Nova Diretoria da OAB Tangará da Serra é empossada

Missão de continuar na defesa das prerrogativas advocatícias

A nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Tangará da Serra tomou posse na noite desta quinta-feira, 17, durante solenidade que reuniu vários profissionais da classe e sociedade civil organizada em geral. Presidida pelo advogado Franco Ariel Bizarrelo, a nova gestão está a frente das atividades no triênio 2019-2021, e tem como principal missão continuar na defesa das prerrogativas advocatícias. De acordo com o presidente empossado, a nova diretoria dará continuidade aos trabalhos que já vinham sendo realizados na gestão anterior. “Vamos buscar aproximar ainda mais a OAB da comunidade, instituições e associações, de modo a interagir com todos os seguimentos da sociedade. Nossa expectativa é que tenhamos o triênio de bastante trabalho, em busca das prerrogativas da advocacia”, comentou Franco Ariel.

Para o ex presidente, Kleiton Carvalho, que agora é Conselheiro Estadual da OAB, a avaliação de seu triênio é positiva devido a gestão unida, coesa e com participação efetiva dos advogados.

“Foi uma gestão marcada pela defesa das prerrogativas, e isso não se refere apenas a prerrogativa dos advogados, mas também do cidadão e da sociedade, porque advogado respeitado é cidadão valorizado”, afirmou o ex-presidente, destacando que além das prerrogativas houve também uma aproximação da OAB junto a sociedade por meio dos movimentos sociais.

“Ressaltamos o excelente trabalho realizado pela comissão de assuntos sociais, onde mais de três mil jovens, adultos e idosos receberam orientação vocacional e palestras sobre todo tipo de causa e natureza. Fechamos a gestão com sentimento de dever cumprido, e temos certeza que agora essa excelente diretoria fará um brilhante trabalho”, finalizou.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS

Anselmo Parabá deixa Departamento de Cultura em Tangará

Anselmo Parabá anunciou em sua página na rede social na tarde desta quinta-feira, que deixará o Departamento de Cultura de Tangará da Serra.

Parabá comandou a pasta da Cultura por cinco anos e entrega o cargo com a sensação de dever cumprido.

O músico vai para Cuiabá trabalhar em um projeto referente aos 300 anos da capital matogrossense e também se dedicar a Arte, Música e Educação. Ele vai comandar também uma empresa de eventos. 

AÇÕES - Em pouco tempo, o artista, que se aventurava na gestão cultural, conseguiu, sustentado pela classe artística e apoiado pela administração municipal, revitalizar o quase abandonado Centro Cultural Pedro Alberto Tayano Filho, criar o Programa Municipal de Apoio as Expressões Culturais – que possibilitou a geração de mais de cinco mil vagas/ano de oficinas culturais pela cidade e distritos –, criar o Plano Municipal de Cultura 2015/2025, realizar cerca de 50 eventos culturais por ano, pôr em prática a Biblioteca Itinerante, garantir a abertura da Biblioteca Municipal por 12 horas dia, reinaugurar o Teatro Municipal – completamente revitalizado e modernizado –, fortalecer e popularizar a Sala de Memória, articular e unir Cultura e Educação com quase todas as escolas do município (Municipais e Estaduais) recebendo atividades culturais, além de articular a rede e possibilitar que alunos atendidos pelo CRAS se tornassem prioridade.

Parabá também se articulou e conseguiu diversos convênios com a então Secretaria de Estado de Cultura (SEC/MT), possibilitando a vinda de artistas e eventos diversos do estado e nacionais para Tangará da Serra como Renato Teixeira e a Orquestra do Estado de Mato Grosso.

Ainda conseguiu uma cadeira na Comissão Intergestora Bipartite do Governo do Estado (CIB), que reúne a chefia da Cultura de MT, além de diversas movimentações com grupos culturais e artistas locais, bem como apoio incondicional aos dois Pontos de Cultura instalados hoje na cidade. (Com informações Tangará em Foco) 

Fonte: Lucélia Andrade - Redação DS