ARTIGO - Os melindres dos relacionamentos

* Por Denia Consultoria *

Embora tenhamos hoje, inúmeras fontes de informações que visam elucidar e facilitar a " Arte dos Relacionamentos", este ainda parece ser o nosso calcanhar de Aquiles, que nos paralisa diante do racional, nos insere em "enrascadas ", e impede de sermos pessoas "livres emocionalmente".

A grande confusão começa, no instante que o indivíduo pensa que mudando o mundo, ele encontrará a paz!

A partir de então, ele passa a odiar as rosas que contém espinhos, retrucar na mesma medida quem o ofendeu, e a tropeçar em toda pedra que surge em seu caminho.

Para completar, ele coloca uma venda em seus olhos que o impede de enxergar a única solução existente para evitar todo este desgaste: Olhar para si mesmo: Conhecer os próprios defeitos e virtudes, habilidades e delimitações.

Dessa forma, você se tornará agende da própria vida, capaz de decidir se viverá de amargura ou leveza: "Conviverá" com as dificuldades, mas não "viverá" com elas!

Assim, descobrirá que no "bateu levou", todos saem feridos, que as pedras do caminho não são grandiosas montanhas, e que as flores, além de espinhos, contém perfume, sutileza e amor.

Se eu não compreender quem eu sou, serei incapaz de me relacionar em paz com os outros.

E como os nossos projetos pessoais e profissionais envolvem pessoas, não temos outra escolha: é preciso aprender a se relacionar com elas.

Problemas não são silenciados, mas sim resolvidos!

Então, que tal a partir de hoje fazer diferente, e começar a se questionar porque certos assuntos despertam o seu lado mais "sombrio"?

Tudo aquilo que perturba, diz algo sobre você. E discutir consigo mesmo é um embate que proporciona o desenvolvimento da sabedoria.

"Sair do sério" sinaliza onde o seu desequilíbrio faz moradia. E o combustível e o extintor deste incêndio estarão sempre em suas mãos!

Cada pessoa se comporta de acordo com a bagagem emocional que carrega em seu coração. Sendo assim, escolha o que colocar na sua.

Nós da Denia Consultoria acreditamos que a compreensão acerca do mundo está nos olhos de quem vê.

Logo, podemos escolher sermos pessoas que curam ou que ferem, que perturbam ou que facilitam.

Os desertos são áridos, mas permitem que ao encontrarmos a água, saibamos lhe dar o verdadeiro valor!

Sempre haverá alternativas, já que as dificuldades aceleram sentimentos bons e ruins. Por isso, esteja em dia com suas questões. Não perca o hábito de se analisar. Antes de cobrar do outro, se olhe no espelho!

Este movimento não significa que será benevolente com terceiros e rígido consigo mesmo. Ao contrário!

Esta reflexão irá refinar suas emoções e resguardar a sua alma.

Já dizia Sigmund Freud “A fuga é o caminho mais seguro para se tornar prisioneiro daquilo que se quer evitar."

Por isso, não tenha medo de você! Não fuja!

Comece por dentro.

* Denia Consultoria é formada por Denia Alexandrina, consultora de imagem e marketing, há 40 anos no mercado; Fernanda Fae Figueiredo, que é fashion marketing; e Estela Fae de Barros, que é psicóloga e especializada em marketing. Email: [email protected] hotmail.com / @deniaconsultoria

Fonte: Stephanie Romero - 220 Assessoria