em parcela única, como já tem ocorrido desde o início do ano.

Apesar da queda significativa de arrecadação decorrente dos efeitos do coronavírus, o governador explicou que a gestão tem feito todos os esforços para evitar impactos financeiros aos servidores e aos cidadãos como um todo.

Boletim Diário do coronavírus em Tangará da Serra

Tangará da Serra pela vida, contra o Coronavírus

O Comitê Interinstitucional de Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra, está publicando diariamente um Boletim Diário atualizado.

A alerta está sendo feita, "se apresentar tosse, febre e dificuldade para respirar, ligue para: (65) 98475-2388 / 98472-2328 / 98459-1926 / 98472-4093".

Fonte: Humberto Ferreira - Da Redação

Fecomércio-MT é contra lei que multa comerciantes em R$ 80 para cada pessoa sem máscara em lojas do estado

O comerciante de Mato Grosso será, mais uma vez, penalizado caso pessoas sejam flagradas dentro de estabelecimentos comerciais sem máscaras de proteção neste período de pandemia provocado pelo coronavírus (Covid-19). A Lei nº 1.110/2020, de autoria do Governo do Estado, foi aprovada pela Assembleia Legislativa na quarta-feira (22) e estabelece multa de R$ 80 para cada pessoa sem o equipamento de proteção individual, seja funcionário ou cliente.

A Fecomércio-MT, através do seu presidente José Wenceslau de Souza Júnior, se manifestou contrário à lei e reforçou a fragilidade do comerciante por ter que permanecer a mais de 30 dias de portas fechadas. “A grande maioria do empresariado que pretende reabrir já não tem dinheiro em caixa”, criticou.

Wenceslau acrescentou as diversas responsabilidades impostas via decretos, em fornecer máscaras a colaboradores e o acesso fácil a álcool em gel 70%, além de realizar a higienização dos estabelecimentos comerciais para a reabertura de lojas em diversos municípios. “Jogar mais uma responsabilidade para o comerciante é um absurdo. Nos manifestamos perante o governador e o notificamos dessa contrariedade, pois isso não é mais uma responsabilidade nossa”.

Quinta-feira (23): Mato Grosso registra 221 casos confirmados e sete óbitos por Covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (23.04), 221 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados sete óbitos em decorrência do coronavírus. A sétima morte foi notificada nesta quinta-feira pelo município de Rondonópolis. 

Os casos confirmados estão em Cuiabá (108), Rondonópolis (35), Sinop (14), Várzea Grande (12), Primavera do Leste (6), Tangará da Serra (5), São José dos Quatro Marcos (5), Mirassol D’Oeste (5), Cáceres (4), Barra do Garças (3), Rio Branco (2), Jaciara (2), Aripuanã (2), Vila Bela da Santíssima Trindade (1), União do Sul (1), Pontes e Lacerda (1), Pontal do Araguaia (1), Nova Mutum (1), Nova Monte Verde (1), Lucas do Rio Verde (1), Lambari D’Oeste (1), Ipiranga do Norte (1), Conquista D’oeste (1), Confresa (1), Canarana (1), Campo Novo do Parecis (1), Alta Floresta (1) e residentes de outros Estados (4).

Nas últimas 24 horas, surgiram 16 confirmações nos municípios de Cuiabá (6), Rondonópolis (2), Sinop (1), Várzea Grande (1), Primavera do Leste (2), São José dos Quatro Marcos (1), Jaciara (1), Pontal do Araguaia (1) e Confresa (1). 

Servidores da Polícia Judiciária Civil poderão receber auxílio financeiro durante a pandemia

O projeto de lei é de autoria do deputado Paulo Araújo

O Poder Executivo poderá implantar auxílio financeiro aos servidores da Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso, durante o período que perdurar o Decreto nº 424/2020 de 25/03/2020 do Poder Executivo estadual que declara estado de calamidade pública no âmbito da administração pública estadual, em razão dos impactos socioeconômicos e financeiros decorrentes da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

A proposta é de autoria do deputado estadual Paulo Araújo (PP) que apresentou na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) o projeto de lei n° 323/20 na busca de disponibilizar esse auxilio a categoria.

“Devemos valorizar o trabalho desses servidores. O auxílio financeiro seria sobretudo para custear despesas extraordinárias que vem suportando em razão da necessidade redobrada de cuidados sanitários próprios no combate à Covid-19”, reiterou Araújo.

Secretário de Fazenda apresenta radiografia das finanças públicas aos deputados

Foram mais de quatro horas de debate em torno dos números tributáveis do Estado com base em informações de janeiro a abril

O secretário de Estado de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, que esteve em teleconferência com os deputados estaduais em plenário, na Assembleia Legislativa, das 9 horas da manhã até às 13 horas desta quinta-feira (23), apresentou um panorama de recessão econômica para este ano no Estado em função da pandemia do novo coronavírus que, para Gallo, é a maior crise global dos últimos cem anos. Segundo ele, o Estado vai ter que se reconstruir e a retomada econômica será lenta e gradual.

Antes de responder os questionamentos dos parlamentares, Rogério Gallo fez uma explanação com base em informações extraídas dos sistemas informatizados da SEFAZ, com base nos dados dos Documentos Fiscais eletrônicos emitidos diariamente e outras informações fiscais, bem como dados gerais relevantes de domínio e interesse público. A explanação do secretário considerou a média de faturamento diário de janeiro e fevereiro de 2020 em contraste com o faturamento diário registrado no período de 16 de março a 17 de abril.

Dentistas de Tangará da Serra se unem em ação solidária e arrecadam cestas básicas

Foram mais de 70 cestas básicas entregues às famílias carentes do Município

O momento é de solidariedade e amor. Solidariedade as pessoas que não podem sair de casa, solidariedade as pessoas que tem que sair de casa e, especialmente, solidariedade àquelas famílias que estão sem alimentos. 

Pensando nessas pessoas que passam por dificuldades alimentares neste momento de pandemia que cirurgiões dentistas de Tangará da Serra se uniram em uma grande ação solidária e arrecadaram mais de 70 cestas básicas, entregues às famílias carentes do Município. 

Senado aprova ampliação do auxílio emergencial para demais categorias

O senador Fávaro votou favorável e já encaminhou com os demais parlamentares sobre a celeridade no projeto que trata do auxílio aos estados e municípios

O Plenário do Senado Federal aprovou, na noite desta quarta-feira (22), a ampliação auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores de baixa renda prejudicados pela pandemia do coronavírus. 

“O substitutivo da Câmara, ao projeto do Senado, estende o benefício para outras categorias de trabalhadores informais e autônomos, como caminhoneiros, diaristas, garçons, catadores de recicláveis, motoristas de aplicativos, manicures, camelôs, garimpeiros, guias de turismo, artistas, taxistas, entre outros. Diversos mato-grossenses poderão ser contemplados a partir de agora”, afirma o senador de Mato Grosso, Carlos Fávaro (PSD).

SES é notificada sobre sétima morte por Covid-19 em MT

A morte foi registrada pelo município de Rondonópolis, que de acordo com o último Boletim Epidemiológico do Estado, possuía 33 casos confirmados de coronavírus

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) foi informada, nesta quinta-feira (23.04), sobre mais uma morte por Covid-19 em Mato Grosso – sendo este o sétimo óbito no Estado. A morte foi registrada pelo município de Rondonópolis, que de acordo com o último Boletim Epidemiológico do Estado, possuía 33 casos confirmados de coronavírus. 

Esse é o segundo óbito registrado pelo município. De acordo com os Boletins da SES, as outras mortes causadas em decorrência da Covid-19 em Mato Grosso envolveram residentes dos municípios de Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Cáceres, Aripuanã e Barra do Garças. 

Governo fará avaliação nos próximos 7 dias para decidir retorno às aulas

A intenção é ter segurança antes de tomar decisão pelo retorno das aulas nas escolas públicas e particulares

O Governo do Estado vai avaliar a evolução dos casos de coronavírus e a ocupação dos leitos hospitalares públicos em Mato Grosso pelos próximos sete dias, ou seja, até 30 de abril. A intenção é ter segurança antes de tomar decisão pelo retorno das aulas nas escolas públicas e particulares.

O Decreto 462/2020, publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado de quarta-feira (22.04), estabelece que caso a ocupação dos leitos hospitalares públicos exclusivos para a Covid-19 for menor que 60%, o retorno das atividades escolares está previsto para o dia 4 de maio.

Mauro anuncia que aulas serão retomadas em MT no próximo mês; veja data

O governador Mauro Mendes assinou novo decreto que determina que as aulas nas redes pública e privada poderão ser retomadas no dia 4 de maio se a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede pública for inferior a 60%. Hoje, de acordo com o governador, a ocupação é de 2,88%, considerando que são 104 leitos de UTIs do Sistema Único de Saúde e apenas três pessoas internadas. Dos mais de 400 leitos de enfermaria, há um único paciente com Covid-19 na rede pública.

Mais cedo, o governo do Estado divulgou o aumento do número de leitos exclusivos para pacientes com Covid-19, que vão chegar a 1.273 leitos, entre enfermaria e UTI até o dia 4 de maio.

Paulo Araújo quer gratuidade no transporte coletivo aos profissionais da saúde pública

A medida irá vigorar durante a pandemia pela Covid-19

O Projeto de Lei n° 424/20 isenta profissionais de saúde pública do pagamento da tarifa no transporte público coletivo enquanto perdurar a pandemia decorrente da Covid-19, em Mato Grosso. Segundo o texto, em tramitação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), a medida se aplica aos transportes coletivos públicos urbanos, semiurbanos e intermunicipais, operados por empresas públicas e/ou privadas.

O autor do projeto, deputado estadual Paulo Araújo (PP) ressalta a necessidade e crê que “irá facilitar o deslocamento desses profissionais contribuindo assim de maneira expressiva para suavizar os efeitos da crise no dia a dia”, disse o progressista.

O parlamentar ressalta ainda que a medida visa contribuir com os profissionais que estão no enfrentamento do coronavírus. "A linha de frente do combate a este vírus são os profissionais de saúde pública em todo o país, que mesmo às vezes sem condições, buscam exercer seu juramento de salvar vidas. Muitos deles encontram-se em situação de risco e mesmo assim realizam longas jornadas e se desdobram de frente nessa batalha. São heróis nessa guerra contra a Covid-19”, externou Paulo Araújo.

PM anuncia promoções e comemora Dia de Tiradentes com música durante live

O comandante, coronel Assis, agradeceu aos policiais pelo empenho e trabalho na orientação e protensão da sociedade

Em live nas redes sociais, realizada no início da noite desta terça-feira (21), pela primeira vez em 184 anos a Polícia Militar de Mato Grosso anunciou a promoção de 218 policiais, sendo 175 praças e 43 oficiais. As promoções ocorreram como parte das celebrações do Dia de Tiradentes (Joaquim José da Silva Xavier), patrono da Polícia Militar.

A transmissão ao vivo foi apresentada pelo comandante geral, coronel Jonildo José de Assis e pelo coordenador de Comunicação e Marketing Institucional da PM, tenente-coronel Luís Fernando Dias. Pelo Youtube e Instagram (@PMMT_Oficial), em diversas regiões de Mato Grosso, policiais promovidos fizeram a imposição das divisas dos novos postos.

De São Felix do Araguaia, a exemplo (1.200 km de Cuiabá), o 3º sargento Jesus recebeu em sua residência a nova divisa (símbolo do posto de graduação fixado na farda) e fez a troca durante a live. A esposa dele, a senhora Nilzete, impôs a nova identificação, a de 2º Sargento, na farda de Jesus. Jesus serve na 2ª Companhia de PM, unidade do 10º Comando Regional de Vila Rica. Também teve imposição de divisa no auditório do Comando Geral, alguns policiais representando os promovidos.

Energisa doa máscaras N95 para Santa Casa

- Equipamentos estavam em estoque próprio e serão repassados a unidades de saúde que são referência para tratamento da Covid-19;
- 30 mil máscaras de TNT foram compradas do SENAI – MT para distribuição a colaboradores

A Energisa Mato Grosso destinou 300 máscaras N95 para o Hospital Estadual Santa Casa. A unidade de saúde é referência para o tratamento de Covid-19 na capital do estado e a entrega foi feita na tarde da última segunda (20). De acordo com Patrícia Dourado Neves, diretora geral da unidade hospitalar, as máscaras serão usadas por quem está realmente de frente como vírus, como médicos, fisioterapeutas e enfermeiros.

“Tem sido muito difícil a aquisição de máscaras nesse momento no mundo inteiro. Por isso, as doações são presentes para nós. A N95 é uma máscara totalmente diferenciada e é reutilizável, por isso, é um produto de dificílima aquisição. Teremos critérios para entrega e orientações para uso, seguindo todos os fluxos para o melhor aproveitamento das máscaras”, conta, Patrícia, que ainda recomendou: “Agora é hora de conscientização. Você cuida e mim e eu cuido de você”.