Administração apresenta os candidatos aos títulos de Servidor do Ano e Padrão

Entre os dias 23 de setembro e 2 de outubro a Prefeitura Municipal de Tangará da Serra por meio da Secretaria de Administração realizou as eleições parciais para a escolha do “Servidor Público Municipal do Ano” e “Servidor Público Municipal Padrão”. Foram escolhidos 16 candidatos que disputarão o título no próximo dia 15 de outubro, no prédio da Prefeitura, das 7h30 às 11h e das 13h às 17h.

Segundo a secretária de Administração, Maria das Graças Souto, o voto é facultativo para aqueles que votaram nas eleições parciais, porém é uma oportunidade de cada um apoiar o colega de trabalho pelo que ele representa e assim definirmos de quem será o mérito em destaque.

Após a votação, o prazo para interposição de recurso será nos dias 16 e 17 de outubro e resultado será divulgado no dia 23. A inauguração da galeria do servidor será no dia 24 de outubro, durante a programação em alusão ao Dia do Servidor, comemorado em 28 de outubro.

Fica estabelecida a lista geral de candidatos aos títulos de “Servidor Público Municipal do Ano” e “Servidor Público Municipal Padrão”, dispostos em ordem alfabética:



1. Aguinaldo Vicente Segura

2. Anísio Onofre de Souza

3. Caetano Bett Manfrin

4. Carlos Renato Langi

5. Edson Cesar Castoldi

6. Eli Ambrósio do Nascimento

7. Eli Borges

8. Iolanda Cristina do Nascimento

9. Luciléia Oliveira Rodrigues

10. Natália Santana Dutra

11. Roque Rodrigues

12. Sirlene Aparecida Quintão Apolinário

13. Vagner Neves Souza


Fonte: Assessoria de Imprensa PMTS

Semec proporciona atendimento psicológico aos alunos dos CME

Desde junho a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec) conta com o atendimento psicológico para as crianças e adolescentes matriculados no sistema municipal de ensino, disponibilizando atendimento clínico da queixa escolar, onde são realizados os procedimentos de avaliação psicológica, ludoterapia breve e psicoterapia breve.

A percepção de que o aluno necessita de alguma avaliação é observado pelo professor em sala da aula. Em seguida encaminhado para a sala multifuncional onde será analisado se realmente este aluno apresenta dificuldades de aprendizagem, transtornos das habilidades escolares e transtornos globais do desenvolvimento. Após o diagnóstico este estudante passa a ser acompanhado por uma equipe de profissionais da Semec, explica o chefe do departamento pedagógico, Edson César Castoldi.

E ainda de acordo com Castoldi, as famílias também participam do processo de avaliação psicológica, onde é proporcionado um espaço de escuta acolhedora do sofrimento familiar e trabalho coletivo no processo de resolução dos conflitos intrafamiliares. As temáticas sobre o desenvolvimento psicológico infantil, transtornos das habilidades escolares, transtornos do comportamento da criança e do adolescente, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), Transtornos do espectro autista, indisciplina e a importância da participação da família na vida escolar dos filhos estão sendo trabalhadas nos encontros de formação de professores, proporcionando um espaço de conhecimento voltado para o entendimento do nosso corpo discente.

Desde o inicio da oferta de atendimento sete avaliações psicológicas foram concluídas com orientações aos pais e a escola sobre o resultado da avaliação e procedimentos para melhor desempenho do aluno, 21 crianças e/ou adolescentes estão em processo de avaliação psicológica ou ludoterapia, a oferta do serviço se estende ao Centro Municipal de Educação Especial Isold Storck onde é realizado atendimento de quatro deficientes visuais.

Fonte: Assessoria de Imprensa SEMEC