Entidades não governamentais que acolhem crianças, adolescentes e idosos são beneficiadas com doações

Os donativos foram entregues pela Setasc por meio do programa “Aconchego”

Dez entidades não governamentais que acolhem crianças, adolescentes e idosos de Cuiabá e Várzea Grande, em situação de vulnerabilidade social, receberam doações da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) por meio do programa “Aconchego”. A iniciativa foi realizada na última sexta-feira (21.08), quando um frente fria esteve na região, baixando os termômetros para cerca de 15°C.

Foram doados 220 cobertores com objetivo de auxiliar as entidades neste período de inverno e crise econômica decorrente da pandemia do novo coronavírus. A ação é idealizada e liderada de forma voluntária pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes.

Representando a titular da pasta, Rosamaria Carvalho, a secretária-adjunta de Assistência Social, Leicy Vitório, coordenou o repasse e pontuou a importância da ação para as unidades de acolhimento.

“Procuramos atender os espaços que abrigam esse tipo de público, porque sabemos que eles sobrevivem de doações e neste cenário crítico, diminuiu muito. A nossa intenção é dar o suporte para que tenham os cobertores para oferecer aos assistidos que dependem tanto disso”, explicou.

De acordo com a assistente social do Centro de Triagem e Acolhimento Emergencial, Jacimara Silva, a maioria dos usuários são pessoas moradoras de rua e que se encontram em situação de vulnerabilidade social e de extrema pobreza.

“As pessoas que vivem são seres humanos muito carentes de tudo. Agradeço a primeira-dama e a Setasc por estarem conosco fazendo a doação desses cobertores”, destacou.

A representante do Projeto Vida Nova, Aparecida Gomes Torres, agradeceu a parceria que segundo ela, fortalece o trabalho desenvolvido pela entidade. “As doações serão muito úteis para as nossas crianças e adolescentes que sobrevivem com a nossa ajuda. Este trabalho realmente será crucial para elas. Obrigado a todos”, comentou.

Aconchego

O programa "Aconchego", que já está em sua segunda edição, vai distribuir 200 mil cobertores para as pessoas mais vulneráveis. No ano passado, foram beneficiadas 100 mil pessoas em todo Estado. E este ano a meta foi dobrada, em razão do aumento de pessoas carentes e em situação de vulnerabilidade social devido a pandemia do novo coronavírus. A distribuição dos cobertores foi intensificada na última semana devido o frio intenso que chegou no Estado. 

Os cobertores também foram entregues para moradores de rua, comunidades indígenas, entidades filantrópicas e famílias que se enquadram em situação de extrema vulnerabilidade.

Para o cadastro de atendimento, as instituições, entidades e/ou grupos representativos devem enviar um ofício para o e-mail gabinete@setasc.mt.gov.br, com a lista das pessoas que serão beneficiadas, contendo nome completo, CPF, nome da mãe e Número de Identificação Social (NIS).

Fonte: Quéren-Hapuque | Setasc/MT