Creche Jesu Pimenta realiza I Festa da Primavera

Inúmeras famílias compareceram ao evento promovido pela Creche

Aconteceu no último sábado (29/09) a I Festa da Primavera, realizada pelo CME Jesu Pimenta de Sousa, localizada na Rua 130 no Altos Tarumã. A festa contou com a participação maciça dos pais e convidados de alunos daquela instituição de ensino, que lotaram as suas dependências.

Na oportunidade aconteceu exposição do material confeccionado pelos alunos da Creche e diversas apresentações artísticas comandadas pelas suas professoras, que arrancaram aplausos calorosos dos presentes ao evento.

Foi servido espetinhos simples e completos, açaí, refrigerantes e pipocas aos presentes que se deliciaram. Aconteceram também brincadeiras no pula-pula e demais brinquedos existentes na Escola.

Para a Diretora da Creche, Profa. Edna Belmiro de Paula, a finalidade desta  Festa foi não só homenagear a chegada desta estação do ano tão alegre que é a Primavera, mas também estreitar a relação entre os pais, alunos e Professoras, fazendo com que as portas da Escola, sejam abertas para a comunidade, fortalecendo assim o vínculos existente entre todos. "Queremos agradecer a toda Equipe da Cheche que voluntariamente colaborou para a realização do evento, mas também reafirmar o convite a todos para os próximos eventos que iremos realizar", comentou a Diretora.

HISTÓRICO - O Centro Municipal de Ensino “Jesu Pimenta de Sousa”, oferece atendimento de Creche para crianças de até 4 anos de idade. Foi fundado em 18 de dezembro de 2012, conforme a Lei de Criação nº 3.955 e atende aos grupos de crianças assim organizados: Maternal I, Maternal II e Maternal III e Pré I, nos períodos matutino e vespertino.

Texto e Fotos: Humberto Ferreira
Redação CTS

Dia Mundial do Coração alerta sobre ameaças à saúde cardiovascular

Hipertensão, tabagismo, obesidade e sedentarismo são alguns dos fatores de risco

Celebrado em 29 de setembro, o Dia Mundial do Coração é voltado à conscientização das pessoas quanto à saúde cardiovascular. Mas como cuidar desse órgão vital? De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), hábitos saudáveis e uma boa alimentação são muito importantes para a saúde do coração.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo e, estima-se que em 2015, mais de 17 milhões de pessoas tenham sido vítimas de doenças cardiovasculares. Em Mato Grosso o problema tende a piorar, visto que a população obesa e com excesso de peso aumentou em Cuiabá.

Pesquisa feita pela Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) em 2017, revelou que 57,4% da população cuiabana possui excesso de peso e 22,7% tem obesidade. A mesma pesquisa referente a 2016 apontou que 56,4% da população estava com excesso de peso e 21,9%, obesa.

Segundo o cardiologista e professor de Medicina da Unic, Felipe Amorim Zarour, as doenças cardiovasculares são um grupo de patologias que acometem diversos órgãos e sistemas, por meio da interrupção total ou parcial do fluxo sanguíneo, resultando em diversas doenças conhecidas como a hipertensão arterial, acidente vascular cerebral (AVC), infarto agudo do miocárdio, arritmias cardíacas, insuficiência cardíaca, perda da função do rim, perda da visão e amputações de membros.

Conforme o especialista, as doenças cardiovasculares são muito mais corriqueiras em pessoas com certos tipos de fatores de risco, destacam-se: dietas não saudáveis, hipertensão, colesterol alto, diabetes, obesidade, sedentarismo, estresse, tabagismo e consumo abusivo de álcool. "Apesar desses eventos serem muito mais comuns na população portadora de fatores de risco, as doenças do coração podem acometer qualquer indivíduo", ressalta.

Prevenção

A melhor forma de reduzir o risco de doenças cardiovasculares é com a mudança do estilo de vida. "É importante cessar o tabagismo e realizar o controle adequado da hipertensão e diabetes. A prática esportiva não competitiva é aconselhada, bem como a perda de peso", explica. Vale ressaltar que visitas anuais ao cardiologista são a forma mais eficiente de diminuir as chances de evolução de doenças cardiovasculares.

Fonte: Weber Shandwick

Saturnino continua na frente, com Dr. João assumindo a segunda posição

Ramos teve uma leve queda e Dr João um expressivo crescimento

Com o trabalho intensificado nos últimos dias em Tangará da Serra por partidos e candidatos a cargos eletivos, o Diário da Serra apresenta os resultados da segunda pesquisa de intenção de voto, realizada nos dias 25 e 26 de setembro, terça e quarta-feira, para o cargo de deputado estadual e federal, onde foram ouvidas 400 pessoas.

A abordagem utilizada consistiu na aplicação de uma amostragem aleatória representativa da população residente em Tangará da Serra-MT, com 16 anos ou mais de idade em 24 bairros do Município. A margem de erro da pesquisa é de 4.9% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número MT-03954/2018.

Continua sendo grande o número de indecisos para escolha do seu candidato a Deputado estadual ou federal, assim como continua pequeno o número de apontamentos para candidatos de outras cidades. Percebe-se também que as pessoas encontram muita dificuldade para registrar na memória o nome de tantos candidatos em quem deverão votar nessas eleições, onde a famosa colinha será muito necessária. 

Na pesquisa espontânea para Deputado Estadual, Saturnino Masson liderava a primeira pesquisa realizada de 7 a 9 de setembro com 17% dos votos e agora cresceu para 19,8%, Dr. João que ocupava a terceira posição com 7,5% agora saltou para 11,8% deixando Wagner Ramos em terceiro. Na anterior ele tinha 8% das intenções e agora cai para 6,8%. Dr. Lidioney Siqueira permaneceu com os 2,5% da primeira, Ester Ferreira caiu de 3% para 1,5%, Wener Santos subiu de 0,3% para 1,5%. 


Depois aparecem: Dr. Divino Henrique com 0,8%, Luciano Vacari e Juca do Guaraná Filho com 0,5%, Welson do Ciclismo, Alan Zanatta, Elias Galli, Gilmar Fabris, Henrique Lopes do Sintep/MT, Janaina Riva, João Batista do Sindispen, Josi Sampaio, Lúdio Cabral, Mauricio Gomes, Eng. Sebastião Rezende, Brasilino, Professor Mário e Chincharra com 0,3%. Não conseguimos confirmar a candidatura desses três últimos nomes. Quem declarou não votar em ninguém ou anular o voto somava 10,5% e agora são 8,0% e os que estão indecisos que alcançavam 46,5% agora 43% dos entrevistados.


Na pesquisa espontânea para Deputado Federal, Vander Masson que aparecia com 18% das intenções de voto, cresceu sete pontos e agora tem 25%, Rogério Silva tinha 12,3% e agora 8%, Carlinhos da Esmeralda tinha 3% e agora 4,3% e Adauton Tuim permanece com 0,8%. 


Também aparecem José Medeiros e Rosa Neide com 0,5%, Dr. Emerson Ribeiro, Edna Sampaio, Jairzinho, Junior Vitamina, Margareth Cardoso, Nelson Barbudo, Nicinha e Victório Galli com 0,3%. Para fechar tiveram votos também para o cargo de federal, Wener Santos 0,5% e Ester Ferreira 0,3%, que na verdade são candidatos a deputado estadual, mas como houve a manifestação os nomes foram anotados. Os que declaram não votar em ninguém ou anular o voto eram 10,3% e agora 7,8%. Os indecisos somavam 55% dos entrevistados e agora 50,5%. 


DS avaliou novamente candidaturas tangaraenses 

O Diário da Serra realizou também uma segunda rodada de pesquisa simultaneamente com as demais, para avaliar o desempenho exclusivo das candidaturas a deputado de Tangará da Serra, apresentando para cada entrevistado um cartão com os nomes apenas das candidaturas de Tangará, com domicílio eleitoral ou membros da sociedade tangaraense por pertencerem a famílias tradicionais da cidade ou que já tenham fixado residência por aqui. Nesta segunda rodada acrescentamos o nome do candidato Wener Santos.


A pesquisa também foi realizada nos dias 25 e 26 de setembro, terça e quarta-feira, onde foram ouvidas 400 pessoas para saber a intenção de voto para os cargos de deputados estadual e federal. Embora a pesquisa tenha sido feita de forma estimulada, o entrevistado tinha a opção de declarar se votaria em branco ou nulo, ou mesmo que não votaria em ninguém dos nomes apresentados no cartão. 

A abordagem utilizada consistiu na aplicação de uma amostragem aleatória representativa da população residente em Tangara da Serra-MT, com 16 anos ou mais de idade em 24 bairros do Município. A margem de erro da pesquisa é de 4.9% para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número MT-06781/2018.

Na pesquisa estimulada para Deputado Estadual, Saturnino Masson tem 25,5% dos votos, Dr. João com 15,3%, Wagner Ramos com 12,0%, Dr. Lidioney Siqueira com 4,0%, Ester Ferreira com 2,0%, Wener Santos com 1,3%, Luciano Vacari com 0,5%, Welson do Ciclismo com 0,5% e Joás Nalini com 0,3% das intenções. Quem declarou não votar em ninguém ou anular o voto soma 12,0% e os que estão indecisos alcançam 26,8% .

Na pesquisa estimulada para Deputado Federal, Vander Masson aparece com 33,3% das intenções de voto, Rogério Silva com 13,8%, Carlinhos da Esmeralda com 6,0% e Adauton Tuim com 3,3%. Os que declaram não votar em ninguém ou anular o voto são 13,5% e os indecisos somam 30,3% dos entrevistados.

Fonte: Mano Reski - Redação DS

Tangará registra saldo positivo na geração de empregos

Entre janeiro e agosto desse ano foram 7.432 admissões

Indo na contramão da atual economia brasileira, a cidade de Tangará da Serra apresentou saldo positivo na geração de empregos nos primeiros oito meses desse ano. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), entre janeiro e agosto de 2018 o número de admissões foi de 7.432 (51,87%) e de desligamentos 6.896 (48,13%), resultando em saldo positivo de 536 vagas.

“O que nós percebemos é que todos os dias estamos com muitas vagas disponíveis de emprego. Isso colabora com esse saldo positivo, sendo que as estatísticas apontam que tivemos muito mais admissões do que desligamentos”, afirmou o coordenador do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Tangará da Serra, José Marcelo Lustoza, destacando que a expectativa para o restante do ano é que os números sejam ainda mais positivos.

“A tendência é melhorar porque as vendas crescem naturalmente no final de ano, ainda mais com novas empresas se instalando agora aqui em nossa cidade, o que gerará muito mais empregos”, apostou o coordenador.

Ainda conforme dados do Caged, o setor que mais se destacou nos primeiros oito meses desse ano em Tangará da Serra é o da Construção Civil com 793 admissões e 570 desligamentos, o que apresenta um saldo positivo de 223 vagas.

“Tivemos até vagas de emprego para a Extração Mineral, que não é muito comum. Foram vinte e três admissões e apenas oito desligamentos, o que representa o saldo de quatorze vagas”, enfatizou João Marcelo.

O secretário Municipal de Indústria, Comércio e Serviços, Wellington Bezerra, comemorou os resultados positivos. “O município mostra sua potencialidade principalmente na construção civil. As novas obras que aparecerão vão ajudar a empregabilidade do município”, concluiu Bezerra.

Fonte: Rodrigo Soares / Redação DS

TCE alerta para prestação de contas de projetos culturais

As prestações de contas de diversos projetos culturais realizados em Mato Grosso são entregues fora do prazo estipulado nos contratos e possuem documentos com irregularidades. Na sessão da 2ª Câmara de Julgamentos realizada na manhã desta quarta-feira (26/09), os conselheiros interinos João Batista Camargo, Moises Maciel e Isaías Lopes da Cunha julgaram Tomadas de Contas referentes a dois projetos culturais realizados em 2014.

O projeto “Festa da Irmandade de São Francisco de Assis de Ponte Alta” passou por uma Tomada de Contas Especial realizada pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer e encaminhada ao TCE. O relator do Processo nº 272655/2017, conselheiro interino Isaías Lopes da Cunha, apresentou seu voto pela regularidade da prestação de contas, mas demonstrou preocupação com a falta de atenção em relação ao prazo estipulado no contrato para entrega da prestação de contas. A regra constante nos contratos públicos é que ela seja feita em até 30 dias após a realização do evento.

O Termo de Convênio nº 113/2014, firmado com a Irmandade São Francisco de Assis da Ponte Alta, representada por Américo Leite Fernandes Neto, tinha como objetivo a realização do projeto “Festa da Irmandade São Francisco de Assis da Ponte Alta”, no valor de R$ 55.000,00, repassado em uma única parcela. A instituição conveniada apresentou a prestação de contas fora do prazo, mas comprovou a realização do evento e demonstrou as notas fiscais referentes aos serviços contratados.

O conselheiro Isaías comentou em plenário que “os produtores culturais que apresentam os projetos geralmente não têm conhecimento da legislação que rege os convênios com o setor público ou os termos de concessão de auxílio. Eles precisam ser capacitados pela Secretaria de Cultura. Precisam conhecer as regras que envolvem o dinheiro público. Existe uma prestação de contas que deve ser feita com base em documentos idôneos para demonstrar a boa aplicação dos recursos públicos”, alertou o relator.

Isaías Lopes da Cunha informou que o projeto não pode, por exemplo, utilizar o recurso público para pagamento de tarifas bancárias. Outro problema comum é a falta de preocupação em recolher notas fiscais de tudo que é pago com o recurso. “Eles se preocupam em realizar os projetos e não com a parte de documentos. É cultural do cidadão brasileiro não pedir nota fiscal, mas quando se trabalha com recursos públicos, deve-se ter a consciência da necessidade de comprovar a boa aplicação do dinheiro”, disse.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social

Fóruns Setoriais de Cultura iniciam discussões com Comunidade Artística

Nesta quarta as discussões seguem com o segmento Literatura

Discutir a cultura mato-grossense através de um debate entre artistas, produtores, conselheiros, gestores, estudiosos e pesquisados, e assim propor estratégias para descentralizar e democratizar o acesso dos cidadãos aos serviços culturais, além de propor estratégias para o desenvolvimento econômico e social a partir da cadeia produtiva da cultura, que a comunidade artística está participando desde a noite da última segunda-feira, 24, dos Fóruns Setoriais da Cultura.

Promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Tangará da Serra, através do Departamento de Cultura, os Fóruns Setoriais de Cultura precedem a Conferência Municipal de Cultura, marcada para este sábado, 29. “A mobilização para a conferência começou dia 17 e segue agora com os Fóruns Setoriais (…) uma forma de discutir mais especificamente as propostas para cada segmento”, explica o coordenador de Cultura, Anselmo Parabá. 

No primeiro dia de discussões, realizadas na Biblioteca Municipal, a comunidade das Artes Cênicas foi ouvida, e, na terça-feira, 25, os músicos. “Dessa forma conseguimos dar mais qualidade no andamento das propostas”. Nesta quarta-feira, 26, as discussões seguem com o segmento Literatura; na quinta-feira, 27, com Artes Visuais; e na sexta-feira, 28, com Patrimônio.

Nestes dias, reforça Parabá, a comunidade artística está fazendo a primeira avaliação do Plano Municipal de Cultura, implantado em Tangará da Serra no ano de 2015 e válido por 10 anos (2016/2026), assim como eleitos os Conselheiros Municipais de Cultura – um representante de cada segmento.

Já no sábado será apresentado o texto-base discutido nos Fóruns Setoriais e iniciada a discussão das propostas do Município para a Conferência Estadual de Cultura, marcada para acontecer no final de novembro, em Cuiabá. 

A Conferência de Cultura é aberta a toda a comunidade e acontecerá no Teatro do Centro Cultural, das 13h às 19h. 

Fonte: Fabiola Tormes - Redação DS

Município vai renovar frota do transporte escolar e reformar escolas

Os investimentos serão realizados com recursos próprios

Com o prazo para permissão de uso de cerca de 10 ônibus do transporte escolar vencendo no próximo ano, o Executivo Municipal de Tangará da Serra está providenciando todos os trâmites visando garantir segurança e qualidade na locomoção dos estudantes. No decorrer dos próximos meses, a rede pública de ensino contará com três novos veículos, sendo dois ônibus de porte grande e um micro-ônibus totalmente adaptado para atender alunos com algum tipo deficiência física.

“Nosso planejamento é adquirir mais cinco veículos no ano que vem, além desses três que serão para esse ano ainda. Estamos nos precavendo para renovar a nossa frota, pois temos alguns que não poderão mais rodar em 2019”, afirmou o secretário municipal de Educação, Gilmar Utzig, destacando que outro grande investimento ainda para esse ano será a reforma e ampliação do Centro Municipal de Ensino Fábio Diniz Junqueira, que encontra-se danificado por fatores climáticos e por utilização de longos anos sem reforma.

“Vamos também reformar e ampliar o Centro Municipal de Ensino Atacílio de Souza, afim de preservar a estrutura da instituição de ensino, bem como promover melhor a qualidade e oferecer para os alunos mais conforto”, anunciou o secretário.

Os investimentos serão realizados com recursos próprios da Prefeitura Municipal, que foram aprovados pela Câmara Municipal de Vereadores através de projetos de suplementações na tarde desta terça-feira, dia 25 de setembro.

“A Secretaria de Educação está empenhada em atender pequenas e grandes reformas, para dar melhores condições de trabalho aos profissionais e para que os alunos sintam-se bem na escola. Isso é um efeito cascata que melhora os índices da Educação, bem como o índice de satisfação dos alunos, que é a nossa base, para que eles tenham prazer de ir a escola”, enfatizou o secretário.

Investimentos na Educação somam R$ 5,5 milhões

O investimento que o Executivo Municipal de Tangará da Serra aplicará na Educação aprovado pela Câmara Municipal na tarde desta terça-feira, 25, por meio de suplementações, acumulam o total de R$ 5.500.000,00.

Além da aquisição de novos veículos para o transporte escolar e reforma e ampliação em duas escolas do município para este ano, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec) também investirá na compra de mobiliários e na confecção de uniformes escolares.

De acordo com o secretário de Educação, Gilmar Utzig, os uniformes serão distribuídos para todas as escolas da rede municipal de ensino, sem custos para os estudantes. “Vamos investir um valor considerável para adquirirmos esses uniformes. O objetivo é distribuí-los no início do ano letivo de 2019”, comentou Gilmar, ao destacar que serão jogos completos, compostos por camisetas com e sem manga, shorts e tênis para alunos do 1º ao 5º ano, e duas camisetas para estudantes do Ensino Fundamental. Ainda de acordo com o secretário, para 2019 o Município planeja fazer novos investimentos, como a ampliação nos Centros Municipais de Ensino José Nodari, Gentila Susin Muraro e Tia Lina.

“São várias inserções que faremos nas escolas, fora outras que temos projetos em andamento. Vamos fazer as atividades dentro do orçamento que temos. […] Na Educação, tudo é prioridade”, finalizou o secretário. 

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS

Nova campanha da CNM convida os Municípios a estabelecerem conexões para melhoria na gestão municipal

Melhorar a gestão municipal, estabelecendo o diálogo e buscando conexões com outros Municípios. Com esse objetivo, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) promove a campanha Conexões Municipalistas.

A ação é uma nova proposta de integração e de conexão entre conhecimento e força política. O projeto prevê visitas aos Municípios dos quatro cantos do país. A CNM vai promover encontros para apresentar os desafios e as ações municipais e reforçar a pauta municipalista.

De acordo com o presidente da CNM, Glademir Aroldi, a participação dos gestores é essencial. “Vamos discutir a nossa pauta no Congresso Nacional, junto à União, às instituições federais e fazendo uma troca de informações. Uma relação que nós entendemos ser da maior importância. Isso faz com que nós possamos levar informações e buscar conhecimentos daquilo que está acontecendo em cada região do país, em cada Município”.

A agenda começa por Juiz de Fora (MG) no próximo dia 23 de outubro. Em seguida, será a vez de Alegrete (RS) receber o evento no dia 6 de novembro. Nos dias 6 e 7 de novembro Rio Branco (AC) será sede do Conexões. Em São Sepé (RS) será no dia 7 de novembro. E no dia 8 do mesmo mês, Santa Cruz do Sul (RS) será sede do Conexões Municipalistas.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da CNM.

Fonte:Agência CNM

Comissão da Câmara discute precatórios do Fundef e reforça autonomia municipa

A destinação dos recursos dos precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) foi o ponto central do debate realizado na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 19 de setembro. A pedido do deputado JHC (PSB-AL), houve uma Comissão Geral no plenário com representantes sindicais para leitura de nota do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que reforçou autonomia da gestão municipal para uso dos recursos.

Pleito importante para os gestores locais, os precatórios que resultaram do descumprimento da Lei 9.424/1996 para cálculo da complementação da União ao Fundef é tema prioritário ao movimento municipalista e está sendo tratado em diversos encontros da Confederação Nacional de Municípios (CNM) com o Tribunal de Contas da União (TCU) e órgãos do Executivo. A entidade espera liberação, por parte do Tribunal, do uso da verba – suspenso desde o início de julho – e um consenso entre as esferas para que o montante não seja subvinculado – ou seja, não tenha que respeitar a proporção de 60% para pagamento da remuneração dos profissionais do magistério da educação básica.

É de entendimento do movimento municipalista que os recursos são destinados para a educação. Vale lembrar que decisão do próprio TCU (Acórdão 1.962/17) considerou que a natureza extraordinária dos precatórios desobriga a vinculação – posição validada posteriormente pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Nota

O parlamentar abriu a Comissão lembrando da judicialização que o prejuízo aos cofres públicos provocou entre 1998 e 2006. O passivo chega a R$ 90 bilhões. “Encontramos pelo Brasil uma enxurrada de ações em diferentes direções em que não se sabia ao certo a orientação para aplicação desses recursos. Insegurança jurídica em relação ao pagamento dos precatórios”, justificou JHC.

Em seguida, o deputado leu nota do FNDE, disponibilizada um dia antes, com parecer sobre o impasse e comemorou, junto aos sindicalistas, posicionamento sobre a possibilidade de subvinculação, a depender de decisão do gestor. “A gestão dos recursos da educação compete aos órgãos responsáveis pela educação no âmbito dos entes governamentais”, diz trecho da nota. Para o parlamentar, o FNDE deixou claro que, sem proibir a subvinculação, compete ao Município definir a destinação do dinheiro. Após a fala do deputado, lideranças sindicais se pronunciaram sobrea distribuição dos recursos.

Explicando melhor: não se aplica a subvinculação, ou seja, não há obrigatoriedade de destinação de 60% dos recursos dos precatórios do Fundef para pagamento do magistério; porém, não há proibição de aplicação de parte dos recursos dos precatórios para esse fim. Cabe aos gestores municipais decidir sobre isso. A CNM alerta para o fato de tais recursos correspondem a valores não permanentes. Portanto, não cabe conceder reajustes salariais permanentes. É razoável, por exemplo, pagar dívidas relativas a salários dos professores, inclusive decorrentes de ações judicais.

Fonte:Agência CNM

Prazo para requerer segunda via de título termina nesta quinta

Eleitores também podem votar com outros documentos

Termina nesta quinta-feira, 27, o prazo para o eleitor solicitar a segunda via do título no cartório eleitoral da zona onde está cadastrado. O documento não é o único aceito no pleito de outubro e o eleitor pode se apresentar com outros, desde que seja oficial com foto, como a carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira de motorista ou passaporte.

Para solicitar a segunda via do título, o eleitor deve estar em dia com a Justiça Eleitoral, ou seja, não poderá ter débitos pendentes.

Aos eleitores que estiverem com a situação regular também podem optar pela versão digital do título de eleitor que pode ser obtida gratuitamente por meio do aplicativo e-Título, disponível para smartphones gratuitamente.

O e-Título também serve como documento de identificação do eleitor caso ele já tenha feito o recadastramento biométrico. Isso porque a versão digital será baixada com foto, o que dispensa a apresentação de outro documento de identificação no momento do voto.

Fonte: Karine Melo - Agência Brasil

Caminhada abre programação da Semana do Idoso

O encerramento da programação especial será no dia 1º de outubro, data em que é celebrado o Dia Internacional da Pessoa Idosa

Embalados pelas batidas da fanfarra da Escola Estadual Pedro Alberto Tayano, cerca de 100 idosos participaram na manhã desta terça-feira, 25, de uma caminhada pela Avenida Brasil.

A ação, promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Tangará da Serra, por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), abre a programação festiva da Semana do Idoso, que tem o objetivo de promover a descontração, autoestima, socialização e bem-estar das pessoas na terceira idade. 

“Temos um compromisso muito grande com a pessoa idosa”, garantiu o secretário Aguinaldo Garrido, ao agradecer o empenho de todos os envolvidos na Semana do Idoso. “Teremos uma programação bastante atrativa, para homenagear a pessoa idosa”.

A programação segue nesta quarta-feira, 27, com um passeio dedicado aos idosos atendidos pelos programas da Assistência Social. O grupo será atendido em dois horários, das 8h às 10h e das 14h às 16h no parque temático Joaquin’s World. 

O encerramento da programação especial será no dia 1º de outubro, data em que é celebrado o Dia Internacional da Pessoa Idosa. A atividade vai acontecer no Lar dos Idosos das 14h às 16h30.

Fonte: Redação DS

Atividades do Outubro Rosa iniciam com MacarroMama

Macarronada acontecerá em duas edições, nos dias 05 e 19

O Grupo de Apoio Oncológico Luz da Esperança já inicia as mobilizações em torno do Outubro Rosa e Novembro Azul. 

Além de chamar a atenção para os cânceres de mama e de próstata, o grupo busca também, angariar fundos para continuar a ajudar pessoas acometidas pelas doenças. Uma das primeiras atividades será a MacarroMama, uma macarronada que acontecerá no dia, 05 de outubro e será feita por Cristina França.

Além disso, no dia, 19, acontecerá a segunda edição mensal da MacarroMama, que estará dessa vez sob a batuta de Dany Gouveia.

Para essas duas atividades os convites já estão à venda com as integrantes do grupo ao preço de R$ 18, 00. A macarronada será servida na sede do grupo.

Terminando o Outubro Rosa, inicia-se o Novembro Azul, quando o Gao realizará o ‘Petisco Solidário’, dando início a campanha.

Assim como as MacarroMamas, essa atividade também será na sede do Gao. Os ingressos serão colocados à venda em breve, conforme a presidente. “No petisco teremos só coisas de boteco para beliscar, tomar uma cervejinha com os amigos e conversar”, pontua.

Outra atividade será um show de prêmios que acontecerá no dia 25 de novembro, no Ginásio da escola José Nodari, tendo como primeiro prêmio R$ 4 mil, segundo R$ 2 mil, terceiro uma novilha e o quarto R$ 1 mil. As cartelas estão à venda ao valor de R$10. “Além dessas inúmeras atividades, paralelamente a elas fazemos as palestras que iniciamos no começo do ano e intensificamos agora, aceitando inclusive convite de empresas, escolas ou outros setores”, frisou Edna.

Atualmente o Gao colabora no acompanhamento de 43 pessoas, as quais auxilia com alimentos, passagens, fraldas entre outros.

Fonte: Rosi Oliveira - Redação DS

Semana do Surdo inicia hoje em Tangará com vasta programação

Abertura acontece logo mais à noite no auditório da escola Isoldi Storck

Comemorado oficialmente na próxima quarta-feira, 26, o Dia do Surdo terá em Tangará da Serra atividades alusivas a data durante toda a semana.

A primeira delas inicia hoje, 24/09 às 19h, quando acontece abertura da 18 Semana de Surdos no Auditório do Centro Municipal de Educação Especial Professora Isoldi Storck.

Nesta oportunidade, acontece a palestra “A relevância da Psicologia na intervenção ao sujeito Surdo e suas famílias” com a Psicóloga Natali Cintia dos Santos e apresentação cultural dos alunos Surdo, tendo como público-alvo: Comunidade Surda, familiares e acadêmicos da UNIC, onde estão inclusos alunos Surdos.

Na terça-feira, 25, as atividades iniciam no período matutino, às 8 horas, também no Auditório da escola, onde haverá a apresentação do teatro ArtSurdo com a peça “História do Surdo”, que terá como público-alvo: alunos das escolas 13 de Maio, Ceja Antônio Casagrande, Emanuel Pinheiro e Laura Vieira de Souza, onde estão inclusos alunos surdos.

A peça será também encenada no período vespertino, tendo como público-alvo: alunos das escolas 13 de Maio e Laura Vieira de Souza, onde estão inclusos alunos surdos.

Já na quinta-feira, 27, os alunos da escola participarão do Econtro de Cultura Surda promovido pelo Instituto Federal de Mato Grosso, em Campo Novo do Parecis.

No dia 28, sexta-feira, alunos e professores participarão do encerramento e confraternização no Balneário Rio Verde em Campo Novo do Parecis.

Conforme a diretora da escola, Daniela Lampert, essa é uma forma de lembrar as conquistas obtidas pelos deficientes surdos, que inclusive tem hoje uma língua própria. “Todos os anos fazemos essa programação para lembrar esse dia e as inúmeras conquistas e a trajetória de uma luta que resultou em uma língua de sinais- Libras que hoje é reconhecida e insere o surdo na sociedade”, frisou.

Fonte: Rosi Oliveira - Redação DS

Acidente entre Assari e Barra do Bugres vitima pai de Renato Gouveia, vice prefeito de Tangará da Serra

Bombeiros trabalham neste momento para retirar o corpo que ficou preso nas ferragens.

Um fatídico acidente registrado nesta manhã de sábado, 22, acabou por ceifar a vida do pai do vice prefeito de Tangará da Serra, Renato Gouveia.

Vicente de Gouveia perdeu a vida há poucos minutos na rodovia MT-246, trecho que liga Assari a Barra do Bugres.

Além do pai do vice prefeito, que faleceu, o cunhado de Gouveia que estava no veículo ficou ferido e teria sofrido politraumatismo. Segundo informações seu estado de saúde é considerado bastante grave, conforme relatos do prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira, que falou agora a pouco com Renato, que está no local acompanhando os procedimentos.

Ainda conforme o prefeito, devido a gravidade do quadro do cunhado do vice prefeito o mesmo deverá ser encaminhado à capital do Estado em uma UTI móvel e será internado no Hospital São Mateus.

Informações preliminares dão conta de que as vítimas estavam indo passar o final de semana em Barra do Bugres onde tem parentes, quando se envolveram no trágico acidente.

Além do pai e cunhado de Gouveia, há informações que havia uma terceira pessoa cuja identidade não foi ainda revelada. Bombeiros trabalham neste momento para retirar o corpo que ficou preso nas ferragens.

Fonte: Rosi Oliveira - Redação DS

OAB ministra palestra para alunos da Escola Bento Muniz

Palestra reuniu centenas de alunos

Levantando a bandeira da causa social, a 10º Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Tangará da Serra realizou na manhã desta sexta-feira, 21, mais uma atividade do projeto ‘OAB Vai à Escola’. Dessa vez, alunos do Centro Municipal de Ensino Bento Muniz prestigiaram uma palestra que abordou o tema ‘Droga e Bullying’. O evento aconteceu no auditório da OAB, e contou com a participação de aproximadamente 200 estudantes.

De acordo com o presidente da OAB de Tangará da Serra, Kleiton Carvalho, o objetivo foi alcançado, tendo em vista que foi levado conhecimento e esclarecimento sobre temas importante aos alunos.

“Essas crianças e adolescentes necessitam de orientação e apoio, e essa é a bandeira hasteada pela OAB de Tangará da Serra”, afirmou o presidente, destacando que a OAB está disponível para ministrar palestras em toda a comunidade escolar. “A Comissão de Assuntos Sociais da OAB está aberta para ministrar palestras que possam colaborar com o futuro de nossos jovens”, finalizou.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS

Tangaraense é Destaque Nacional do Prêmio Professores do Brasil

Ângela da Silva Elias se destaca com o projeto Chá Literário

O Ministério da Educação (MEC) divulgou recentemente os nomes dos professores vencedores e destaques da etapa estadual da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil. Criado em 2005, o prêmio é voltado a professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula. 

Nesta edição, segundo o MEC, 4.040 professores de todo o país se inscreveram e 158 professores foram vencedores e 294 foram escolhidos como destaques na etapa estadual.

Do Estado de Mato Grosso, seis professores foram vencedores, nas categorias: educação infantil/creche, educação infantil/pré-escola, anos iniciais do ensino fundamental/1º, 2º e 3º anos, anos iniciais do ensino fundamental/4º e 5º anos, anos finais do ensino fundamental/6º ao 9º ano e ensino médio; e outros 12 destaques, entre eles uma única tangaraense. 

A professora Angela Maria da Silva Elias, da Escola Estadual Professor João Batista, foi destaque na categoria 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, por ter desenvolvido durante todo o ano de 2017 o projeto Chá Literário: Conto e Encontro. “Tinha muita curiosidade e então resolvi me inscrever. Foi um processo que exigiu muitos detalhes para a inscrição, mas que valeu a pena”, descreve a educadora, ao frisar que acreditava nesse reconhecimento, pois trata-se de um projeto muito interessante. 

Segundo ela, o projeto de literatura na escola visa despertar hábitos de leitura e escrita, e surgiu exatamente com a constatação de um quadro de desinteresse muito grande na leitura e na produção textual, especialmente nas turmas de 9ºanos, e do alto índice de reprovação dos 1º anos do ensino médio. “Diante dessa realidade propomos o projeto intitulado Chá Literário: Conto e Encontro. E observando os objetivos de aprendizagem que os novos anos precisavam, me deparei com uma que era conhecer a Literatura Mato-grossense e assim escolhemos algumas obras de contos para trabalhar em sala de aula e dar o pontapé inicial no incentivo a leitura”, relembra a educadora, ao destacar que três autores mato-grossenses foram trabalhadas nesta primeira etapa: Agnaldo Rodrigues, Eduardo Mahon e Marta Cocco.

Assim o projeto foi desenvolvido durante todo o ano, com leituras e produção de textos, que resultaram em apresentações das produções textuais dos alunos na Feira do Conhecimento, dois Chás Literários com o encontro de leitores e autores regionais no chão da escola, uma visita na Unemat para conhecer o acervo regional, e por fim a Noite de Autógrafos com o lançamento do livro ‘Conto e Encontro mato-grossenses’, resultado da escrita dos alunos. 

Com 26 anos de profissão, Angela Maria da Silva Elias começou a trabalhar em Castanheira em uma escola multisseriada. Depois seguiu levando conhecimento a alunos de muitas cidades, chegando a Tangará da Serra em 2005. No outro ano, em 2006, começou a trabalhar na Escola João Batista e está lá desde então, com exceção de dois anos que se ausentou, para ministrar aulas na zona rural. 

Projeto contou com a ajuda de toda comunidade

O projeto Chá Literário: Conto e Encontro ultrapassou as paredes da sala de aula e envolveu toda a comunidade escolar. 

De acordo com a professora Angela da Silva, para a realização de suas etapas, muita gente arregaçou as mangas e ajudou na construção de cenários e decoração dos eventos, assim como as famílias ajudaram com a confecção dos quitutes para o Chá Literário. “Um projeto que não envolveu muitos recursos financeiros. A publicação do livro foi realizada com recurso do PDE, os livros adquiridos foram doações dos autores, o Chá literário com a ajuda das famílias da comunidade escolar e a decoração dos eventos com o apoio do banco pedagógico escolar”, lembra, ao agradecer a todos. 

E o resultado, segundo ela, foi surpreendente. “Ouvir de alunos frases como “Minha vida mudou após conhecer a literatura, aprendi a lidar com minhas emoções” e “Hoje eu tenho sede de literatura” é gratificante. Com isso finalizamos nosso projeto do ano de 2017 e ampliamos a proposta para 2018.

Remodelado, projeto literário alcança 200 alunos

Com o objetivo de despertar hábitos de leitura e escrita nos alunos e ainda aproximar autores e comunidade escolar, o projeto Chá Literário: Conto e Encontro, desenvolvido em 2017 na Escola Estadual Professor João Batista, ganhou um novo formato e novos participantes. 

No primeiro ano o projeto envolveu cerca de 50 alunos (do 9º ano) e tamanha a aceitação e valorização, que neste cerca de 200 estudante estão participando, com quatro turmas do 9º Ano, quatro 1º Ano do Ensino Médio e outras duas do 3º Ano, também do Ensino Médio. “O projeto foi tão bem visto pela escola, pela direção e por outros colegas que esse ano demos continuidade ao projeto, com uma nova roupagem e uma titulação diferente – Mato Grosso em prosa e verso”, comemora a professora idealizadora do projeto, Angela Maria da Silva Elias, ao frisar que o projeto agora é de toda a escola, com a participação de muitos outros educadores também. “Os alunos que no ano passado produziram contos, neste estão produzindo poesias”. 

As etapas, porém, seguem a mesma linha, com leituras e produção de textos, baseados em obras de oito diferentes autores mato-grossenses – Marta Cocco, Agnaldo Rodrigues, Everton Barbosa, Irene Rezende, Aroldo Abreu, Aclyse de Mattos, Lucinda Persona e Dante Gatto – e seguirão com o encontro de leitores e autores regionais no Chá Literário (que acontecerá no próximo dia 23 de outubro), uma viagem com os alunos destaques na escrita para conhecer a Academia Mato-grossense de Letras, em Cuiabá, a Mostra Literária, finalizando com a Noite de Autógrafos. 

“A leitura precisa ser inserida na escola como um petisco, algo saboroso e acredito que quando eles veem o autor de frente, tem um sabor diferente (…) assim como ao autor, uma valorização, um reconhecimento do seu trabalho”.

Fonte: Fabiola Tormes - Redação DS

Oktoberfest Louvada é uma das maiores festas de MT e terá mais de 15 mil litros de chope

Cuiabá está entre as cidades em que o consumo de cerveja é um dos mais alto. O clima quente e o fato de ser um povo festeiro acabam por favorecer este cenário. E para os amantes do produto dourado, nada melhor do que encontrar em um único lugar uma variedade de 10 tipos de chopes diferentes com a qualidade de uma das marcas que mais cresce no estado: Louvada.

Sim! Estamos falando da Oktoberfest Louvada que ocorrerá no dia 6 de outubro na Arena Pantanal. Serão 15 mil litros de chope preparados para uma das maiores festas de cerveja do Estado. Tudo isto dentro de uma Vila Alemã construída especialmente para o evento.

A festa reunirá além dos tradicionais sabores de cerveja já produzidos pela Louvada, como pilsen, hop lager, ipa, o chope Oktoberfest, feito de maneira especial para a festa. O estilo Oktoberfest tem coloração mais escura e notas de malte tostado. Vale destacar que este chope tem sua venda restrita ao período da festa.

Serão sete horas de evento que além de shows e danças contará com um food park com muitas comidas típicas alemãs realizado pelos parceiros da Louvada como Maluti, Rosana Pavão, Chef em Casa, Barba, Grelha e Bigode, Rock Burger, Serra Grande, Cozinha dos Fundos, Suelem Almodi e Ana Paula Tavares.

Claro que não podem faltar também o concurso de chope de Metro e a típica dança alemã que será comandada pela Associação Cultural Alemã Grüner Wald, de Lucas do Rio Verde. A animação ficará por conta das bandas Heróis de Brinquedo, Fábrica e Uhull, que vem da Oktoberfest de Blumenau e fez sucesso ano passado.

SERVIÇO - Os ingressos podem ser encontrados nos parceiros do evento, além do quiosque Louvada no Shopping Goiabeiras, Cervejaria Louvada (Fábrica), taberna no Shopping 3 Américas, Casa de Festas no Shopping Pantanal e Goiabeiras Shopping e no sitewww.techtickets.com.br. O valor do ingresso é de R$ 50 (meia), R$ 60 com a caneca (meia).

Será permitida a entrada de menores de 18 anos somente acompanhados dos pais. A caneca já está disponível para ser retirada na fábrica da Louvada até 5 de outubro ou no dia do evento na Arena Pantanal.

Fonte: Pau e Prosa Comunicação
Informações: (65) 3664-3300 / (65) 9 8411-2104

Primeira Dama agradece Empresas e Entidades por apoio à Sala da Mulher

"A Campanha será realizada no período ideal"

A Primeira-dama e coordenadora voluntária da Sala da Mulher de Tangará da Serra, Helena Simões Matias Junqueira, agradeceu o empenho e colaboração de empresas e entidades que colaboraram com a mais recente campanha de arrecadação de alimentos e demais itens desenvolvida pela Sala da Mulher.

Helena Junqueira encaminhou ofícios de agradecimento especial à loja Iria Confecções, ao La Comuna e à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, na pessoa do Secretário Magno Ferreira. Ambos foram parceiros da Sala da Mulher, promovendo a arrecadação de alimentos, roupas, agasalhos e demais itens.

“Tudo o que arrecadamos com os nossos parceiros é destinado a famílias carentes. Vale frisar que a definição das famílias que serão beneficiadas tem critério. São famílias cadastradas junto à Secretaria Municipal de Assistência Social, beneficiadas com as campanhas que desenvolvemos”, salientou.

A Primeira Dama agradeceu a constante parceria que tem recebido. “Agradeço de coração o empenho de inúmeras empresas de Tangará da Serra, associações, entidades e entes do Poder Público, que sempre colaboram com a realização das nossas campanhas”, destacou a Primeira Dama.

Fonte: Diego Soares - Assessoria

62 Candidatos e 13 Partidos não entregaram prestação de contas parcial

O prazo final para esta entrega encerrou-se na última semana

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), como forma de garantir transparência nas eleições 2018, informou que 20 candidatos a deputado federal não entregaram as suas prestações de contas parciais. A situação é repetida com 42 candidatos a deputado estadual, e ainda 13 partidos políticos. O prazo final para esta entrega, conforme a Resolução do TSE nº 23553.2017, encerrou-se na última semana.

“Os partidos políticos e os candidatos são obrigados, durante as campanhas eleitorais, a entregar à Justiça Eleitoral a prestação de contas parcial. Eles devem informar todos recursos financeiros recebidos, via sistema específico, sendo que estes relatórios são disponibilizados para sociedade pelo TRE em até 48 horas”, explicou o coordenador de Controle Interno e Auditoria do TRE-MT, Daniel Taurines. Acesse aqui os dados de cada candidato.

Pelo levantamento realizado nesta segunda-feira, 17, não apresentaram a prestação de contas parcial: PP, PODE, PSC, PPS, PRTB, PCO, PHS, PMB, PTC, PV, PRP, Patriota e PPL.

Fonte: Daniel Dino - Assessoria TRE/MT

Semana Farroupilha chega ao fim com sucesso de público

CTG Aliança da Serra finaliza nesta quinta-feira, a programação

Sucesso. Essa é a palavra que define a realização da 30º edição da Semana Farroupilha, que iniciou no último dia 12 desse mês com a principal finalidade de manter viva a tradição sulista em Tangará da Serra. Idealizado pelo Centro de Tradição Gaúcho (CTG) Aliança da Serra, o evento chega ao fim nesta quinta-feira, dia 20 de setembro, após uma programação recheada de atividades composta por gastronomia de qualidade, competições esportivas e muito cultura trazida do sul do país.

De acordo com o patrão do CTG Aliança da Serra, Jeferson Zucchi, as expectativas foram superadas diante da participação efetiva da comunidade.

“Nossos objetivos foram alcançados, tendo em vista que comemoramos com sucesso os 30 anos do CTG Aliança da Serra com uma vasta programação. Graças a Deus, tudo transcorreu da maneira programada”, avaliou o responsável, ao destacar que um dos destaques da programação foi o tradicional Costelão realizado no último domingo, 16, que contou com a participação de mais de mil pessoas. Durante os nove dias de evento, toda a cultura e tradicionalismo gaúcho foi demonstrado no decorrer da programação, que também contou com Missa Crioula, oficina de churrasco, torneios esportivos e muito mais.

“E nesta quinta-feira realizaremos o encerramento da Semana Farroupilha com a entrega de premiações das competições, e o tradicional jantar que será um cupim recheado. Gostaria de agradecer a participação de toda a sociedade que, mais um ano, fez da Semana Farroupilha um grande sucesso”, agradeceu o patrão.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS

Terrenos, imóveis e lotes em Tangará vão a leilão na Justiça do Trabalho

Imóveis, terrenos e lotes em Tangará da Serra e região são alguns dos bens que serão vendidos no 2º Leilão Regional da Justiça do Trabalho em Mato Grosso, que ocorre nesta sexta-feira (21). Um dos destaques da região é um terreno de 675 metros quadrados localizado no centro da cidade. O lote é avaliado em R$ 650 mil e o lance mínimo é de R$ 390 mil.

Além deste, também será leiloada uma casa em Denise, avaliada em R$ 100 mil. O terreno possui 472 metros quadrados e tem lance inicial em R$ 70 mil.

O leilão irá vender bens penhorados pelas varas trabalhistas de todo o estado.

Os lances já podem ser dados pelo site do leiloeiro oficial (http://www.araujoleiloes.com.br). Também é possível fazer as ofertas presencialmente. Para isso, o interessado deverá comparecer no dia 21 de setembro no Auditório do Cefor (6º andar do Prédio Administrativo do TRT, em Cuiabá), das 8h30 às 14h30.

O leilão regional inclui um total de 49 lotes, que abrange imóveis (casas e terrenos), automóveis (carros, motos, barcos e caminhões), entre outros, como elevadores, aparelhos de ar-condicionado, combustível e bicicletas ergométricas.

Como participar

Quem desejar participar pela internet precisa acessar o site do leiloeiro e se cadastrar previamente. Somente após o cadastro ser autorizado é que o interessado estará apto a ofertar os lances.

Aqueles que quiserem fazer os lances de forma presencial precisam comparecer no local no dia e hora indicados com os seguintes documentos:

- Pessoa física: documento de identificação pessoal com foto e CPF. No caso de arrematação de bens imóveis, os casados ou que convivem em união estável deverão informar o nome e CPF do cônjuge ou companheiro.

- Pessoal jurídica: cópia do Cadastro Social com as respectivas alterações e documentos pessoais do titular ou seu representante legal.

- Participação por procuração: o documento deverá conter poderes específicos para o ato de arrematação.

Comunicação Social - TRT/MT
(65) 98119-9973 (Zequias Nobre)

IFMT é considerada a melhor Escola Pública do Estado

Campus mais uma vez se destaca no cenário educacional

O Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) obteve a maior nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) entre as escolas públicas de Mato Grosso. Com pontuação de 5.6, o Campus Rondonópolis mais uma vez se destaca no cenário educacional, já que também foi a 3ª colocada no estado de Mato Grosso pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017.

O Ideb é calculado a cada dois anos para os anos iniciais e finais do ensino fundamental e o ensino médio. Para compo-lo, o Ministério da Educação (MEC) considera as notas dos estudantes na prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e os índices de fluxo, compilados pelo Censo Escolar.

De acordo com o MEC, as escolas públicas de Mato Grosso não ultrapassaram a média 5.0, considerando o intervalo de 0 a 10. E a projeção é que no ano de 2020, o Campus Rondonópolis será a única unidade a alcançar a meta prevista para Mato Grosso, nota 6.0.

Ainda segundo os dados do Ideb, o IFMT Campus Rondonópolis é a única escola pública a figurar na classificação geral entre as 10 melhores do estado, sendo que todas as outras pertencem a rede particular. E este desempenho também é destaque no cenário nacional, pois os resultados obtidos em 2017 colocam o IFMT Campus Rondonópolis no grupo das mil melhores escolas brasileiras, considerando um universo de 9.597 unidades de ensino público e particular.

Para alcançar esse resultado, uma ação institucional prioritária é a capacitação do corpo docente que atualmente conta com professores especialistas.

Fonte: Agora MT

Obras do Atacadão em Tangará da Serra iniciam na segunda-feira

Investimento inicial será superior a R$ 50 milhões

O Executivo Municipal de Tangará da Serra recebeu na manhã desta quarta-feira, 19, empresários responsáveis pela construção da unidade do Atacadão em Tangará da Serra.

Na oportunidade, o acionista da empresa Emha Construtora, que é parceria do Atacadão nesta empreitada, Otaviano Pivetta, informou que as obras da unidade de Tangará da Serra iniciarão na próxima segunda-feira, dia 24 de setembro. “Temos uma parceria de longa data com o Atacadão, já construímos algumas unidades como em Lucas do Rio Verde e Barra do Garças, que entregamos no início deste ano, e Tangará vamos começar a obra na segunda-feira próximo e entregaremos no início de janeiro”, informou Pivetta. 

De acordo com o diretor executivo da Emha Construtora, Ramiro Azambuja da Silva, será uma loja padrão do Grupo Atacadão, que compõe o Grupo Carrefour, e terá o mesmo formato das mais de 100 lojas e unidades que tem o grupo. “Se adentrar na loja de Tangará, terá o mesmo padrão que as lojas dos grandes centros, como São Paulo e Santa Catarina, inclusive os itens que serão ofertados para a sociedade também observarão esse volume, que são milhares de itens disponíveis para a sociedade”.

Ao todo serão investidos mais de R$ 50 milhões na construção que terá 15 mil metros de área construída, além de 16 mil metros de áreas verdes (áreas permeáveis com todo conceito de sustentabilidade), estacionamento para 400 vagas, tudo dentro de um terreno de 52 mil metros. “Uma loja moderna, completamente diferenciada, com expectativa de atender toda a região toda de Tangará”.

Fonte: Redação DS

Sicredi lança plataforma ‘Como Fazer Juntos’

Série de vídeos explica o que é uma cooperativa de crédito, seus diferenciais, vantagens e benefícios, entre outras informações relevantes para os jovens e demais públicos

Com o intuito de aproximar cada vez mais o cooperativismo de crédito a diversos públicos, o Sicredi – instituição financeira cooperativa que conta com mais de 3,8 milhões de associados e atuação em 22 estados brasileiros e Distrito Federal – lançou, simultaneamente, a plataforma de conteúdos “Como Fazer Juntos” e a campanha “Juntos a gente se entende”, destinada ao público jovem.

A plataforma tem conteúdos produzidos com os colaboradores, que explicam de forma simples e próxima, por meio de vídeos, o que é o Sicredi, seus produtos e serviços e os diferenciais, vantagens e benefícios de se associar a uma das cooperativas de crédito filiadas ao Sistema. Os vídeos podem ser acessados no site www.comofazerjuntos.com.br. Além disso, também são postados nos canais de mídias sociais do Sicredi.

“As palavras ‘Como Fazer’ são bastante procuradas no Google quando as pessoas procuram aprender mais sobre algum assunto. E por que aprender como fazer juntos? Em função do cooperativismo ter em sua essência atuar a cultura do trabalho em conjunto para um mesmo fim. Por isso, a plataforma ‘Como Fazer Juntos’ representa o relacionamento próximo e a transparência das nossas relações com associados e a comunidade”, explica Ana Paula Cossermelli, superintendente de Comunicação, Marketing e Canais do Banco Cooperativo Sicredi.

Já a campanha ‘Juntos a gente se entende’ tem o intuito de estimular o público jovem a considerar o Sicredi no momento de escolher a sua instituição financeira, direcionando para a plataforma de conteúdos. “A campanha atuará em diferentes frentes com ações de endomarketing, publicidade, marketing digital e relações públicas, todas com o intuito de engajar o colaborador do Sicredi, o associado e toda a comunidade na qual nossa instituição financeira cooperativa atua”, ressalta Ana Paula.

A campanha institucional para o público jovem é composta por uma série de três vídeos e se estende às revistas que circulam nas áreas de atuação do Sicredi, incluindo mídia de massa (spots, anúncios e mídia exterior), ativação por meio de canais digitais (Facebook, YouTube e site do Sicredi) e ações trabalhadas para o público interno. “Nesta fase de nossa campanha institucional, serão trabalhados os materiais com situações cotidianas dos jovens para que eles entendam a importância de escolher uma instituição financeira de forma adequada, logo no início de sua vida financeira”, finaliza a executiva.

FICHA TÉCNICA – COMO FAZER JUNTOS

Direção de Criação: Carolina Sebben e Andrey Damo
Direção de Arte: Gabriel Jansen e Nadine Santos
Redação: Gabriela Fofonka
Produção: Luiza Pettini 
Mídia: Daiana Bellaver
Planejamento: Lucas Kircher
Atendimento: Luana Olave e Aline Bohn
Fotografia: Arion Engers
Tratamento de Imagem: Alexandre Link
Produtora de Filme: Pádua Filmes 
Diretor do Filme: Lucas Fogs
Produtora de Áudio: Radioativa
Aprovação do cliente: Luciana Pedrolo e Ariel Ferraz.

FICHA TÉCNICA – JUNTOS A GENTE SE ENTENDE

Direção de Criação: Gregório Leal e Carolina Sebben
Direção de Arte: Gabriel Martinez e Gabriel Jansen
Redação: Gregório Leal, Gustavo Lacerda e Gabriela Fofonka
Produção Gráfica: Fabiana Crippa
Produção Eletrônica: Fabiana Crippa e Flavia Cota
Mídia: Denise Marusiak, Mariana Velloso, Daiana Bellaver e Luana Zeloschi
Planejamento: Daniele Lazzaroto e Lucas Kircher
Atendimento: Tânia Grigoletto, Giana Oliveira, Marília Jung e Luana Olave
Fotografia: Raul Krebs e Mariana Molinos
Tratamento de Imagem: Casulo
Produtora de Filme: Santa Transmedia
Diretor do Filme: Felipe Blankenheim
Produtora de Áudio: Loop Reclame
Aprovação do cliente: Ariel Ferraz, Elemara Swbilowiez, Luciana Pedrolo e Victor Costa

Sobre o Sicredi 

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,8 milhões de associados, os quais exercem um papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins. 

Fonte: Assessoria de Comunicação

Mato Grosso lidera exportações de grãos no primeiro semestre de 2018

Para os produtores, o desempenho do país atualmente só não é melhor porque não conseguiu avançar em melhores de estradas e ferrovias

Mato Grosso liderou o ranking de exportações no primeiro semestre deste ano. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o estado exportou 10 milhões de toneladas e dessa quantidade cerca de 80% são de produtos derivados da soja. Foi responsável por 17,30% da soja vendida para países como a China e a União Europeia.

O principal produto vendido pelo estado foi a soja, sendo que o estado é o maior produtor do grão.

Depois de Mato Grosso, São Paulo foi o estado maior exportador de produtos agrícolas (16,85%), seguido do Paraná (14,12%) e do Rio Grande do Sul (11,79%). Para os produtores, o desempenho do país atualmente só não é melhor porque o país não conseguiu avançar em melhores de estradas e ferrovias.

Uma indústria instalada em Várzea Grande, região metropolitana, esmaga os grãos da soja para produzir farelo e óleo. Cerca de 76 mil toneladas foram compradas dos produtores somente neste ano. A empresa não exportava há cinco anos.
Segundo o gerente da indústria, Carlos Eduardo Atkinson, a empresa tem planos planos para a produção da safra de soja para 2019. "Estamos investindo para que ano que vem, possamos esmagar mais soja e exportar mais", disse.

Esse ano as exportações brasileiras do agronegócio chegaram a R$ 60 bilhões de dólares.

De acordo com o vice-presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), Zildo Donadello, explicou que a alta do dólar e a guerra comercial entre a China e os Estados Unidos da América, colaboraram para o aumento das vendas. “Essa guerra comercial que existe no momento está sendo boa. Mas não sabemos até que ponto irá durar”, afirmou.

Ele contou que o desempenho não foi melhor devido à falta de avanço nas melhorias das estradas e ferrovias. “O que nos limita hoje é a logística, porque o governo não está investindo em melhorias”, disse Zildo.

Fonte: Cristina Mayumi - TV Centro América

Semana Farroupilha movimenta o esporte em Tangará da Serra

Programação festiva conta com vários torneios de tradição sulista

Iniciada no último dia 12 em Tangará da Serra, a 30ª edição da Semana Farroupilha tem movimentado o setor esportivo do município com a realização de vários torneios voltados para as raízes sulistas.

No último sábado, dia 15 de setembro, a programação contou com Grenal de Bombacha, que movimentou o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Aliança da Serra.

De acordo com o Patrão do CTG Aliança da Serra, Jeferson Zucchi, os jogos têm superado as expectativas diante da participação efetiva. “Estamos felizes com a realização dos jogos, pois reunimos amigos para participar de atividades tradicionais do sul. A programação segue a todo o vapor, inclusive com os jogos esportivos”, comentou o Patrão, destacando que hoje, dia 17 de setembro, tem início o segundo torneio da programação, com o Farroupilha de Bocha Individual e Farroupilha de Truco de Duplas.

“Na terça-feira, amanhã, teremos a continuação dos jogos do segundo torneio de bocha e truco. Na próxima quarta-feira acontece também a continuação e ainda as finais dos jogos do segundo torneio”, relatou Zucchi.

A entrega das premiações está marcada para acontecer a partir das 20h15 da próxima quinta-feira, dia 20 de setembro.

Ainda segundo o patrão do CTG Aliança da Serra, a Semana Farroupilha é um momento especial de culto às tradições gaúchas, transcendendo o próprio Movimento Tradicionalista Gaúcho. “Ela envolve praticamente toda a população que cultiva as tradições do sul, nos locais organizados para festejos, participando das iniciativas do comércio, dos serviços públicos, das instituições financeiras ou das indústrias”, descreve, ressaltando que toda a cultura e tradicionalismo gaúcho está sendo demonstrado durante os nove dias de programação.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS

Mesmo com a chuva, população comparece a Desfile Cívico

Evento aconteceu na Avenida Brasil

Mesmo com o clima chuvoso que atigiu Tangará da Serra na tarde de ontem, 16, inúmeras pessoas entre alunos, professores e representantes de instituições filantrópicas, participaram do Desfile Cívico em comemoração a Independência do Brasil, lembrada no último dia 7 de setembro.

Os participantes levaram para avenida um pouco do que desenvolvem em suas unidades educacionais e seus clubes, apresentando projetos e destacando, principalmente, a importância e a diferença que a educação faz na vida de uma pessoa.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Gilmar Utzig, as expectativas foram atingidas diante do show de ‘patriotismo’ dado pelas instituições. “Sentimos o envolvimento de toda a comunidade escolar, então estamos muito felizes com os trabalhos que foram apresentados, e também com a presença de toda a comunidade escolas de nossa cidade”, avaliou o secretário, destacando que 20 escolas entre públicas e privadas marcaram presença no desfile.

Conforme o Diário da Serra já veiculou em edições anteriores, participaram do evento os Centros Municipais de Ensino José Nodari, Tia Lina, Fausto Eugênio Masson, Fábio Diniz Junqueira, Formoso, Chapadão Rio Verde e Zozoiterô; Escolas Estaduais Patriarca da Independência, Ramon Sanches Marques, Antonio Hortolani, Dr. Hélcio de Souza, 13 de Maio, 29 de Novembro, Jada Torres e Pedro Alberto Tayano; Ipes, Apae e ainda Estradeiros da Serra, Tangará Off Road, Desbravadores da Serra da Igreja Adventista, Polícia Militar, BPW, Projeto Crianças Primeiro do Lions Clube Tangará, Bombeiro Militar e Defesa Civil.

O desfile começou no cruzamento da Rua Sebastião Barreto (8) e o palco das autoridades foi montado praticamente em frente a Praça Antônio Alves Duarte (praça da antiga Prefeitura).

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS

Candidatos avaliam índices alcançados em Pesquisa DS

Matéria foi realizada com base na pesquisa espontânea

Por três dias consecutivos, o Diário da Serra publicou em suas edições pesquisas sobre as intenções de votos do munícipes. Na terça-feira, 10, os tangaraenses tiveram acesso aos dados para presidente da República, na quarta, 11, para governador e na quinta-feira, 13, para deputados estaduais e federais. Com base nos índices alcançados pelos candidatos a deputado, o DS buscou contato com os mesmos sobre o efeito dos números apresentados e obteve as mais variadas respostas. Alguns disseram que ainda não haviam tido acesso à matéria, outros que não acreditam que os índices sejam apenas os divulgados, mas em sua grande maioria, os candidatos se disseram felizes.

A abordagem da matéria de hoje foi realizada com base na pesquisa espontânea, aquela em que o eleitor já declara o candidato escolhido.

Para Deputado Estadual, Saturnino Masson lidera com 17% e disse “acredito que o eleitor muitas vezes não gosta do candidato, mas não quer perder o seu voto e votar em quem vai perder, por isso a pesquisa ajuda bastante. Recebo o resultado com muita alegria e isso será um incentivo maior ainda para trabalhar”.

Um pouco atrás está o candidato Wagner Ramos com 8% com quem o DS não conseguiu contato até o fechamento da edição. Dr. João com 7,5% disse “ pesquisa é muito complicada, muito difícil, tem muitos candidatos. Mas estou feliz por estar tecnicamente empatado com o segundo lugar, lembrando que não sou conhecido no mundo político, lido na saúde. Esse índice estimula e a gente vai tratar de trabalhar para esses números crescerem”, comentou.