Estado acumula dívida de mais de R$ 3,5 mi com Hospital

Novo Governo do Estado herdou a dívida total de 3.651.200,00

O Hospital Regional Roosevelt Figueiredo de Lima, localizado no município de Barra do Bugres, continua enfrentando um problema antigo relacionado a falta de repasses do Governo do Estado. A unidade não recebe o repasse mensal de R$ 912.800,00 cada desde o mês de setembro do ano passado, fazendo com que o novo governo do Estado herde a dívida total de 3.651.200,00.

De acordo com o presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Médio Norte Matogrossense, Rafael Machado, já são quatro meses de atraso nos repasses. “A questão (de atraso) nos repasses continua na mesma situação. A gente entende porque estamos no início de mandato do novo governador, que precisa de cerca de três meses para colocar a casa em ordem. Essa paciência os prefeitos têm e compreende”, relatou o presidente, destacando que o consórcio buscará diálogo com a nova gestão do Governo do Estado para resolver a situação. “A gente quando procura o Governo do Estado é para estender a mão, ser parceiro e ver o que os municípios podem ajudar”, disse Machado.

Devido ao atraso nos repasses, que já é promovido há anos pelo Governo do Estado, o Hospital Regional de Barra do Bugres precisou suspender no ano de 2017 os internamentos das clínicas médicas, atendimentos ginecológicos, serviços de obstetrícia, ortopedia e cardiologia, bem como, as cirurgias eletivas de ginecologia e ortopedia. Além desses atendimentos, também foram suspensos naquele ano os exames de ultrassonografia(USG), Raio X e eletrocardiograma (ECG).

“A gente entende que o novo governador assumiu agora e herdou os problemas. Claro que a gente tenta sair na frente, reunir os prefeitos e passar nossas propostas de colaboração com o Estado para que o problema seja resolvido da melhor forma possível”, disse o presidente do Consórcio Intermunicipal.

Especialidades e Hospital Regional são debatidos durante reunião

Tangará da Serra sediou na última sexta-feira, dia 25 de janeiro, uma reunião promovida pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Médio Norte Mato-grossense. O evento aconteceu no auditório do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) local, onde prefeitos de nove municípios que compõe o consórcio participaram da reunião. 

De acordo com o presidente do Consórcio Intermunicipal, prefeito Rafael Machado, especialidades em diversas áreas de saúde e os atendimentos prestados pelo Hospital Regional de Barra do Bugres foram os principais temas do encontro.

“Foi o momento de reencontrar os prefeitos nesse ano novo e traçar novos planos. Na área da especialidade estamos evoluindo bastante, são mais de 15 especialidades oferecidas aos nove municípios que integram o consórcio”, afirmou Machado, ao lembrar que o Consórcio Intermunicipal sofria com descrédito devido a débitos da gestão de 2016 para trás, mas que agora vem honrando os compromissos. “A parte que é deficiente é a que dependemos do Estado, relacionado ao Hospital Regional da Barra”.

O consórcio foi fundado em maio de 1998 e é responsável pela administração do Hospital Regional de Barra do Bugres, desde agosto de 2015, depois de um convênio com o governo do Estado.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS

Hospitais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS
Rua Sebastião Barreto, 126-W - Centro
Fone: (65) 3339-1500
Site: www.hospitaldasclinicastga.com.br
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT

HOSPITAL E MATERNIDADE CLINICA DA CRIANÇA
Av. Tancredo Neves, 480-N - Centro
Fone: (65) 3311-2300
Cel: (65) 99987-2599
E-mail: administracao@hmctga.com.br
Face: www.facebook.com/hmctga
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT

HOSPITAL E MATERNIDADE SANTA ANGELA
Rua Júlio M. Benevides, 68-E - Centro
Fone: (65) 3311-1900
E-mail: gerencia@hospitalsantaangela.com.br
Site: www.hospitalsantaangela.com.br
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT

Meio Ambiente notifica clínicas odontológicas de Tangará

O estabelecimento precisa apresentar a Licença Ambiental

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Tangará da Serra (Semmea) notificou os profissionais de saúde de clínicas odontológicas de Tangará da Serra para que apresentassem a Licença Ambiental de Operação ou protocolo de licenciamento ambiental.

De acordo com o secretário Magno César Ferreira, o Município está cumprindo determinação da Resolução 85 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Consema).

Segundo ele, compete a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, proceder com o processo de licenciamento conforme traz a Resolução 85, ou seja, tudo que regulamenta a questão, depois que foi feito o Termo de Cooperação, entre Município e Estado. “Que nesse caso é o Termo de Descentralização, eles direcionaram algumas competências para os municípios licenciar”, explica.

Desta forma, ressaltou o secretário, a Resolução 85 traz todos os empreendimentos e o grau poluidor ao qual o Município tem que licenciar. Ele destaca que o trabalho não está se iniciando pelos consultórios odontológicos, mas que o Município já vem realizando esse licenciamento há algum tempo e o critério é por segmento e grau poluidor. “Já licenciamos mecânicas, lava jatos, depósitos de areia, fertilizantes, dando sequência nesse momento a consultórios odontológicos e outros empreendimentos”, esclareceu Magno reforçando que toda empresa passível de licenciamento será cobrada a taxa agora nesse início de ano, conforme determina a lei. O número de estabelecimentos notificados até o momento não foi informado.

Quanto ao recurso das taxas do licenciamento, o secretário afirma que elas caem diretamente nos cofres do Município e são direcionadas ao Fundo do Meio Ambiente. Com isso, o dinheiro é utilizado para obras ambientais, como cercamentos de Áreas de Preservação Permanentes (APPS), instalação de Eco Pontos, assoreamento do Bosque Ilto Ferreira Coutinho e atualmente a revitalização do Bosque do Alto da Boa Vista. “Todos tem que licenciar, até porque estaremos ‘esbarrando’ no alvará também. A partir do momento que o empreendedor retirar o alvará, ele precisará ter o licenciamento ambiental”, completou.

Fonte: Lucélia Andrade - Redação DS

Laboratórios

ALVIM LABORATÓRIO
Rua Manoel Dionísio Sobrinho,75-S - Centro
Fone: (65) 3326-0066
UNIDADE ALIANÇA
Av. Tancredo Neves, 980-N - Ed. Aliança - Jd. do Lago
Fone: (65) 3326-8432
UNIDADE UNIVIDA
Rua Sebastião Barreto, 157-W - Ed. Constantino - Centro
Fone: (65) 3325-1475
UNIDADE TANCREDO
Av. Tancredo Neves, 237-W - Sala 4 - Centro
Fone: (65) 3326-0380
E-mail: laboratorioalvim@hotmail.com
HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
Segunda à Sexta: 06:30 às 17:30.
Aos Sábados: 06:30 às 10:30
Site: www.laboratorioalvim.lablaudo.com.br
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT

BIOCLÍNICA - ANÁLISES CLÍNICAS
Rua Sebastião Barreto, 67-W - Centro
Fone: (65) 3326-1372
Fone: (65) 3326-6604
Celular: (065) 98459-1166
E-mail: laboratorio.bioclinica@hotmail.com
Site: www.laboratoriobioclinicamt.com.br
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT
HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
Segunda a Sexta:
Das 07:00 às 11:30h
Das 13:00 às 18:00h
Aos Sábados:
Das 07:00 às 10:00h
CORPO CLÍNICO:
Juliana Gerolim Salvador
CRF-MT 4294
Farmacêutica e Bioquímica.
CONVÊNIOS:
- Unimed
- Univida
- SUS
- SESI Saúde
- Particular

LABORATÓRIO BIOMED
Rua José Alves de Souza, 158-E - Centro
Fone: (65) 3311-8400 - Geral
Fone: (65) 3311-8403 - Administração
Cel: (65) 99634-8167
E-mail: tmjacoby@terra.com.br
Site: www.biomedtga.com.br
UNIDADE DE COLETA:
Av. Tancredo Neves, 383-W Jd. Tanaka
Fone: (065) 3326-3989
Cep: 78300-000
Tangará da Serra - MT
HORÁRIO DE ATENDIMENTO:
Segunda à Sexta:
Das 06:30 às 17:00 hs.
CORPO CLÍNICO:
Dra. Tereza Mathias
CRF-MT 448
Farmacêutica e Bioquímica.
CONVÊNIOS:
- Cassi
- Correios
- Unimed
- Univida.