Sicredi Sudoeste (MT/PA) distribui R$ 23 milhões em resultados aos associados

Uma das características que diferencia a Cooperativa de Crédito Sicredi Sudoeste (MT/PA), das demais instituições financeiras é o rateio de resultados do ano anterior com os associados.

Em 2018, com base em decisões tomadas nas 27 assembleias de núcleos das 30 agências que compõem a Cooperativa, definiram que do montante de R$62 milhões à disposição das convenções, retornaram diretamente aos associados, R$23 milhões que foram depositados na conta poupança, e injetados de volta na economia local, promovendo o desenvolvimento econômico da região.

De acordo com o gerente da Agência Rio Preto, em Tangará da Serra, Paulo Monteiro, os resultados são consequência do bom desempenho da cooperativa, a partir dos produtos e serviços prestados. “A cultura comercial da instituição é a de trabalhar com foco no associado e no perfil de cada um deles. A cooperativa oferece as soluções financeiras que o associado realmente necessita, e essa postura, reflete nestes resultados alcançados nos últimos anos, estimulando o associado a investir na cooperativa”.

Quanto mais o associado utiliza os produtos e serviços da cooperativa, maior será a participação dele nos resultados. O empresário, Waltenir Picolli é associado Sicredi há 20 anos e avalia a cooperativa como uma instituição forte e segura de se investir. “Além de ser a Sicredi, muito competitiva nas taxas de juros, qualquer solução que precisemos a nível da diretoria, temos eles bem próximo da gente, com resultados rápidos para as nossas necessidades. A Sicredi tem crescido muito e todos nós estamos crescendo juntos”, enfatiza o associado.

Junto a Cooperativa Sicredi Sudoeste (MT/PA), o associado exerce o papel de dono do negócio, opina na escolha dos representantes da instituição e decide como o resultado financeiro será investido. Mais informações podem ser conferidas no Relatório Anual de 2018, disponível em: https://www.sicredi.com.br/html/sudoeste-mt-pa/relatorios/

Fonte:  Larissa Ariane

Vander entrega pacote de reinvidicação para Deputado Federal

Entre as reivindicações, está federalização das rodovias da região

Intitulado ‘Defesa de Tangará da Serra e Região’, um documento que contém uma série de reivindicações foi entregue por Vander Masson (PSDB) ao Deputado Federal Dr. Leonardo (SL). O empresário tangaraense, que é primeiro suplente a Deputado Federal, realizou o protocolo das demandas nesta quarta-feira, 24, e foi recebido com entusiasmo pelo parlamentar.

“Eu tinha propostas quando era candidato a deputado federal, as quais em novembro pós eleição apresentei as mesmas ao nosso deputado do qual sou o primeiro suplente. Agora, com o Dr. Leonardo já no mandato, estive reunido com ele para reforçar o nosso pedido para Tangará da Serra e região”, explicou o primeiro suplente.

Conforme o documento, para Tangará da Serra foram reivindicados a construção do Hospital Regional, implantação da Vara da Justiça Federal, implantação da Polícia Federal, Ministério Público Federal e Polícia Rodoviária Federal, emenda para recapeamento da malha viária urbana e construção de uma nova Estação de Captação e Tratamento de Água. “Além disso, solicitamos a federalização da rodovia entre Jangada e Castanheira, e de Itanorte até Conquista D’Oeste. Endentemos que a União atualmente fica com a maior parte dos recursos arrecadados com os impostos e que, portanto, tem maior capacidade para cuidar de suas rodovias. A federalização desse trecho, então, beneficia a nossa população com rodovias de mais qualidade”, enfatizou Masson.

“É uma alegria receber nosso amigo Vander Masson, nosso primeiro suplente que tão bem representa a região de Tangará da Serra. Ele nos trouxe solicitações claras, e estamos com trabalho intenso para a partir do ano que vem usarmos nossas emendas para atender as demandas legítimas e justas”, relatou o Deputado Federal Dr. Leonardo.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS