Em congresso estadual de vereadores, vice-presidente da AL palestra sobre o uso das redes sociais nas candidaturas

O evento acontece nesta terça-feira (01), a partir das 7h30, no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros

A deputada estadual Janaina Riva (MDB), vice-presidente da Assembleia Legislativa, será uma das palestrantes do VI Congresso Estadual de Vereadores, promovido pela União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (Ucmmat), nesta terça-feira (01), no Teatro do Cerrado – Zulmira Canavarros.

O evento, que contará com a presença de vereadores de todo o estado, terá a partição do governador Mauro Mendes como um dos palestrantes. A programação conta também com o painel ‘Inovações para as eleições de 2020’, comandado pelos advogados Rodrigo Cyrineu e Júlio Moreira Júnior, oportunidade em que será aberta a palavra aos espectadores para tirar dúvidas sobre as regras para as eleições que se aproximam.

Segundo Janaina, quando recebeu o convite do presidente da Ucmmat, vereador Edclay Coelho, para falar sobre ‘A importância das mídias sociais na construção das candidaturas e dos mandatos eletivos’, sentiu-se extremamente honrada em poder trocar experiências com vereadores de todo o estado.

“Nesse painel, que será composto por mim, pela jornalista Laura Petraglia e pelo publicitário Marcus Paulo Valentim, que ajudou a construir todo conceito e linguagem das minhas redes sociais, vamos contar um pouco sobre como as redes sociais me ajudaram a ser a parlamentar estadual eleita com maior número de votos nas ultimas eleições. Espero contribuir com quem está pensando em disputar as próximas eleições”, finaliza.

Outro painel será o sobre Propaganda Eleitoral que terá como palestrante o juiz Lídio Modesto Da Silva.

Programação do evento:

07h30 – Credenciamento
08h00 – Abertura/Autoridades
08h45 – Palestra Governador Mauro Mendes
09h30 – Painel - A importância das mídias sociais na construção das candidaturas e dos mandatos eletivos - Palestrantes: Deputada Estadual Janaína Riva, publicitário Marcus Valentim e jornalista Laura Petraglia 
11h30 – INTERVALO/ ALMOÇO
13h30 – Painel - Propaganda Eleitoral – Palestrante: Juíz de Direito, Lídio Modesto Da Silva
14h30 – Painel – Inovações para as Eleições 2020 – Palestrante: Rodrigo Terra Cyrineu - Especialista em Direito Administrativo, Constitucional e Eleitoral pela Fundação Escola Superior do Ministério Público de Mato Grosso e Júlio César Moreira S. Junior - especialista em Direito Eleitoral, Improbidade Administrativa e Direito Constitucional.
16h00 – Papel do Vereador – Palestrante: Ver. Edclay Coelho – presidente da UCMMAT
17h00 - Encerramento

Fonte: LAURA PETRAGLIA / Gabinete da deputada Janaina Riva

Programa Nota MT ultrapassa marca de 150 mil cadastrados

Meta é chegar a 250 mil inscritos até o final do ano

O Programa Nota MT, da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), ultrapassou na manhã desta segunda-feira (30.09) a marca dos 150 mil contribuintes cadastrados, chegando já a 151.028. Em um mês, o número de participantes aumentou em quase 50%. No dia 30 de agosto, o programa tinha 101.915 consumidores cadastrados.

De acordo com o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, a meta é chegar a 250 mil consumidores cadastrados até o final deste ano.

“A população mato-grossense está percebendo a seriedade do programa e as vantagens de pedir para colocar o CPF nas notas de compras. Além da possibilidade de ser sorteado, pedir a nota fiscal é um exercício de cidadania fiscal. Estamos caminhando firmemente para atingir a meta prevista de 250 mil cadastrados”, afirma Rogério Gallo.

No próximo dia 10 de outubro, será realizado o terceiro sorteio mensal do programa em Sinop, o primeiro no interior do Estado. Irão concorrer os bilhetes relativos às compras realizadas no período de 1° a 30 de setembro. Para concorrer aos prêmios, além de pedir o CPF na nota fiscal, é preciso fazer o cadastro no Programa Nota MT. 

“Conclamamos os consumidores para que continuem fazendo seus cadastros e participem do Programa Nota MT. Mas não apenas que se cadastrem, peçam que seus CPFs sejam colocados nas notas fiscais de compras. Constatamos que muitos consumidores fazem seus cadastros, mas não pedem para que o CPF seja inserido. Isso impede que participem dos sorteios”, destaca o secretário de Fazenda.

Nota MT

O Programa Nota MT foi criado estimular os consumidores de Mato Grosso a solicitarem o CPF na nota fiscal no momento da compra. É uma ação que estimula o exercício da cidadania fiscal, incentiva a emissão de documentos fiscais e combate à sonegação.

Semelhante aos programas existentes em vários Estados, a Nota MT permite que o cidadão acumule bilhetes para participar de sorteios, com prêmios de até R$ 50 mil. Realizados de forma eletrônica, com base na extração da Loteria Federal, os sorteios possuem duas categorias: mensais e especiais.

Em caso de dúvidas, o consumidor pode entrar em contato com o Call Center da Sefaz (Plantão Fiscal), pelo telefone (65) 3617-2900.

Fonte: Ademar Andreola | Sefaz/MT

FPM: terceiro decêndio soma R$ 2 bilhões e será creditado em 30 de setembro

O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao terceiro decêndio do mês será creditado nas contas das prefeituras na segunda-feira, 30 de setembro. O valor total soma R$ 2.007.080.556,61, já considerada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Em relação ao mesmo decêndio de 2018, contando a inflação, houve queda de 2,65%, segundo dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Porém, ao considerar todo o mês de setembro, há crescimento quando comparado ao mesmo mês do ano passado. Nesse caso, o aumento é de 23,93%, em valores também corrigidos pela inflação.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) sempre alerta sobre as características dos coeficientes, que envolvem diferenças entre os Estados da Federação na participação do Fundo. Assim, os Municípios com coeficiente 0,6 de Minas Gerais receberão, em valores líquidos, R$ 139.003,14, enquanto a quantia para cidades do Acre é de R$ 88.272,18. A lista completa com os valores por coeficiente e Estado estão disponíveis em nota técnica da CNM. O material também apresenta os valores brutos do repasse do FPM e os descontos – 20% do Fundeb, 15% da saúde e 1% do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).

Gestão dos recursos

A CNM alerta os gestores locais sobre a inconstância na distribuição de transferências. Na avaliação mensal dos repasses da Receita Federal, nota-se dois ciclos distintos. No primeiro semestre estão os maiores repasses do FPM, concentrados em fevereiro e maio, mas de julho a outubro os repasses diminuem significativamente. Nesse período, com destaque para setembro e outubro.

Por isso, é importante que os gestores municipais mantenham cautela ao gerir os recursos. A Confederação ressalta que é preciso planejamento e reestruturação dos compromissos financeiros das prefeituras para que seja possível o fechamento das contas. Veja o levantamento completo aqui.

Fonte:Agência CNM

Unemat abre inscrições para Mestrado e Doutorado em Estudos Literários

30 vagas serão ofertadas em Tangará da Serra

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo aos cursos de mestrado e doutorado em Estudos Literários da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), que seguem até o dia 11 de outubro. São ofertadas 30 vagas em Tangará da Serra, sendo 19 para mestrado e 11 para doutorado. As inscrições devem ser feitas pela internet e custam R$ 150.



O Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários (PPGel) da Unemat oferece vagas nas linhas de pesquisa ‘Literatura e vida social em países de Língua Oficial Portuguesa’, ‘Literatura, história e memória cultural’ e ‘Leitura, literatura e ensino’. O candidato deverá optar por uma única linha de pesquisa no ato da inscrição.

Podem concorrer às vagas de mestrado os os portadores de diploma de graduação em Letras, Literatura ou áreas afins, e portadores de diploma de mestre em Letras, Literatura e áreas afins para o doutorado.

O processo seletivo é divido em três etapas: prova de conhecimento específico, prova de proficiência em inglês, espanhol, francês ou italiano e análise do projeto apresentado, com entrevista.

A prova de conhecimento específico será realizada no dia 28 de outubro. A prova de proficiência em inglês, espanhol, francês ou italiano será realizada no dia 11 de novembro. As análises dos projetos apresentados, com entrevistas. serão realizada no dia 21 de novembro para os candidatos do mestardo e no dia 22 de novembro para os candidatos do doutorado. Todas as provas serão realizadas em Tangará da Serra.

O resultado final será divulgado dia 29 de novembro. Todos os resultados serão divulgados unicamente na página do PPGEL, que pode ser acessada clicando aqui.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 3311-4925 e ppgel@unemat.br

Fonte: Assessoria Unemat

Renato Gouveia recorre à Anatel por melhorias nos serviços de internet e telefonia em Tangará

Gouveia protocolou na Agência, em Brasília, um ofício encaminhado ao Presidente da ANATEL

As constantes reclamações sobre a qualidade dos serviços de internet e telefonia móvel prestados por operadores em Tangará da Serra ganharam o apoio do Prefeito em Exercício do Município, Renato Gouveia, que protestou junto à Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) por melhorias nos serviços oferecidos na cidade.

Gouveia protocolou na Agência, em Brasília, um ofício encaminhado ao Presidente da ANATEL, Leonardo Euler de Moraes, onde solicita providências quanto à qualidade na prestação dos serviços de internet e telefonia móvel, considerando que é recorrente as reclamações e procedimentos cadastrados junto a unidade do Procon no Município.

“Conseguimos uma audiência na Anatel onde frisamos, ao protocolar ofício, que existe uma constante queda de sinal durante ligações recebidas e efetuadas. Pontuamos ainda que o serviço de internet móvel é deficitário e que traz enormes dificuldades na comunicação, assim como prejuízos para a atividade empresarial e para a população em geral na nossa região”, salientou o Prefeito em Exercício.

O texto do ofício protocolado na Agência enfatiza que as reclamações atinentes a queda de sinal e nos serviços de internet são recursivas principalmente na modalidade móvel seguindo a seguinte ordem: Vivo, Claro Tim e Oi, que são as líderes nessas reclamações. “Ressaltamos que um serviço de telefonia e internet, seja fixa ou móvel, de qualidade, é de suma importância para Tangará da Serra e região, pois o Município é polo de desenvolvimento no agronegócio com atividade pujante na indústria, comércio e na prestação de serviço em diversas áreas”, frisou Gouveia.

QUEDA DE SINAL – No Ofício protocolado junto a ANATEL, Renato Gouveia enfatiza que os problemas mais recorrentes protestados junto ao PROCON em Tangará da Serra diz respeito aos serviços de telefonia móvel por conta da interrupção no serviço, ou seja, a queda do sinal de internet e a interrupção nas ligações.

“Outra questão que levantamos junto a Agência é relativa a internet banda larga vendida pelas concessionárias de telefonia. É comum que as operadoras vendam o serviço de internet 3G ou 4G e posteriormente o consumidor verifique que o serviço não está incluído em determinada área de cobertura ou tem uma velocidade inferior ao que é prometido pela empresa”, disse.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Santa Casa sedia lançamento da campanha Outubro Rosa em MT

Evento ocorrerá nesta segunda-feira (30.09), às 19h30. Na oportunidade, serão anunciadas as ações da unidade hospitalar voltadas para a temática

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), em parceria com o MT Mama, sediará o lançamento da campanha “Outubro Rosa” no Hospital Estadual Santa Casa. O evento ocorrerá nesta segunda-feira (30.09), às 19h30, e reunirá autoridades do Estado.

Durante o evento, o secretário da pasta, Gilberto Figueiredo, anunciará as ações do Hospital Estadual Santa Casa em conformidade com a temática. Na oportunidade, a unidade hospitalar ganhará a iluminação rosa, que perdurará durante todo o mês de conscientização – já que a cor é símbolo mundial da campanha de prevenção ao câncer de mama. 

Outubro Rosa

O objetivo da campanha é sensibilizar e mobilizar as pessoas sobre o câncer de mama proporcionando, dessa forma, maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade da doença. 

Serviço

O que: Lançamento da campanha “Outubro Rosa”.

Quando: Segunda-feira (30.09), às 19h30.

Local: Hospital Estadual Santa Casa, localizado na Praça do Seminário, número 141, no bairro Bandeirantes, em Cuiabá.

Fonte: Assessoria | SES-MT

Produtores de algodão doam micro-ônibus para Consórcio Regional de Saúde

Veículo deverá atender 19 municípios da região Sul de Mato Grosso com atividades que promovam a saúde da população dessas regiões

Dezenove municípios da região Sul de Mato Grosso foram contemplados com a doação de um micro-ônibus feita por produtores de algodão do estado para o atendimento à saúde. A entrega foi realiza pela Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA) na sexta-feira, 27 de setembro, durante a inauguração da nova sede do Consórcio Regional de Saúde Sul de Mato Grosso (CORESS/MT), em Rondonópolis.

O veículo, conforme o presidente do CORESS/MT e prefeito de Poxoréu, Nelson Antônio Paim, proporcionará a realização de atividades que visam, de acordo com os princípios do SUS, fortalecer as ações de vigilância epidemiológica da hanseníase, tuberculose e leishmaniose, com vistas à promoção da saúde, visando detectar e promover assistência aos portadores de tais enfermidades.

O presidente da AMPA, Alexandre Pedro Schenkel, representando os produtores de algodão de Mato Grosso, destacou que a entrega do micro-ônibus “é uma ação que os produtores de algodão estão fazendo em prol da região, com o Consórcio Regional de Saúde Sul”.

Schenkel na oportunidade lembrou que a entidade realiza diversas ações sociais, como a doação de 100 jogos de lençóis e 1,5 mil metros de tecido para serem utilizados nos enxovais e uniformes hospitalares da Santa Casa de Rondonópolis, também realizada nesta sexta-feira, entre outras. “Isso é uma atitude de muita importância para nós. Poder ajudar a sociedade e apoiar ações que vão trazer o bem para nós mato-grossenses”.

Um dos municípios a serem contemplados com o atendimento oferecido pelo micro-ônibus é Campo Verde. Segundo o prefeito do município, Fábio Schroeter, o veículo é fundamental para o atendimento à saúde dos 19 municípios. “Agradecemos a sensibilidade da AMPA e seus associados em nos conceder esse micro-ônibus. Com ele vamos fazer um trabalho de atendimento local nos municípios de identificar problemas de saúde, como a hanseníase, tuberculose e leishmaniose”.

Participaram ainda da solenidade de entrega das doações o superintendente da AMPA, Décio Tocantins, o prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio, o vice-governador, Otaviano Pivetta, o secretário de estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, o senador Wellington Fagundes, além dos deputados estaduais Nininho e Sebastião Rezende.

Fonte: Dialum Assessoria de Imprensa

Cuiabá registra segundo melhor resultado do ano

A liberação do dinheiro do FGTS e do PIS/Pasep, associada à expectativa de aceleração das vendas nos próximos meses, surtiu efeito positivo na pesquisa que mede a Intenção de Consumo das Famílias (ICF), em Cuiabá, atingindo no mês de setembro 86 pontos, aumento de 4,4% sobre o mês anterior e 19,4% na comparação com setembro do ano passado.

A pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e divulgada pela Fecomércio/MT, atingiu o segundo melhor resultado no ano, atrás somente da pesquisa elaborada no mês de fevereiro: 87,5 pontos.

A Federação acredita no aumento gradual do índice até o final do ano, principalmente no mês de dezembro, período em que se comemora o Natal, que segue como a principal data do comércio brasileiro. O potencial de aumento no consumo se confirma pelo componente “Perspectiva de Consumo”, que teve alta de 4,1% na variação mensal, atingindo 68,3 pontos. No mesmo período do ano passado, o mesmo componente registrou 51,5 pontos. Um aumento de 32,6%.

Com a expectativa de injetar mais de R$ 800 milhões na economia mato-grossense, por meio dos recursos do FGTS/PIS/Pasep, segundo dados da própria Caixa Econômica Federal, o componente da pesquisa “Nível de Consumo Atual” apresentou a maior alta no mês, de 10,4%, contabilizando 69 pontos. Para as famílias que recebem até 10 salários mínimos, o percentual foi maior (12%), alcançando 66,2 pontos.

O componente que avalia o acesso ao crédito do consumidor também teve alta expressiva em relação ao mês anterior, de 9,2% sobre agosto, somando 85,4 pontos. Em setembro de 2018, o indicador computava 70,1 pontos. O aumento observado foi de 21,8%.

SITUAÇÃO DO EMPREGO - A situação do emprego das famílias em Cuiabá apresentou alta mensal de 2,4% e de 5,4% sobre setembro do ano anterior, somando 123,3 pontos, único componente acima da zona de indiferença, de 100 pontos. A pesquisa tem variação de zero a 200 pontos, onde que acima de 100 indica o grau de satisfação.

Ainda assim, a pesquisa em Cuiabá completou 51 meses abaixo de 100 pontos, em zona considerada de insatisfação pelo consumidor. Em junho de 2015, foi a última vez que o ICF atingia patamares de satisfação, quando registrou 102,8 pontos.

Fonte: Reportagem Diário de Cuiabá

Piracema começa dia 01 de outubro e pesca fica proibida

A piracema, período de reprodução dos peixes, começa nesta terça-feira (01) e segue até 31 de janeiro de 2020. Prevista em resolução do Conselho Estadual de Pesca (Cepesca), a proibição da pesca abrange os rios das bacias hidrográficas do Paraguai, Amazonas e do Araguaia-Tocantins. Também segue em tramitação na Assembleia Legislativa (AL) projeto de lei 669/2019, que proíbe o transporte e comercialização do pescado por um período de cinco anos.

Durante a piracema, é permitida apenas a pesca de subsistência, desembarcada, que é aquela praticada artesanalmente por populações ribeirinhas ou tradicionais para garantir a alimentação familiar, sem fins comerciais. Porém, é permitida apenas uma cota diária de três quilos e um exemplar de qualquer peso por pescador, respeitando os tamanhos mínimos de captura, estabelecidos pela legislação para cada espécie. O transporte e comercialização proveniente da pesca de subsistência também fica proibido.

O prazo máximo para declaração ao órgão ambiental estadual dos estoques de peixes in natura, resfriados ou congelados, provenientes de águas continentais existentes nos frigoríficos, peixarias, entrepostos, postos de venda, restaurantes, hotéis e similares é o segundo dia útil após o início do defeso da piracema, ou seja, no dia 2 de outubro. A declaração de estoque de pessoa física só será permitida ao pescador profissional mediante apresentação de Declaração de Pesca Individual (DPI), emitida em seu próprio nome. A declaração se estende aos peixes vivos nativos para fins ornamentais ou para uso como isca viva.

De acordo com informações da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), a decisão dos membros do Cepesca foi baseada nos resultados oferecidos pelo monitoramento reprodutivo dos peixes de interesse pesqueiro no estado. Ficam excluídas das proibições previstas nesta resolução a pesca de caráter científica, previamente autorizada por órgão ambiental competente.

Também entra na norma de exceção a despesca, transporte, comercialização, beneficiamento, industrialização e armazenamento de peixes com a comprovação de origem, provenientes de aquicultura ou pesque-pague licenciados junto aos órgãos competentes e registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), bem como do pescado previamente declarado.

Veículos com gás natural poderão ser isentos de IPVA em MT

Deputado Wilson Santos cita contribuição ao meio ambiente

Os veículos de Mato Grosso abastecidos com gás natural poderão ser isentos da cobrança do IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores). Esse é o teor do projeto de lei (PL 1040/2019) de autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSDB).

O parlamentar cita, na defesa da matéria, a contribuição ao meio ambiente dos veículos com gás natural. “Propomos a isenção de IPVA para veículos movidos a GNV, que será compensada com o aumento de receita proveniente de maior utilização da fonte de energia”, disse.

Assim, a isenção seria uma forma de estimular a aquisição de veículos desta natureza, ao mesmo tempo em que visa contribuir com a preservação do meio ambiente, uma vez que se trata de combustível com baixa emissão de poluentes comparado ao tradicional álcool e gasolina comercializados em postos de combustíveis.

“Para o meio ambiente, o GNV reduz em 15% a emissão de dióxido de carbono, quando comparado ao etanol, e em 20%, quando comparado à gasolina. Sua distribuição se realiza por gasodutos, sem a utilização de caminhões de combustível. Por apresentar grande economia, é considerado um combustível popular, em especial a profissionais que utilizam veículo como ferramenta de trabalho”, diz um dos trechos.

No dia 25 deste mês, o governo do estado assinou contrato que assegura o fornecimento firme de gás natural da Bolívia para Mato Grosso. A formalização garante a entrega de 1,5 milhão de metros cúbicos (m³) do combustível ao mês a partir de 1º de outubro.

O contrato foi pactuado entre a Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás) e a estatal boliviana Yacimientos Petroliferos Fiscales Bolivianos (YPFB). Pelo planejamento, a ideia é que em curto prazo seja criada uma sociedade entre as estatais para expandir a cadeia do gás natural. O gás deve atender a indústria e veículos movidos ao combustível.

Fonte: RAFAEL COSTA ROCHA / Gabinete do deputado Wilson Santos

Sicredi apresenta soluções financeiras aos empreendedores e se aproxima dos associados

Cooperativas que atuam na região Centro Norte participam do evento promovido pelo Sebrae MT com dois estandes, um para convivência e outro destinado aos negócios

Cooperativas do Sicredi na região Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, participam da 11ª edição da Feira do Empreendedor, em Cuiabá. Realizado de hoje (26.09) até sábado (28.09) no Centro de Eventos do Pantanal, o evento tem a expectativa de receber um público de 4,5 mil pessoas por dia, onde os empreendedores poderão se capacitar, conhecer tendências e fazer negócios. A programação começa às 15h e vai até 21h com entrada gratuita em oficinas e palestras.

Para estar próximo dos seus associados, bem como prospectar novos, o Sicredi estará presente na feira com dois estandes. Um deles é um espaço de convivência onde os empreendedores poderão tirar fotos, trocar cartões de visita e interagir com a marca. O outro é direcionado aos negócios, onde assessores e gerentes de Negócios Pessoa Jurídica das cooperativas estarão à disposição durante toda a feira para atender os visitantes, sejam eles associados ou não. Eles apresentam as soluções financeiras que o Sicredi oferece às empresas com destaque para máquina de cartões (POS e Compacta), linhas de crédito e cartões.

“Nossa missão é estar próximo dos nossos associados e ajudá-los no desenvolvimento e crescimento dos seus negócios, sejam eles micro, pequenos, médios ou grandes empresas. Para isso, oferecemos soluções financeiras conforme o seu perfil e suas necessidades. Nossos assessores e gerentes atuam como consultores financeiros e orientam sobre os produtos mais indicados, para que a contratação seja assertiva e dê o retorno esperado”, afirma o gerente de Negócios Pessoa Jurídica da Central Sicredi Centro Norte, José Antônio Vilela.

Na região Centro Norte, o Sicredi tem aproximadamente 56,7 mil associados pessoa jurídica, sendo que 80% desta base é formada por microempreendedores individuais (MEIs) e pequenos empresários, totalizando cerca de 45 mil empresas. “Diante desse quadro é importante a participação do Sicredi na Feira do Empreendedor pois dessa forma podemos iniciar e fortalecer o relacionamento com as pequenas empresas”, complementa Vilela.

No 1º semestre deste ano, o segmento PJ foi responsável pela contratação de R$ 1,4 bilhão em crédito na região Centro Norte, sendo que as linhas mais acessadas foram capital de giro (33% do total emprestado), financiamentos + veículos (23%) e antecipação de recebíveis (13%). “Temos todas as soluções financeiras oferecidas pelas instituições tradicionais com a vantagem de termos taxas mais competitivas, atendimento ágil e relacionamento próximo. No caso das pessoas jurídicas, além do crédito para ajudar no giro mensal dos negócios e nos investimentos para melhoria das empresas, temos a máquina de cartões, com ou sem fio, e a novidade que é a máquina compacta. Tudo para facilitar o dia a dia dos nossos micro, pequenos e médios empreendedores associados”, afirma o presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Spenthof, ao acrescentar que as cooperativas atuam para ajudar seus associados a crescer e promover o desenvolvimento local.

Vale lembrar que o Sicredi entrou no mercado de adquirência em novembro de 2017, com o lançamento de uma máquina de cartões própria. Em agosto deste ano, a instituição financeira cooperativa lançou a máquina Compacta de cartões. Atualmente, na região Centro Norte, mais de 12,3 mil estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços usam a máquina do Sicredi, o que facilita o recebimento de suas vendas. “Temos as soluções completas para os empresários fazerem a gestão financeira do negócio. Linhas de crédito, meios de pagamento, antecipação de recebíveis, produtos de cobrança, entre outros. Com a vantagem de que parte de toda a movimentação feita na cooperativa volta para o associado ao fim do exercício, com a distribuição dos resultados”, ressalta Vilela.

Sobre a feira

A Feira do Empreendedor terá 33 palestras, sendo três magnas com Rick Chester, Geraldo Rufino e Felipe Tito; 25 oficinas, 27 palestras/TED (modelo de curta, com no máximo 20 minutos), sete painéis, cinco sessões de cine empreendedor. Ao todo são 90 modalidades de capacitação como palestras, oficinas, pitchs nas áreas de vendas, atendimento, marketing digital, recursos humanos, entre outros. São mais de 100 oportunidades de negócios nos setores de franquia, comércio, serviços, máquinas e equipamentos, negócios digitais, negócios do campo e sustentáveis. Além do espaço dos expositores, a ser instalado no Pavilhão das Nações, num formato aberto possibilitando que os empresários se conectem entre si, haverá a Arena Lab com 70 lugares para as palestras/TED e outras manifestações.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.700 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

O Sicredi Centro Norte, composto pelos estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, tem aproximadamente de 457 mil associados, com 175 agências em 140 municípios.

ASSESSORIA DE IMPRENSA SICREDI CENTRO NORTE
Íconepress Assessoria de Imprensa e Agência de Conteúdo
Paola Carlini (65) 3642-3303 - 9 8404-9656

Renato Gouveia se reúne com Senadores Wellington Fagundes e Selma Arruda

A pauta com os Senadores foi um pedido de apoio aos projetos protocolados por Renato Gouveia no Congresso Federal

O Prefeito em Exercício de Tangará da Serra, Renato Gouveia (PL), se reuniu com o Senador Wellington Fagundes (PL) e a Senadora Selma Arruda (PODE). Os encontros aconteceram nos respectivos gabinetes dos Parlamentares em Brasília por ocasião da ida do Chefe do Poder Executivo local à Capital Federal protocolar projetos de infraestrutura que beneficiam o Município.

A pauta com os Senadores foi um pedido de apoio aos projetos protocolados por Renato Gouveia no Congresso Federal reivindicando emendas parlamentares para Tangará da Serra.

“Consegui protocolar pedidos de emendas em benefício do nosso Município junto a toda a bancada de Deputados Federais e Senadores por Mato Grosso. Agradeço o apoio do Senador Wellington Fagundes e da Senadora Selma Arruda. Fomos muito bem recebidos por ambos. Colocando seus gabinetes a disposição de Tangará da Serra para postulações futuras”, informou o Prefeito.

Por dois dias em Brasília, Renato Gouveia se reuniu nesta ainda com o Senador Jayme Campos e os Deputados Federais José Medeiros, Emanuelzinho, Carlos Bezerra e Neri Geller, que é o líder da bancada de Mato Grosso na Câmara Federal.

De gabinete em gabinete, o Prefeito reivindicou aos parlamentares matogrossenses apoio em agendas específicas junto ao Governo do Presidente Jair Bolsonaro. “Pedimos que nossos parlamentares atuem junto ao Presidente da República na aprovação e liberação de recursos para projetos de médio e longo prazo para Tangará da Serra”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Brasil registra 4.507 casos confirmados de sarampo

O Brasil registrou 4.507 casos confirmados de sarampo em 19 estados, nos últimos 90 dias, de acordo com balanço divulgado ontem (25) pelo Ministério da Saúde. O número representa um aumento de 13% em relação ao último monitoramento. Ceará e Paraíba passaram a integrar a lista de estados com transmissão ativa do sarampo.

Os dados referem-se ao período de 30 de junho a 21 de setembro e representam 84,3% do total de casos registrados este ano. O balanço mostra ainda que há 21.711 casos em investigação e 5.818 que foram descartados. Não há novos registros de mortes pela doença. Ao todo, neste ano, foram registrados quatro óbitos. 

A incidência em menores de 1 ano de idade é dez vezes maior do que na população em geral. A cada 100 mil habitantes, 64 crianças nessa faixa etária obtiveram confirmação para o sarampo. A segunda faixa etária mais atingida é de 1 a 4 anos. Três das quatro mortes por sarampo registradas neste ano foram de crianças menores de 1 ano e uma de um indivíduo de 42 anos. 

A maior parte dos casos confirmados (4.374) está concentrada em 168 municípios de São Paulo, principalmente na região metropolitana. Em seguida, estão Rio de Janeiro, Pernambuco e Minas Gerais, com 22 casos em cada estado; Santa Catarina, com 12; Paraná, 13; Rio Grande do Sul, 7; Ceará e Paraíba, com 5 casos em cada estado; Maranhão, Goiás e Rio Grande do Norte, com 4 casos cada; Distrito Federal e Pará, com 3 casos cada; Mato Grosso do Sul e Piauí, com 2 cada; e, Espírito Santo, Bahia e Sergipe, cada estado com um caso confirmado de sarampo. 

No ano passado, foram confirmados 10.330 casos de sarampo no Brasil. Ao todo, foram registradas 12 mortes pela doença em 2018. 

Ministro da Economia defende que o Congresso assuma o controle sobre o Orçamento

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na quarta-feira (25) que o governo Bolsonaro enviará uma proposta de pacto federativo em que o Congresso Nacional assumirá o controle sobre a definição do Orçamento da União. A ideia, afirmou, é “desindexar, desvincular e desobrigar” as despesas primárias federais.

Ele participou de debate na Comissão Mista de Orçamento (CMO) sobre as propostas de Lei Orçamentária Anual de 2020 (PLN 22/19) e de Plano Plurianual de 2020 a 2023 (PLN 21/19). A resolução (1/06) que disciplina os trabalhos da CMO exige a presença do ministro para falar de cada nova peça orçamentária.

Guedes disse que, da forma como evoluem as contas públicas, o crescimento constante das despesas obrigatórias da União impedirá o investimento público. As despesas obrigatórias corresponderão a 94% do Orçamento em 2020, sendo a maior parte a Previdência Social (46% do total) e a folha de pagamento (23%).

Já as despesas discricionárias, que incluem os investimentos, somarão 6% do Orçamento do próximo ano. Estão reservados na proposta cerca de R$ 19 bilhões, o mais baixo patamar da história, segundo Guedes, que espera rever o montante em decorrência de esperadas melhoras no desempenho da economia.

Despesas obrigatórias

Nesse cenário, o ministro defendeu o fim das despesas obrigatórias e dos reajustes automáticos (pela inflação ou por outros indicadores) e propôs uma maior repartição de recursos federais com estados e municípios. Segundo ele, com o novo pacto federativo, caberá ao Congresso a palavra final sobre o Orçamento.

“Vamos transformar o Congresso na Casa que efetivamente representa o povo, porque representar o povo é controlar o Orçamento. O Congresso existe para decidir para onde vão os recursos públicos”, afirmou Guedes. “Nós já somos uma democracia madura, sabemos discutir o Orçamento, sabemos decidir no voto.”

Deputado apresenta projeto Cidade Empreendedora

Projeto irá fomentar atividades comerciais nos 141 municípios mato-grossenses

Visando fomentar o empreendedorismo, promover o desenvolvimento econômico nos 141 municípios de Mato Grosso e fortalecer o comércio e arranjo produtivos locais, o deputado Thiago Silva apresentou, em setembro, o Projeto de Lei 907/2019 - “Cidade Empreendedora” - Veja a íntegra aqui.

A ideia do projeto é que as secretarias de Estado de Ciência e Tecnologia e de Desenvolvimento Econômico possam trabalhar de forma conjunta para dar apoio às micro e pequenas empresas e auxiliar na legalização das atividades comerciais informais.

“Nosso objetivo com o projeto é garantir mais emprego e renda aos comerciantes de Mato Grosso, visando fomentar a economia local de todas as regiões, por meio do fortalecimento das atividades comerciais. Queremos a participação das universidades e entidades públicas neste processo”, disse o deputado Thiago Silva.

Segundo o servidor público Lucas Santos, o comércio de Mato Grosso necessita de leis e projetos que venham ao encontro das necessidades dos comerciantes, que precisam do apoio do estado, como treinamentos e a liberação de crédito para realizar suas atividades. 

Thiago Silva é professor, economista e tem lutado na Assembleia para garantir o direito dos jovens no ingresso do mercado de trabalho e o fomento de atividades comerciais.

Fonte: HENRIQUE COSTA PIMENTA BRAGA / Gabinete do deputado Thiago Silva

Arrecadação do Fethab supera em quase 20% volume disponibilizado em 2018

Recursos foram destinados na retomada de mais de 100 obras, fruto de programas de financiamento firmados desde 2013; balanço foi apresentado na 1ª Reunião Ordinária do Conselho do Fethab

A arrecadação do novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) destinado à área de infraestrutura em Mato Grosso atingiu a cifra de R$ 291,88 milhões de janeiro a agosto desse ano. O número representa um crescimento de 19,24% frente ao montante acumulado nos 12 meses de 2018.

Do volume total do Fundo, R$ 150,90 milhões foram aplicados pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) na retomada de mais de 100 obras de pavimentação, restauração e pontes, perfazendo 258 quilômetros de rodovias construídas e recuperadas em todo Estado.

O balanço foi apresentado pelo secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, durante a 1ª Reunião Ordinária do Conselho do Fethab de 2019, realizada no auditório Garcia Neto, no Palácio Paiaguás, que contou com a presença do governador do Estado em exercício, Otaviano Pivetta, do secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Basílio dos Santos, e do secretário adjunto de Ação Governamental da Casa Civil, Antônio Marcos Rachid Jaudy, representando o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

O encontro reuniu, de forma geral, 22 membros do conselho (titulares e suplentes), entre representantes do Governo, entidades produtivas do agronegócio e da indústria.

“Esse balanço do Fethab demonstra a transparência que o Governo do Estado, por meio da Sinfra, quer passar quanto ao emprego dos recursos. Peço a todos os membros do Conselho que olhem os dados e passem às suas assessorias para que possam ter um acompanhamento efetivo do Fethab Commodities, operado pela Sinfra”, destacou Oliveira, que também é o presidente do Conselho Diretor do Fethab.

Jayme Campos é eleito presidente do Conselho de Ética e Decoro do Senado

O senador mato-grossense Jayme Campos (DEM) foi eleito por aclamação para presidir o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado pelos próximos dois anos. O vice-presidente será Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), que recebeu 10 dos 12 votos. Ele concorreu com o senador Marcos do Val (Podemos-ES), que teve 2 votos.

Instalado nesta quarta-feira (25), o Conselho de Ética tem como atribuição observar as prescrições da Constituição Federal, do Regimento Interno e do Código de Ética e Decoro Parlamentar do Senado. Atuante no sentido da preservação da dignidade do mandato parlamentar, é o colegiado que recebe e analisa previamente representações ou denúncias feitas contra senadores, que podem resultar em medidas disciplinares como advertência, censura verbal ou escrita, perda temporária do exercício do cargo e perda do mandato.

“Este não será um conselho de revanchismo. Vai prevalecer aqui o que prevê o Regimento Interno e, acima de tudo, a nossa Constituição Federal. Agiremos de forma independente, mas com muito equilíbrio na defesa e intransigência das boas ações dos que fazem parte do Congresso Nacional e, acima de tudo aqui, no Senado Federal”, disse Jayme Campos.

Já Veneziano agradeceu ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), por instalar o Conselho de Ética. Ele defendeu prudência e amadurecimento na condução dos trabalhos e disse estar lisonjeado por ter sido escolhido para atuar ao lado de Jayme Campos.

O Conselho de Ética é constituído por 15 membros titulares e igual número de suplentes, com mandato de dois anos, observado o princípio da proporcionalidade partidária e o rodízio entre partidos políticos ou blocos parlamentares não representados.

Os novos membros do conselho são os senadores Roberto Rocha (PSDB-MA), Jaques Wagner (PT-BA), Telmário Mota (Pros-RR), Major Olimpio (PSL-SP), Weverton (PDT-MA), Ciro Nogueira (PP-PI), Eduardo Gomes (MDB-TO), Marcelo Castro (MDB-PI), Confúcio Moura (MDB-RO), Chico Rodrigues (DEM-RR), Otto Alencar (PSD-BA), Angelo Coronel (PSD-BA) e Marcos do Val.

Já os suplentes são os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Fabiano Contarato (Rede-ES), Vanderlan Cardoso (PP-GO), Eduardo Girão (Podemos-CE), Lucas Barreto (PSD-AP) e Nelsinho Trad (PSD-MS). Os demais membros ainda serão indicados pelos blocos parlamentares. (Com Agência Senado)

Fonte: Carlos Gustavo Dorileo - Redação Olhar Direto

Uma ação pelo Dia Mundial do Coração

O 5º Sicoob Saúde, o nosso passeio ciclístico pelo Dia Mundial do Coração está marcado para o próximo domingo dia 29 de setembro, a partir das 8h.

A ação será realizada simultaneamente em todas as cidades onde a Sicoob Credisul possui agências: Vilhena, Colorado do Oeste, Cerejeiras, Cabixi, Corumbiara e Pimenteiras do Oeste, em Rondônia; Rio Branco, no Acre; e em Comodoro, Campos de Júlio, Sapezal, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Tangará da Serra, Cáceres, Várzea Grande e Cuiabá, no Mato Grosso. 

O objetivo do passeio é incentivar a prática de exercícios físicos, que traz uma série de benefícios para o corpo, além de promover a relação interpessoal e o bem-estar da população.


Como melhorar a saúde do seu coração?

- Arrume a casa e lave parte da roupa na mão, sem usar a lavadora.

- Dispense o uso do carro para cumprir compromissos próximos à sua casa ou trabalho.

- Estacione o carro longe de casa ou do trabalho e, assim, caminhe até chegar ao seu destino.

- Dispense as escadas rolantes e elevadores. Use as escadas.

- Faça uso regular da bicicleta para ir trabalhar. Além de ajudar o meio ambiente, você queima calorias a mais.

- Nos fins de semana, troque a TV por passeios de bike, caminhadas e brincadeiras ao ar livre com sua família.

- Troque o sofá pelo tapete da sala e aproveite para fazer exercícios de alongamento.

Fonte: Sicoob Saúde

Governo paga quinta parcela do salário dos servidores da antiga Santa Casa

O valor foi transferido para conta bancária da Justiça Trabalho, responsável por realizar o pagamento aos profissionais

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), pagou nesta quarta-feira (24.09) R$ 1,1 milhão, referente aos salários atrasados dos servidores da antiga Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá. Esta é a quinta parcela paga pelo Estado.

A quantia foi transferida para a conta bancária da Justiça do Trabalho na Caixa Econômica Federal. Com esta quinta parcela, o Estado já pagou R$ 9,6 milhões, que corresponde a cerca de 90% do previsto em acordo judicial.

Conforme o calendário de pagamento, no dia 24 de outubro, a SES-MT depositará a última parcela, no valor de R$1,1 milhão, efetivando a quitação total de R$ 10,8 milhões, conforme compromisso firmado no Tribunal Regional de Trabalho 23ª Região (TRT-MT), durante audiência pública realizada no dia 10 junho, no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas.

Calendário de Pagamento
Parcela
Dia e data
Valor
Situação
Quarta-feira (12.06)
R$ 3.000.000,00
Pagamento efetuado
Segunda-feira (24.06)
R$ 3.170.475,75
Pagamento efetuado
Quarta-feira (24.07)
R$ 1.170.475,75
Pagamento efetuado
Sábado (24.08)
R$ 1.170.475,75
Pagamento efetuado
Terça-feira (24.09)
R$ 1.170.475,75
Pagamento efetuado
Quinta-feira (24.10)
R$ 1.170.475,75
_______
Fonte: Carlos Celestino Secom-MT

Governo libera quase R$ 800 milhões em emendas parlamentares

O Ministério da Economia anunciou na sexta-feira (20) o desbloqueio de R$ 799,66 milhões em emendas parlamentares impositivas. Os recursos haviam sido alvo de contingenciamento no início do ano. Agora, serão liberados R$ 533,11 milhões para emendas individuais e R$ 266,55 para emendas de bancada estadual.

Ao apresentar o relatório de avaliação de receitas e despesas do quarto bimestre, o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, destacou ainda a liberação de R$ 8,30 bilhões para os ministérios e demais órgãos do Poder Executivo. O Ministério da Educação ficará com a maior parte (R$ 1,99 bilhão).

Chance para gastar

Segundo o secretário, o desbloqueio foi possível devido à melhora na previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, de 0,81% para 0,85%; ao aumento na arrecadação de impostos; e às receitas de dividendos e participações repassadas à União pelas empresas estatais.

Com isso, o déficit primário no quarto bimestre ficou em R$ 126,54 bilhões. Ante a meta fiscal de um déficit primário de R$ 139 bilhões neste ano, houve uma “sobra” de R$ 12,46 bilhões. E esse “excedente” – na verdade, uma oportunidade para gastar antes de atingir a meta fiscal – corresponde ao que está sendo distribuído agora.

Dinheiro para a educação

O rateio anunciado nesta sexta envolve ainda recursos resultantes de multa paga pela Petrobras devido à Operação Lava Jato, no valor de R$ 2,66 bilhões. Educação infantil, com R$ 1 bilhão, e o Programa Criança Feliz, com R$ 250 milhões, foram agraciados – o governo Bolsonaro informou que a primeira infância será prioridade.

A multa da Petrobras destinará também R$ 250 milhões para as bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Waldery Rodrigues afirmou que, do dinheiro reservado para o Ministério da Educação, parte vai para as bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Depois do pagamento feito no início do mês, ainda faltavam R$ 330 milhões para cobrir as bolsas de pesquisa científica no País. Partidos cobravam o cumprimento de acordo que permitiu a Bolsonaro obter autorização do Congresso para descumprir a regra de ouro e emitir R$ 248,9 bilhões em títulos públicos para pagar despesas correntes.

Fonte:Agência Câmara Notícias

Com apenas 1 mês na AL, Saturnino quer agilizar demandas e liberar suas emendas

Suplente, Saturnino Masson deverá permenecer na Assembleia só até o final de Setembro

O suplente de deputado estadual Saturnino Masson (PSDB), que deve permanecer 30 dias na Assembleia na vaga do licenciado Carlos Avalone (PSDB), pretende utilizar o tempo para agilizar demandar de Tangará da Serra e região junto ao Governo do Estado. Também pretende pleitear a liberação de emendas da sua autoria que ficaram pendentes do exercício 2018, quando titular da cadeira na Assembleia.

Segundo Saturnino, são diversas reivindicações que serão apresentadas em reuniões com o governador Mauro Mendes (DEM) e com o secretário de Infraestrutura Marcelo de Oliveira. Como exemplos, cita as MTs 358, 246, 343, 240 e 339.

“São obras que estão em andamento ou precisam iniciar para dar acesso a região formada por Tangará da Serra, Barra do Bugres, Sapezal, Campo Novo do Parecis e outros municípios muito fortes na produção agrícola e na pecuária. Todos precisam de investimento para se desenvolver ainda mais. O período na Assembléia é curto, mas vou buscar fazer a minha parte”, declarou Saturnino ao RD News.

Sobre a liberação das emendas, Saturnino lembra que pela Lei das Emendas Impositivas cada deputado teria direito a indicar R$ 5 milhões. Entretanto, reconhece que o Executivo não tem condições de disponibilizar esse volume de recursos e vai pleitear o que for possível.

“Nossa região está carente de investimentos. Sei que não será possível liberar os R$ 5 milhões, mas o que vier é muito bem-vindo. São emendas para a educação e o esporte. Uma das entidades contempladas é a Apae de Tangará da Serra, que aguarda esses recursos”, completou.

Na legislatura anterior, Saturnino era deputado. Em 2018, obteve 13.434 votos e não conseguiu a reeleição, ficando como segundo suplente do PSDB.

Fonte: Jacques Gosch - Redação RDNews

Em Nova Iorque, governador defende que países ricos compensem esforço por preservação

Mauro Mendes destacou que Mato Grosso mantém preservação de 63% do território

O governador Mauro Mendes, que participa em Nova Iorque da Semana do Clima, defendeu que os países ricos e as grandes empresas compensem os Estados e países pela conservação do meio ambiente. 

Mauro Mendes, que participou de três eventos nos Estados Unidos neste final de semana, já discursou e debateu com ministros, empresários, investidores, financiadores, cientistas e Ongs ambientais sobre a importância da preservação dos ativos ambientais para Mato Grosso.

“O Estado de Mato Grosso é hoje o maior produtor de proteínas animais e vegetais, e tem hoje a capacidade de produzir alimentos ao mesmo tempo em que preserva seus ativos ambientais. Nós temos hoje essa grande produção que poderá ser duplicada nos próximos 10 anos, mantendo 63% do nosso território preservado”.

“Eu gostaria que outras partes do planeta, como é o caso dos Estados Unidos, que é o maior player mundial em produção de alimentos, tivesse esse mesmo nível de produção com o mesmo nível de preservação que nós temos”, defendeu.

O governador ressaltou que o povo de Mato Grosso “tem absoluta consciência" sobre os fenômenos que envolvem o aquecimento global e que o grande desafio do planeta, nesse momento, é a preservação”.

“Nós estamos dispostos a fazer a nossa parte. O Estado tem esse grande compromisso, que é importante, de produzir alimentos com sustentabilidade. Estamos aqui para ratificar isso, o nosso compromisso de caminhar na preservação e estamos tomando medidas importantes para que isso aconteça. Estamos trabalhando com mecanismos para combater primeiro todo e qualquer desmatamento ilegal que possa acontecer em nosso Estado”, disse.

O governador explicou nos eventos que Mato Grosso já adquiriu um sistema moderno de monitoramento, em parceria com o banco alemão KFW, que permite que todo e qualquer desmatamento superior a meio hectare seja detectado em tempo real. “Temos condições de detectar e de punir”, destacou.

Contudo, na avaliação de Mauro Mendes, só isso não é suficiente para proteger o meio ambiente. “Uma estratégia de desenvolvimento não pode estar alicerçada apenas na repressão. Temos que criar mecanismos para que o desenvolvimento sustentável tão pregado no mundo de hoje realmente aconteça, como forma de proteger as nossas florestas”.

“Precisamos que o mundo e os países ricos compareçam, não apenas em nosso Estado, mas em toda região de floresta tropical, fazendo a sua parte. Dando as contrapartidas financeiras já pactuadas e que até o momento não foram realizadas. Nós gostaríamos que isso também acontecesse”, ressaltou.

Na avaliação do governador, apenas com o empenho conjunto será possível que o “tão sonhado desenvolvimento sustentável” seja uma realidade não apenas em algumas regiões, como é o caso de Mato Grosso. 

“Tenho certeza que se tivermos uma atuação mais dura contra a ilegalidade e tivermos também uma resposta do mundo, dos países e das empresas, dando retorno financeiro para quem faz a sua parte, nós vamos construir um modelo de crescimento e preservação ambiental no nosso Estado e em toda a Amazônia”.

Para a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, que faz parte da comitiva do governador, a presença de Mato Grosso nas discussões em Nova Iorque é fundamental para “reforçar o nosso compromisso de produzir com sustentabilidade”.

“Estamos apresentando nossos avanços e dificuldades para que o mundo perceba a necessidade de participar ativamente e financeiramente da conservação. É preciso que se tenha consciência de que não existe conservação sem investimento e dignidade social da população da Amazônia. Estamos preparados para seguir na agenda de sustentabilidade e investimentos para a execução dessas agendas”, garantiu.

Parceria com governadores

Para fortalecer a imagem da Amazônia e a preocupação em preservar os ativos ambientais, demonstrando que a população dessas regiões está compromissada com essa agenda, Mauro Mendes assinou, em parceria com os governadores do Amapá, Amazonas e Acre, a “A Declaração dos Estados na Semana do Clima em Nova Iorque” (confira abaixo).

O documento reafirma ao mundo os compromissos com “a conservação e uso sustentável" da região amazônica.

"Pelas contribuições ao equilíbrio climático das gerações atuais e futuras, nós encorajamos a comunidade internacional a nos apoiar e participar conosco nesta iniciativa”, diz trecho do documento.

Os governadores destacaram na declaração a abertura para que sejam mantidas e realizadas novas parcerias em prol da preservação e desenvolvimento da Amazônia. 

Agenda em Nova Iorque

No domingo (22.09), o governador participou do evento da Environmental Defense Fund (EDF), em que apresentou os avanços da Estratégia PCI – Produzir, Conservar e Incluir em Mato Grosso, aos parceiros desse projeto e a possíveis investidores.

Depois, participou de um almoço com os governadores da Amazônia Legal.

No período da tarde, Mauro Mendes foi um dos debatedores do evento “5 anos da Plataforma da Declaração de Nova Iorque sobre Floresta”. Foi nesse evento que os estados entregaram a declaração.

Nesta segunda-feira (23.09), o governador irá participar de um café da manhã da EDF em parceria com a Fundação Rockefeller, com a presença de representante da Noruega. Nesse evento haverá o lançamento do fundo de proteção de florestas.

Depois, no período da tarde, consta na agenda uma apresentação do governador sobre as ações de Mato Grosso para o desenvolvimento sustentável, no evento realizado pela Rainforest Alliance, com o tema “Parcerias para maior responsabilidade: como governos, sociedade civil e as empresas podem colaborar para alcançar cadeias de suprimentos éticos”.

Também está prevista a participação do governador em outra reunião, no fim da tarde, com Daniel Nepstad, da Ong Earth Innovation Institute. 

DOWNLOAD 


Fonte: Laice Souza | Secom-MT

Unemat apresenta projetos de pesquisa e extensão a vereadores

Ronaldo Quintão (PP), Hélio da Nazaré (PSD) e Dona Neide (MDB) visitaram o campus de Tangará da Serra da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Os vereadores atenderam convite feito pelo diretor Raimundo Nonato Cunha de França. De acordo com o diretor, a visita realizada na segunda-feira, dia 09, teve como objetivo aproximar a instituição da sociedade tangaraense, representada pelo Poder Legislativo Municipal.

“Recebemos o convite para conhecer a estrutura física da Unemat, seus departamentos, seus projetos e pesquisas. E ficamos realmente impressionados com o trabalho científico que vem sendo desenvolvido ali, especialmente as pesquisas voltadas ao desenvolvimento econômico e social de Tangará da Serra e da nossa região”, conta o presidente da Câmara Municipal, vereador Ronaldo Quintão, que é egresso do curso de Administração da Unemat.

Na visita os vereadores conheceram os laboratórios de microbiologia, clínica de doenças, anatomia, processo de cuidar, ensino de biologia, Centro de Línguas, Centro de Pesquisa e Estudo em Desenvolvimento Agroambiental, e o Centro Geotecnologia e Geoprocessamento, onde são desenvolvidos vários projetos, e também junto aos programas de pós-graduação em nível mestrado e doutorado: Programa Stricto Sensu em Estudos Literários; Ambiente e Sistema de Produção; Mestrado Profissionalizante em Biologia, Genética e Melhoramento; Programa MT Horticultura, e as Faculdades de Ciências Sociais Aplicada; a Faculdade de Agronomia, Biologia, Engenharia, Enfermagem. E também visitaram o Centro de Convivência do Câmpus.

“Nesta primeira visita os vereadores conheceram todo o campus e parte da execução de projetos. E a gente deixa aberto aos demais parlamentares, que num próximo momento façam essa visita para que a Unemat mostre realmente aquilo que vem realizando e desenvolvimento no campo da pesquisa e extensão em favor de Mato Grosso”, afirma o professor Raimundo França.

Fonte: Marcos Figueiró - Assessoria de Imprensa

Governo reduz em mais de R$ 1 bi o déficit orçamentário para o próximo ano

Redução se deve às diversas medidas de contenção de despesas, visando eficiência e o controle dos gastos públicos.

O Governo de Mato Grosso apresentou à sociedade o Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA), que estima as receitas e autoriza a despesa para o exercício de 2020. A apresentação foi realizada nesta sexta-feira (20.09), em audiência pública promovida pela Secretaria de Fazenda (Sefaz), no auditório da Controladoria Geral do Estado (CGE).

Os dados apresentados pela Sefaz apontam que o Governo de Mato conseguiu reduzir em R$ 1.113,48 bilhão o déficit orçamentário para o ano de 2020, em comparação ao ano de 2019, quando foi projetado um déficit de R$ 1.685,90 bilhão. Essa redução se deve às diversas medidas de contenção de despesas adotadas pelo Executivo, visando eficiência e o controle dos gastos públicos.

Os dados apresentados nesta sexta-feira (20) ainda são prévios e podem sofrer alterações até a aprovação da PLOA pela Assembleia Legislativa. A previsão é de que o projeto seja encaminhado ao Legislativo até o final deste mês.

Durante o evento foram apresentados os cenários fiscal e orçamentário, em termos de receita e despesa, bem como a alocação de recursos das políticas públicas prioritárias. Os presentes puderam esclarecer dúvidas e dar sugestões de alteração no projeto.

“É uma LOA que está sendo elaborada e apresentada com todas as demandas que o Estado tem, em todas as áreas. E para que se tenha recursos para cobrir todas essas áreas, para fazer investimentos e também o custeio da máquina pública, há a previsão de um déficit. Isso significa que teremos que abrir o orçamento do ano que vem com algum nível de contingenciamento de custeio da máquina pública, o que já vem acontecendo esse ano, e também em investimentos”, explica o secretário de Fazenda, Rogério Gallo.

Em sua fala, o secretário pontuou ainda que outro motivo pelo qual foi possível reduzir o déficit orçamentário para 2020 foi a negociação da dívida com o Bank of America, contraída em 2012. Um contrato de empréstimo de U$ 250 milhões junto ao Banco Mundial permitiu que o Estado saldasse a dívida com o Bank of America, ajudando no reequilíbrio fiscal de Mato Grosso.

O dinheiro foi depositado pela Secretaria de Fazenda junto à sede do Bank of América, em Nova Iorque, no dia 10 de setembro, após assinatura do empréstimo com o Banco Mundial. “É importante deixar claro que esses recursos não estão mais na conta do Estado. Eles foram recebidos do Banco Mundial e no mesmo dia nós quitamos a dívida dolarizada com o Bank of America”, afirma o secretário de Fazenda, Rogério Gallo.

De acordo com Rogério Gallo, o benefício é que o empréstimo trará um alívio financeiro para os próximos três anos, pois ao invés de pagar juros e amortização de dívida para o Bank of America o Governo vai pagar um valor menor para o Banco Mundial. O prazo de pagamento do novo empréstimo será de 20 anos, com juros de 3,5% ao ano.

Em relação aos investimentos nas áreas prioritárias, o Executivo projeta um montante de R$ 1.094.561.787,00, para o próximo exercício. Para que as ações sejam executadas 62,12% dos recursos serão próprios, 24,63% provenientes de transferências da União e de outras entidades e 13,25% de operações de créditos.

Os recursos devem ser alocados em ações de políticas públicas das áreas de educação, saúde, segurança, infraestrutura e assistência social e cidadania.

A proposta orçamentária estabelece, ainda, um gasto de R$ 2.572.866.760,00 com duodécimo dos Poderes. Desse valor, R$ 527.119.771,00 serão destinados ao Legislativo; R$ 363.775.848,00 ao Tribunal de Contas; R$ 1.100.926.518,00 ao Tribunal de Justiça; R$ 444.525.475,00 ao Ministério Público e R$ 136.519.148,00 à Defensoria Pública.

Transparência

A audiência pública realizada nesta sexta-feira (20) é uma atividade quase que inédita no Poder Executivo, tendo em vista que há anos não era promovido um evento voltado para que a sociedade pudesse participar da elaboração de um Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA).

“Nós estamos retomando um processo que há muito tempo não havia no Estado de Mato Grosso, uma audiência pública realizada pelo Executivo. É um recomeço de um processo de discussão, de transparência, de informação da sociedade, principalmente, da tentativa de nós conciliarmos participação popular com decisões governamentais que precisam ser levadas adiantes sob o ponto de vista, também, das escolhas que são feitas e alocadas no orçamento público”, pontua o secretário adjunto do Orçamento Estadual, Ricardo Capistrano.

A retomada da audiência pública destinada à sociedade, tem como objetivo orientar a população sobre o desenvolvimento do processo de elaboração do PLOA 2020, em especial, os aspectos técnicos, constitucionais e legais observados na elaboração da proposta orçamentária. É uma medida que traz transparência a gestão fiscal de Mato Grosso.

Após a apresentação da projeção orçamentária para o próximo ano, o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, e os secretários adjuntos da Sefaz responderam aos questionamentos dos participantes.

Estiveram presentes o secretário adjunto de Receita Pública, Fabio Pimenta, a secretária adjunta do Tesouro Estadual, Luciana Rosa, o secretário adjunto de administração fazendária, Kleber Geraldino e a secretária adjunta da Contadoria Geral do Estado, Anesia Cristina. A audiência contou, ainda, com a participação do secretário adjunto de Planejamento e Gestão de Políticas Públicas, da Secretaria de Planejamento e Gestão, Anildo Correa.

DOWNLOAD 


Fonte: Lorrana Carvalho | Sefaz/MT

Mato Grosso já arrecadou em 2019, R$ 23.937 bilhões

Durante o mês de setembro, entre 1º de setembro ao dia 20, segundo dados do Impostômetro da Fecomércio-MT, Mato Grosso arrecadou em impostos cerca de R$ 1,768 bi, durante todo o ano, o montante é de R$ 23,937 bi.

Em Cuiabá, os cidadãos já contribuíram com aproximadamente R$ 41.371 mi, nos primeiros 20 dias do mês, e de janeiro até hoje, R$ 560.012 mi.

No Brasil, o Impostômetro registra que neste 9º mês, R$ 130.539 bi, entraram nos cofres públicos, o valor de 1ª janeiro até o dia 20 de setembro, às 16h30 é de R$ 1.766 trilhão.

O Imposto é um tributo obrigatório cobrado pelo governo na esfera federal, estadual e municipal para custear as despesas administrativas nas areas de infraestrutura, saúde, educação e segurança. O não pagamento pode gerar multas e até punição legal.

De acordo com informações da revista Exame, o Brasil está entre países que menos cobram impostos sobre renda.

Quem recebe altos salários no Brasil paga, em média, 32% menos impostos do que pessoas de alta renda em países que compõem o G-7 (grupo das nações mais industrializados do mundo, composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) e 31% menos que a média de pessoas nas mesmas condições na União Europeia.

Os dados são da UHY International, rede de empresas de auditoria e contabilidade que fez um estudo com 30 países, comparando os impostos aplicados a faixas salariais anuais de US$ 250 mil e US$ 1,5 milhão.

Fonte: Fecomércio MT

Pivetta assume governo pela primeira vez

O vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) assumiu o Governo do Estado na manhã desta quinta-feira (19). O pedetista fica a frente do Palácio Paiaguás pelos próximos oito dias, em razão da viagem internacional do governador Mauro Mendes (DEM). Esta é a primeira vez que ele assume as rédeas do Estado desde que foi eleito.

O chefe do Executivo Estadual viajou para os Estados Unidos. Na próxima semana segue para Bolívia, retornando para Cuiabá no próximo dia 26.

Mendes irá participar da Semana do Clima em Nova York. Na oportunidade, ele afirma que irá defender a imagem de Mato Grosso por conta da recente crise das queimadas na floresta da região Amazônica.

A transmissão de cargo ocorreu durante uma pequena solenidade realidade no gabinete do governador. Na oportunidade, Pivetta garantiu que "continuará o trabalho de consertar Mato Grosso", que vem sendo implementado por Mendes, desde janeiro.

Uma das agendas a serem cumpridas pelo governador em exercício será o debate a respeito da Ferrovia Vicente Vuolo (Ferronorte) e uma visita ao Terminal Intermodal, em Rondonópolis, na segunda-feira (23). A visita deve contar com a participação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, além de secretários de Estado e empresários.

Pivetta tem atuado na coordenação de ações desenvolvidas pelas Secretarias de Educação e de Infraestrutura e Logística. Uma das pautas tratadas pelo governador em exercício é a regulamentação das Parcerias Público-Privadas no interior do Estado, chamadas de PPPs caipiras.

Fonte: KAMILA ARRUDA
Reportagem Diário de Cuiabá