Dezesseis cidades estão disputando a 10ª Copa André Maggi em Sapezal

Tangará está participando da competição com 10 equipes

Está em andamento desde a manhã do último sábado, 18 de abril, em Sapezal, a 10ª edição da Copa André Maggi, competição esta que tem por objetivo homenagear André Maggi que foi o primeiro prefeito de Sapezal. A competição conta com disputas no futsal, voleibol, basquetebol, handebol e futebol de campo.

De acordo com a coordenador municipal de esportes de Sapezal, Giovano, estão presentes mais de mil atletas de 15 cidades do Mato Grosso, sendo elas: Sapezal, Tangará da Serra, Comodoro, Jauru, Conquista D’Oeste, Araputanga, Vila Bela da Santíssima Trindade, Nova Olímpia, Nova Lacerda, Pontes e Lacerda, Figueirópolis D’Oeste, Diamantino, Campo Novo do Parecis, Campo de Júlio e Brasnorte, e ainda atletas de Vilhena-RO. “Estamos muito felizes com a participação dessas cidades. Isso demonstra a confiança dos times participantes na nossa organização e a cada ano procuramos fazer uma competição ainda melhor para que o evento possa crescer cada vez mais”, disse o coordenador, salientando ainda que o município tem procurado cada vez mais fazer diversas competições, visando o desenvolvimento do esporte dentro do município. “Estamos fazendo um trabalho puxado neste ano, realizando eventos, mexendo nas estruturas e procurando cada vez mais colocar o nome de Sapezal como um potencial esportivo dentro do estado”, finalizou.

TANGARÁ DA SERRA – A equipe de Tangará da Serra esta na disputa da competição com 10 equipes, sendo: voleibol masculino e feminino, handebol com masculino e feminino, futsal feminino e ainda duas equipes no masculino e também o futebol de campo masculino com duas equipes, representadas pelos times Operário Sport Clube e Real Tangará Futebol Clube. Os jogos tiveram início no sábado e terão suas finais disputadas nesta terça-feira. Até o final desta edição não obtivemos os resultados dos jogos das equipes tangaraenses.

Fonte: Luciano Góis - Redação DS

Placas de identificação de ruas estão sendo instaladas em Tangará

Placas de identificação das ruas já estão sendo instaladas

Por meio do projeto Tangará Mais Bela, o Rotary Tangará Centro iniciou um trabalho para identificação dos logradouros públicos de Tangará da Serra, através da colocação de placas padronizadas.

De acordo com o coordenador do projeto, André Luis Castro Nunes, o trabalho foi idealizado ainda em 2008 pelo associado Gervásio Lima Brito e desde então vem sendo discutido com as autoridades municipais, responsáveis pelas vias públicas. “Buscamos neste período a formalização do projeto junto a Prefeitura, que é o órgão que responde pelas vias públicas e felizmente na gestão do Prefeito Fábio Martins Junqueira conseguimos a autorização para implementar a instalação dessas placas”, comentou.

O objetivo, segundo Nunes, é identificar neste primeiro momento as principais vias do quadrilátero central (Avenida Brasil e paralelas), além de outras ruas ao longo da Avenida Tancredo Neves, Celso Rosa Lima, Ismael José do Nascimento, entre outras. “Estamos agora trabalhando na viabilidade dessas placas. Já temos a empresa contratada e agora estamos buscando os parceiros para patrocinarem essas placas. A ideia é cobrirmos a área central e as principais vias da cidade, mas a medida que formos cumprindo esse objetivo, ampliaremos a área de instalação”.

Para a execução do projeto, uma empresa especializada foi contratada pelo clube e desde então iniciou o trabalho de colocação dos postes – cerca de 100 já foram colocados. A partir de agora os responsáveis estão visitando empresários que queiram patrocinar a placa de identificação, conforme padronização determinada pelo Executivo Municipal. “A ideia é agora comercializar esses espaços”.

Os empresários que quiserem contribuir poderão entrar em contato com o coordenador do projeto através do telefone 9973-0211. “Nós iremos até a empresa para explicar como funciona o projeto e assim dar andamento”, ressalta, ao explicar ainda que as placas instaladas seguem com o nome/logomarca do patrocinador, nome do Rotary Tangará Centro, além do nome e numeração da respectiva rua para identificação.

“É um projeto que iniciou em 2008, porém que seguirá também pelas próximas gestões, pois o nosso objetivo maior é atingir toda a cidade”, finalizou a presidente do Rotary Tangará Centro, Brígida Maria Fischer.

Fabíola Tormes - Redação DS