Presidente do Senado afirma que MT fez o “dever de casa” e que empréstimo será aprovado

O pedido de empréstimo junto ao Banco Mundial será lido nesta terça-feira (03.09), a partir das 15 horas, horário de Brasília, no Plenário do Senado

O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, afirmou que em 48 horas será aprovado o pedido de empréstimo para o Estado de Mato Grosso. A confirmação aconteceu durante reunião na residência do presidente com o governador Mauro Mendes, o senador Jayme Campos e o chefe do Escritório de Representação em Brasília, Carlos Fávaro, no fim da manhã desta terça-feira (03.09).

Davi Alcolumbre destacou que a agilidade com que o Senado irá trabalhar é uma resposta ao esforço fiscal que o Governo de Mato Grosso fez para conquistar esse empréstimo. 

“Eu quero assegurar ao governador Mauro e aos senadores Jayme e Wellington [Fagundes] e a bancada de Mato Grosso, que o Senado Federal, como Casa da Federação, tem que proteger as unidades federadas do Brasil. Eu sei o trabalho que deu para o Estado construir esse financiamento. Teve que ajustar as contas, teve que fazer a modernização do Estado. Teve que cumprir várias regras. E só uma gestão eficiente e comprometida com a sociedade é que teria como fazer isso, e Mauro Mendes o fez”, destacou o presidente. 

“Vocês fizeram o dever de casa e a gente, nesse período curto de 48 horas, vai resolver o problema do empréstimo de Mato Grosso. Porque a gente está fazendo justiça, com a população de MT, com a gestão do Mauro, que tem sido eficiente, e com a bancada, com Jayme Campos e o senador Wellington, que estão em Brasília ajudando o Brasil e Mato Grosso. Vamos fazer a leitura hoje, mandar para CAE [Comissão de Assuntos Econômicos], fazer a leitura, e atender ao requerimento de urgência do Jayme”, disse, acrescentando que até a noite desta quarta-feira (04.09), o empréstimo será aprovado para que Mato Grosso dê mais um salto para o seu equilíbrio fiscal.

O governador Mauro Mendes destacou a importância do trabalho dos senadores Jayme Campos e Wellington Fagundes, do líder da Bancada Federal, deputado Neri Geller, e de todos os parlamentares que contribuíram para que o processo entrasse no Senado.

Ainda segundo o governador, o trabalho de todos os parlamentares permitiu que o presidente Davi Alcolumbre, “fizesse uma verdadeira ginástica para permitir que nós tenhamos chances de aprovar nessa semana o empréstimo, para que nós consigamos terminar e ficar livre dessa parcela de setembro, que é tão importante para o equilíbrio das contas de Mato Grosso”.

De acordo com Jayme Campos, com a ação do presidente será possível “colocar em votação na quarta-feira o empréstimo e nós matamos de fato esse problema que é o pagamento do empréstimo. Ai o governador Mauro Mendes já vai assinar o contrato e dar um refresco para o Estado”.

Trâmites do empréstimo

O pedido de empréstimo será lido hoje, a partir das 15h, horário de Brasília, no Plenário do Senado. Após isso, segue imediatamente para a Comissão de Assuntos Econômicos, do Senado. Um relator será indicado e irá emitir um parecer. O parecer será apreciado pela comissão que se reunirá novamente na quarta-feira, em sessão extraordinária, já designada pelo presidente da comissão, Omar Aziz, atendendo uma pedido do presidente Davi Alcolumbre.

Depois desse trâmite, o processo retorna ao plenário e será apreciado pelos senadores.

Fonte: Laice Souza | Secom-MT

Municípios de Mato Grosso receberão R$ 190 milhões dos leilões do pré-sal

O movimento municipalista comemorou a aprovação por unanimidade da Proposta de Emenda à Constituição 98/2019, que trata do compartilhamento dos recursos arrecadados nos leilões do pré-sal com os estados e municípios. A cessão onerosa foi apreciada ontem (3) em dois turnos pelo plenário do Senado Federal. A matéria prevê o repasse de R$ 10,5 bilhões para os municípios brasileiros, sendo R$ 190 milhões para os 141 municípios mato-grossenses.

A aprovação da PEC faz parte das medidas propostas pelo governo federal para ajustar o Pacto Federativo.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, Neurilan Fraga, esteve em Brasília para acompanhar as votações. Ele destacou que essa é uma das maiores conquistas do movimento nos últimos anos. “Estivemos em Brasília semanalmente, nos reunindo com a equipe econômica do governo federal, na Câmara e no Senado para garantir o avanço da pauta. Após reunião com o relator da PEC, o senador Cid Gomes, conseguimos que o índice de distribuição do Fundo de Participação dos Municípios fosse adotado como critério de rateio, o que garantiu mais recursos para os municípios”, lembrou.

Fraga agradeceu às frentes parlamentares em defesa do Pacto Federativo (FPPF) e dos Municípios Brasileiros (FMB) pelo empenho para alteração e votação da matéria. “Essa é uma grande conquista do movimento municipalista que tem à frente a Confederação Nacional dos Municípios e as entidades estaduais, mas que também contou com o apoio da bancada federal e do Governo do Estado de Mato Grosso na luta por esses recursos”, acrescentou o presidente.

Agora, o texto será enviado para a Câmara dos Deputados para apreciação das alterações. Um acordo foi firmado entre parlamentares e União, que abriu mão de 3% dos valores para os estados produtores, a fim de garantir a aprovação na Câmara. Com o novo critério, o Governo Federal ficará com 67% do bolo, 15% serão repassados aos estados e 15% aos municípios.

Outro avanço na pauta, foi a garantia do ministro Paulo Guedes de que os recursos para compensação das perdas que os municípios produtores tiveram com a Lei Kandir serão repassados ainda este ano. A previsão é que o bolo alcance R$ 4 bilhões de reais, dos quais cerca de R$ 1 bilhão ficará com o estado de Mato Grosso. Os municípios serão beneficiados com 25% do repasse (Com informações da CNM).

Fonte: Agência de Notícias da AMM

Sicredi traz voo cativo de balão para associados e visitantes na Exposerra

Experiência inesquecível deve mexer com os participantes 

O voo cativo de balão é a novidade do Sicredi para associados e visitantes da Exposerra em Tangará da Serra, que inicia nesta quinta-feira, dia 05. O Sicredi, que é um dos patrocinadores da exposição há longos anos, está mais uma vez presente contribuindo para o aquecimento da economia local e ainda fazendo a diferença para associados e comunidade. 

“O relacionamento próximo e humano faz parte da essência do Sicredi e vamos estar sempre junto aos associados e à comunidade levando o cooperativismo como uma forma sustentável, rentável e democrática de cuidar da vida financeira das pessoas”, reforça o presidente da Cooperativa Sicredi Sudoeste MT/PA Antonio Geral Wrobel. 

Para ganhar direito a um voo cativo, o participante precisa curtir a página da Cooperativa no facebook - sicredisudoestemtpara - e seguir as instruções. Alguns vouchers serão sorteados ainda na arena durante o rodeio, nas rádios Gazeta e Band FM e programas de TV local. O balão tem 22 metros de altura e sobe mais 20 metros do chão preso por cordas, proporcionando uma visão incrível do parque e da cidade. A ação acontecerá dias 05, 06 e 07 de setembro, das 20h às 22h no Parque de Exposições de Tangará da Serra.

Fonte: Keila Volkmer de Oliveira
Assessora de Comunicação e Marketing
Comunicação e Marketing