Rogério Silva aprova decisão e diz que país busca novos caminhos

“Não há como seguir com um governo que não tem sustentação”

O vereador tangaraense Rogério Silva (PMDB) comemorou a aprovação da continuidade do processo de impeachment da presidente da República Dilma Rousseff (PT), ocorrida em sessão histórica da Câmara Federal no último domingo, em Brasília.

Segundo o vereador, o impedimento de Dilma passou a ser uma necessidade na medida em que ela perdeu a governabilidade e sua presença à frente do governo federal significa o agravamento da crise política e econômica vivida pelo país desde o ano passado, quando teve início o primeiro ano do segundo mandato da petista. “Não há como seguir com um governo que não tem sustentação. A maioria dos deputados agiu corretamente em optar pela continuidade do processo e espero que o impeachment passe também no Senado”.

Silva também considera que a saída de Dilma refletirá positivamente na economia e também na retomada dos caminhos da moralidade na política no país, já que os governantes perceberam que o povo está de olho nas ações realizadas em todas as esferas de governo, seja no município, no estado ou no país. 

Sobre o voto contrário do deputado federal Valtenir Pereira ao impeachment, Rogério afirma que não comunga de tal posicionamento. Quanto aos 16 mil votos que conquistou em 2014 como candidato a deputado federal e que ajudaram a reeleger Valtenir, Rogério Silva diz que isso é determinado pelo sistema proporcional. “Fui candidato e disputei as eleições, mas os votos que fiz e que contaram na legenda não significam que minha opinião seja a mesma de deputado Valtenir. Reitero que não concordo com o posicionamento contrário do deputado quanto ao impeachment”.

Fonte: Assessoria de Gabinete
Alunos e familiares marcaram a presença

Foi realizada na ultima sexta-feira (08/04) no saguão do Centro Cultural a aula inaugural das oficinas Culturais da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Tangará da Serra. O evento contou com a presença maciça de alunos e familiares que assistiram uma demonstração dos Professores que irão ministrar os diferentes cursos.

Este ano o Departamento de Cultura comandado por Anselmo Parabá, ofereceu mais de 1.300 vagas que foram distribuídas nas diferentes modalidades: Violão, teclado, Sax, violino, Pintura, dança, etc. “A nossa expectativa de inscrição foi superada, o que prova a necessidade que a nossa população tem com relação ao aprendizado das artes”, comentou o Coordenador.

O Secretário Municipal de Educação e Cultura, Prof. Adriano Fernandes esteve presente e parabenizou todos os alunos que fizeram as suas inscrições, prometendo todo empenho do Departamento de Cultura para que o desenvolvimento dos cursos seja alcançado satisfatoriamente.

O Prefeito Fábio Martins Junqueira em sua fala, disse estar muito satisfeito em cumprir mais uma meta do seu governo, que é propiciar o aprendizado da cultura de boa qualidade a nossa população. “Sempre quis ver estas oficinas culturais bem instaladas e em pleno desenvolvimento, dando condições aos alunos de um excelente aprendizado em instalações modernas”, finalizou o Prefeito.

Fonte: Humberto Ferreira
Redação CTS