Professor Sebastian reivindica câmeras de segurança em frente às escolas

Professor Sebastian (Pros) reivindicou do Governo do Município e do Governo do Estado a instalação de câmeras de segurança em frente a todas as escolas da rede pública instaladas em Tangará da Serra. Ao justificar o pedido, o vereador explicou que as câmeras podem contribuir para a redução dos casos de violência que ocorrem diariamente.

“Infelizmente, nos últimos anos, a sociedade vem sendo acometida de medo e pavor, por conta do alto índice de violência. Diante disso acreditamos que, com o auxilio de câmeras de segurança em frente às escolas, os pais, alunos, profissionais da educação e sociedade em geral estarão mais seguros”, explica o vereador Professor Sebastian.

Segundo o parlamentar, as imagens podem contribuir para os trabalhos das autoridades em segurança pública. “É certo que o indivíduo que se propõe a prática ilícita muito pouco tem se importado com a exposição de sua imagem, no entanto acreditamos que o registro das câmeras, em frente às escolas, auxiliará o trabalho dos profissionais de segurança”, justifica.

DOCUMENTOS – As solicitações do vereador Professor Sebastian foram formalizadas na Sessão Ordinária realizada pelo Poder Legislativo Municipal no dia 30 de junho. Através das indicações 739/2015 e 740/2015, o parlamentar solicitou do Poder Executivo Municipal e do Poder Executivo Estadual que as escolas municipais e estaduais recebam investimentos em câmeras de segurança.

Marcos Figueiró 
Assessoria de Imprensa

Professor Vagner e deputado Saturnino entregam reivindicações ao federal Nilson Leitão

Professor Vagner (PSDB) esteve com o deputado estadual Saturnino Masson (PSDB) no gabinete do deputado federal Nilson Leitão (PSDB). No encontro, o vereador entregou documentos que reivindicam ações na área da Educação e Saúde. Professor Vagner e o deputado Saturnino também solicitaram do deputado federal empenho em favor das escolas da rede pública de Tangará da Serra.

“Pedimos ao deputado Nilton Leitão, que sempre atuou em favor de investimentos em Educação, realize ações como intervenção nos projetos de construção de quadras cobertas, nas escolas que ainda não tem no Município de Tangará da Serra”, conta o vereador Professor Vagner, que também protocolou o mesmo pedido nos gabinetes dos demais deputados federais e senadores por Mato Grosso no Congresso Nacional.

Acompanhados da professora Idalina Meurer – que há anos desenvolve ações na representação dos interesses de portadores de necessidades especiais – o vereador e o deputado Masson pediram que o deputado garanta, no Orçamento da União, emenda para que Tangará da Serra receba um ônibus adaptado para transporte de portadores de deficiência.

“Pedimos que sejam realizadas ações neste sentido, para que a cidade receba um ônibus adaptado, e também solicitamos atenção no sentido de que a cidade venha a receber melhorias e ampliação na estrutura da fisioterapia em nosso Município”, explica Professor Vagner ao avaliar positivamente a reunião ocorrida em Brasília, esta semana.

MARA GABRILLI – Professor Vagner, acompanhado da professora Idalina e do deputado Saturnino, também esteve no gabinete da deputada federal Mara Gabrilli (PSDB). À deputada, eles solicitaram informações e discutiram temas relacionados à Lei 7699/2006, que teve sua reestruturação aprovada recentemente e encaminhada à sanção presidencial.

“Fizemos algumas sugestões no sentido de que se garanta, na legislação educacional, recursos para a implantação de equipes multifuncionais para o atendimento a demanda existente nas escolas públicas. Esta é uma situação que vivemos nos municípios e é preciso que seja levada ao conhecimento dos nossos representantes em nível federal”, explica o parlamentar.

Marcos Figueiró 
Assessoria de Imprensa

Anhanguera polo Tangará da Serra realiza confraternização com Arraiá

Organizadores ficaram felizes com o resultado, que foi sucesso total

Alunos e funcionários da Universidade Anhanguera, polo Tangará da Serra, realizaram na noite da última sexta-feira, dia 03 de julho, o primeiro arraiá da insituição no município, com a finalidade de proporcionar aos acadêmicos um momento de interação e principalmente confraternização.

Comidas e bebidas típicas, além do tradicional concurso de quadrilha foram as principais atrações da noite, que animaram todos os presentes.

De acordo com a gerente administrativa e comercial, Crisley Menezes, as expectativas foram superadas durante a noite de muita descontração. “Foi excelente, estamos muito felizes com o resultado obtido. Uma das atrações que também foi bastante interessante foi o concurso da melhor barraca, onde os acadêmicos mesmo realizaram. O pessoal do Recursos Humanos ganhou o concurso com a barraca feita de material reciclável, gerando também a responsabilidade social que foi muito bacana”, comemorou Crisley, que já faz planos para o futuro.

“No próximo ano vamos planejar fazer em um local maior para também contar com a presença de amigos e familiares, pois nessa edição fizemos entre os funcionários e acadêmicos mesmo para haver a confraternização”, explicou a gerente administrativa.

Para a realização da festa, os responsáveis se prepararam há aproximadamente três semanas, providenciando as comidas, barracas típicas e as tradicionais quadrilhas, que não podem faltam no evento caipira.

“Agradecemos a colaboração de todos os envolvidos, que fizeram dessa festa um grande sucesso”, finalizou Crisley.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS

Plano Safra será apresentado essa semana em Tangará da Serra

Secretário de Agricultura de Tangará da Serra, Ander Santos falou sobre o assunto

O Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), através da Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário em Mato Grosso, em parceria com o Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável, realizarão na próxima quarta-feira, dia 08 de julho, a partir das 09h, no Sindicato Rural de Tangará da Serra, a reunião técnica do Plano Safra de Agricultura Familiar 2015/2016.

Na ocasião será repassado a todos os presentes como funciona o Plano Safra, bem como suas vantagens econômicas, que proporcionam aos produtores rurais opções variadas de financiamento para auxiliar na produção. 

De acordo com o secretário de Agricultura de Tangará da Serra, Ander Santos, para o produtor rural ter acesso ao recurso que foi liberado pelo Governo Federal, o mesmo deve demonstrar a necessidade de financiamento. “Os pré-requisitos são os documentos pessoais, documento da propriedade e projeto da atividade que ele (produtor rural) vai executar. O produtor deve demonstrar no que ele vai investir. Aprovando essa parte, é liberado o recurso e o produtor tem que acertar como será o pagamento”, comentou o secretário, ao destacar a importância do plano para a produção rural da região de Tangará. “Financiando atividade econômica, você melhora a renda. São várias linhas de créditos, então você tem o dinheiro disponibilizado para qualquer atividade no campo com o intuito de produção, potencializando a atividade econômica aqui em Tangará da Serra”, afirmou Ander.

R$ 28,9 bilhões de crédito são destinados para a agricultura familiar

A agricultura familiar contará com R$ 28,9 bilhões de crédito para operações de custeio e investimento no ano safra 2015/2016. O recurso faz parte do Plano Safra da Agricultura Familiar, que já foi anunciado pelo ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Patrus Ananias, em Brasília.

Segundo informações do secretário de Agricultura de Tangará da Serra, o montante destinado à Agricultura Familiar pode ser usado nas mais diversas característica de produção possível. “Você tem um gancho muito forte financeiro e potencializa na situação de produção, além de melhorar a vida do homem no campo”, argumentou o secretário.

Os recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) anunciados representam um aumento de 20% sobre o valor destinado ao setor no último ano safra, se tratando a nível nacional. As taxas de juros do Pronaf continuam negativas, variando de 0,5% a 5,5%, dependendo da região e do valor financiado.

Além do maior volume de recursos destinado à agricultura familiar nos 20 anos do Pronaf, o Plano Safra prevê a criação de dois programas e uma série de medidas para regulamentar a agroindústria familiar e de pequeno porte, expandir os mercados de compras públicas e ampliar a assistência técnica com foco na produção sustentável e especial atenção à região semiárida.

Vale lembrar que o Seguro da Agricultura Familiar (Seaf) comemora 10 anos e oferece melhores condições para os agricultores familiares que contratam financiamento pelo Pronaf, com cobertura de 80% da receita bruta esperada e limite de cobertura de renda líquida até R$ 20 mil, além de3% de valor de adesão com bonificação para os que têm menores perdas.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS