Sicredi está entre as ‘150 Melhores Empresas para Trabalhar’ pelo oitavo ano consecutivo

Com pontuações recordes neste ano, instituição financeira cooperativa é vencedora na categoria Cooperativas Financeiras

O Sicredi figura pelo oitavo ano consecutivo na lista das “150 Melhores Empresas para Trabalhar” (MEPT) no Brasil. Divulgado durante solenidade de premiação, ocorrida na noite de 6 de novembro, na capital paulista, o guia anual é elaborado em parceria pela revista Você S/A, Editora Abril e Fundação Instituto Administração (FIA), trazendo a mais abrangente, crítica e rigorosa pesquisa sobre clima organizacional do País. 

Repetindo o feito do ano passado, o Sicredi obteve o primeiro lugar na categoria Cooperativas Financeiras, evidenciando a instituição financeira cooperativa como referência neste segmento, bem como o envolvimento dos, atualmente, mais de 25 mil colaboradores que nela atuam, valorizando e impulsionando o crescimento contínuo do cooperativismo de crédito no Brasil. 

Nos índices do ranking, o Sicredi aumentou suas pontuações em relação a praticamente todos os dados da edição passada do ranking. No Índice de Felicidade no Trabalho (IFT), por exemplo, a instituição financeira cooperativa alcançou 82,1 pontos, ante 81,9 na classificação de 2017. 

“Os resultados dos índices reforçam nossos princípios em valorizar as pessoas, respeitando as individualidades e investindo no potencial de cada colaborador. Buscamos um ambiente saudável de trabalho para garantir que a nossa missão se cumpra, com o bom relacionamento com os associados e comunidade”, declarou Antonio Geraldo Wrobel, Presidente da Cooperativa Sicredi Sudoeste MT/PA, com sede em Tangará da Serra. 

O resultado do anuário está disponível no link https://exame.abril.com.br/carreira/conheca-as-150-melhores-empresas-para-trabalhar-de-2018/ e na edição da Você S/A de novembro, com informações complementares sobre as eleitas e detalhes do levantamento. 

Começando a carreira através do Programa Start

Em uma parceria firmada entre Sicredi Sudoeste MT/PA e Unemat de Tangará da Serra, 14 estudantes iniciaram neste último mês uma formação de estágio na Cooperativa através do Programa Start. Alunos de administração, ciências contábeis e agronomia estão vivenciando um processo diferenciado de estágio, onde transitam por diferentes áreas da cooperativa para aprenderem e aperfeiçoarem seus conhecimentos antes de começar a desempenhar tarefas. 

Geisla Patrícia dos Santos, uma das estagiárias contratadas, fala do programa como uma oportunidade de ouro, “É a chance de eu alcançar meus sonhos e objetivos de ter uma carreira profissional bem-sucedida iniciando em uma instituição como o Sicredi”. Além de formar profissionais, o programa visa promover a interação e o desenvolvimento local. “Através do Programa Start a Cooperativa reforça seu compromisso com a comunidade, abrindo portas e oportunizando o crescimento de pessoas daqui. Jovens talentos que serão preparados em um ambiente de mercado, como complemento à formação acadêmica e poderão construir sua carreira em uma das melhores empresas para se trabalhar no Brasil”, destacou João Coelho, Diretor Executivo da Sicredi Sudoeste MT/PA.

Fonte: Keila Volkmer de Oliveira
Assessora de Comunicação e Marketing
Sicredi Sudoeste MT/PA - Tangará da Serra

Unemat Instala totem "Criação da Unemat" às margens do Rio Paraguai

A Unemat completou 40 anos no dia 20 de julho. A data está sendo comemorada agora em virtude de ter coincidido com o período eleitoral e suas restrições

Às, 7h30, desta quinta-feira, 8, iniciaram os eventos comemorativos em alusão aos 40 anos da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) com o descerramento do totem “Criação da Unemat” às margens do Rio Paraguai, no Cais da Praça Barão do Rio Branco, em Cáceres. Participaram do dispositivo de honra a reitora, Ana Di Renzo, o vice-reitor Ariel Lopes, o prefeito de Cáceres, Francis Maris Crus, o reitor eleito Rodrigo Zanin, a vice-reitora eleita Nilce Maria da Silva, os ex-reitores Taisir Karim e Dionei Silva e João Porto Rodrigues, um dos idealizadores da Unemat.

O totem foi instalado a sombra da árvore Chuva de Ouro, à Rua Marechal Deodoro, que nos anos 1970 testemunhou as reuniões informais de professores que sonharam trazer Ensino Superior à Cáceres, no interior do estado de Mato Grosso. Estes professores fundantes do Instituto de Ensino Superior de Cáceres (Iesc) dão início a Unemat. O pró-reitor de Extensão e Cultura, Anderson Amaral, contou aos presentes como tudo começou. E a reitora frisou. “Se ninguém tivesse tido a iniciativa, hoje não teríamos a Unemat formando e transformando vidas em todo o estado de Mato Grosso”.

Segundo o professor e economista João Porto, os encontros se davam após as aulas na Escola Estadual Raimundo Cândido do Reis. À época no local funcionava a lanchonete Society Lanches. “Esse lugar ficou na nossa mente como um ponto de troca de ideias”, contou João Porto.

De acordo com Anderson Amaral, a árvore Chuva de Ouro (Cassia fistula L.) foi instituída como árvore símbolo da Universidade em razão das comemorações do quadragenário da Unemat, com a intenção de registrar junto à memória institucional a reunião dos seus fundadores.

O prefeito, Francis Maris, cumprimentou os fundadores e todos os que dão continuidade a história que segundo ele edifica a cidade, o estado e o país. Francis Maris ainda pediu a Unemat que prepare os jovens para a era digital.

Vagner Aparecido Ribeiro, cacerense, 29 anos, funcionário da terceirizada que presta serviços ‘a Unemat, disse que apesar de já ter passado pelo local inúmeras vezes, só tomou conhecimento dos fatos há pouco mais de dois anos, por meio de um professor da Unemat. “É muito importante que esse totem conte a história da Unemat que já formou muitas pessoas e engrandece Cáceres”, disse Vagner.

A Unemat completou 40 anos no dia 20 de julho. A data está sendo comemorada no dia 8 de novembro em virtude do aniversário da Instituição ter coincidido com o período eleitoral e suas restrições.

Fonte: Assessoria

Contratações devem aumentar em até 10% no final de ano

Quadro deve crescer com as contratações temporárias

Há pouco mais de um mês para a chegada do Natal, que é considerada a data mais importante para o comércio, os lojistas de Tangará da Serra já estão se antecipando e efetivando contratações temporárias para garantir o bom atendimento diante do grande fluxo de consumidores.

Para esse final de ano, segundo a Associação Comercial e Empresarial de Tangará da Serra (Acits) e a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), a estimativa é que o quadro de funcionários aumente em até 10% nas empresas com as contratações temporárias.

“Circula nessa média, que é muito real e que nesse ano não está sendo diferente. Estamos sentindo mais vontade dos lojistas em contratar. Ao mesmo tempo, os comerciantes estão bem exigentes, contratando pessoas já qualificadas para entrar no mercado de trabalho. Antigamente costumava treinar, mas hoje a maioria dos empresários quer o funcionário temporário já pronto”, relatou o presidente da CDL, Alessandro Paredão. 

Para o administrador da Acits, Jorge Nazari, os horários estendidos no comércio no final de ano estimula os lojistas a contratarem temporariamente. “Acredito que as contratações aumentarão ainda mais em dezembro, com o horário especial, que faz com que as empresas precisem de mais colaboradores”, relatou o responsável.

De acordo com a gerente de uma loja de confecções de Tangará da Serra, Sirlene Rock, a empresa já efetivou a contratação de quatro funcionários temporários. “A nossa equipe já está contratada. A gente costuma fechar as contratações temporárias por volta do dia 25 de outubro”, relatou a gerente de vendas, ao destacar que é importante que os funcionários temporários sejam contratados com antecedência, para que assim possam conhecer com tranquilidade todos os setores da loja e, assim, prestar um serviço com ainda mais qualidade. 

“Estamos bem otimistas, e prontos para atendermos nossos clientes da melhor forma”, concluiu. 

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS