INVESTIMENTOS - Governo entregará novas escolas e quadras em Tangará da Serra

Três novas escolas estaduais estão sendo construídas pelo governo do Estado em Tangará da Serra (239 km ao Médio-Norte). Duas destas unidades serão entregues ainda este ano à comunidade para atender a demanda crescente de alunos.

A primeira unidade, denominada de professor Noilson Afonso de Oliveira, localizada no bairro Mané Garrincha, com oito salas de aulas, está faltando apenas alguns ajustes para a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) receber a obra. A previsão é de ser inaugurada ainda neste primeiro semestre. 

A segunda escola, João Batista, está sendo reconstruída e tem prazo para ser entregue em novembro deste ano. A nova unidade conta com 12 salas de aulas, quadra poliesportiva, laboratórios, entre outros espaços. O custo previsto é de R$ 5,1 milhões. 

A determinação do governo é só receber as obras quando estiverem concluídas e sem precisar de novos serviços, ajustes ou adequações. O setor de infraestrutura da Secretaria tem acompanhado e fiscalizado as várias etapas dos novos prédios. Com uma demanda populacional crescente, a Seduc avalia pedidos de ampliação e reformas de outras escolas no município. 

A primeira escola, com um valor de R$ 2,8 milhões, vai desafogar a demanda e abrir novas vagas no bairro Mané Garrincha e nas comunidades vizinhas. O engenheiro Fábio Frigeri informou que a Secretaria está adotando providências para que, tão logo a obra seja concluída, a rede de energia possa receber a nova carga elétrica, sem apresentar falhas como vem ocorrendo em algumas unidades, que não suporta a ligação dos aparelhos de ar condicionados. 

A superintendente de Gestão Escolar, Neuza Evangelista, observou que além da estrutura física as novas construções devem oferecer melhor comodidade para o aprendizado do aluno. Também está sendo construída a escola, que deve homenagear o professor Wellington Mega, no bairro Novo Tarumã.