MEC libera mais de R$ 1 bilhão para Fundeb e integralização do piso dos professores

O Ministério da Educação liberou R$ 1.016.153.276,45 para estados e municípios no dia 25 de fevereiro. Os recursos são destinados à complementação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e à complementação do Piso Nacional do Magistério, referentes a fevereiro. Os recursos foram repassados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC que efetua o repasse aos entes federados. Neste ano, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí recebem a complementação.

O valor da parcela de fevereiro da Complementação da União ao Fundeb é de R$ 914.537.948,79. O Fundeb é um fundo especial formado quase em sua totalidade por recursos oriundos de impostos e transferências constitucionais dos estados, Distrito Federal e municípios, que são destinados à educação básica.

Os valores que cada ente da Federação recebe são calculados a partir do número de estudantes matriculados nas escolas públicas e levam em consideração o valor mínimo a ser aplicado por aluno.

Por isso, o Fundo conta ainda com complementação de recursos da União para garantir o recebimento do valor mínimo definido nacionalmente. Independentemente da origem, todo o recurso gerado é redistribuído para aplicação exclusiva na educação básica, conforme a prioridade dos estados, Distrito Federal e municípios.

Já a parcela de complementação da União para o pagamento do piso salarial dos professores, por parte dos sistemas de ensino, contará, no mês de fevereiro, com repasse de R$ 101.615.327,66. Atualmente, o piso corresponde a um salário de R$ 2.557,74 para jornada de 40 horas semanais. O repasse é feito só aos estados e municípios beneficiários da Complementação da União. 

Informações sobre valores repassados para estados ou municípios estão disponíveis na página do Tesouro Nacional.

Fonte:Assessoria MEC

Missas celebram o início da Quaresma

Celebrações também marcam a Campanha da Fraternidade 2019

As comunidades católicas em todo o país iniciaram nesta quarta-feira, 6, o tempo da Quaresma, com a Missa de Cinzas. As celebrações aconteceram em diversas comunidades das Paróquias Nossa Senhora Aparecida e Santa Terezinha, em Tangará da Serra.

Durante este período, que se estende até o Domingo de Ramos (14 de abril), os cristãos são convocados a viverem mais profundamente a experiência da conversão ao seguimento de Jesus e da mudança de vida. “Esse tempo é marcado para nós, católicos, como um voltar-se para si e consequentemente voltar-se para Deus, e fazer uma reflexão profunda da vida da caminhada em Deus (…) Então a Quaresma é esse tempo de conversão, de recolhimento, de silenciar e voltar-se para Deus para de fato refletir qual a proposta, o projeto, o caminho de Deus para seus filhos, para nós humanos”, explica o pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Frei Hélio Aparecido dos Santos.

Esse tempo, reforça o Frei, recorda biblicamente os 40 dias em que Jesus esteve no deserto, os 40 dias para Elias subir o monte Horebe, a libertação do povo de Deus após 40 anos. “Simbolicamente recordamos isso (…) tempo propício para participar, conviver e silenciar numa grande reflexão com Deus e reencontrar esse caminho para bem celebrar a Páscoa”.

A Quarta-feira de Cinzas também é marcada pelo início da Campanha da Fraternidade, que neste ano trata o tema ‘Fraternidade e Políticas Públicas’. “Como cristãos somos chamados para refletir o nosso compromisso e participação, para que haja uma política pública, isto é, que venha um bem comum, que venha cuidar da vida (…) a igreja, sabiamente, nos convida como católico a olhar, refletir e pensar no bem comum. E o pensar no bem comum só acontece a partir do meu e do compromisso de cada um”.

Fonte: Fabiola Tormes - Redação DS

Triatletas de Tangará da Serra se preparam para temporada 2019

O primeiro desafio será no dia 24 deste mês, em Cuiabá

Seja em busca de saúde física e mental ou por lazer, cada dia Tangará da Serra ganha um novo atleta. São corredores, ciclistas, jogadores, nadadores, tenistas, enfim, são muitos os esportes presentes no município.

Mas, há também aquela galera que é louca por mais de uma atividade esportiva e, em busca da realização, se tornam, multiatletas, como uma grande turma da Sett Triathlon Tga que está em plena atividade física, aprimorando com treinos técnicos o condicionamento físico para a temporada de 2019.

De acordo com o professor Sandro Araújo, os atletas irão participar de provas de Duathlon (Correr e pedalar) e Triathlon (Nadar, pedalar e correr) nas principais etapas do Estado, iniciando dia 24 deste mês, com a 1ª Etapa de três do Circuito Supera de Fast e Short Triathlon Masculino e Feminino. “E no dia 28 de abril participaremos também do Cross Duathlon, do Circuito Ultra Macho e CrossTriathlon, também do Circuito Ultra Macho 2019”.

Para essas e outras provas, os atletas estão treinando pesado desde o início deste ano e agora em treinos técnicos individualizados, potencializando os treinos de cada esporte. “Ou seja, treinamos de forma isolada a corrida, a natação e a bike e treinos simulados, onde fazemos o treinamento com todos os três esportes em sequência, como se fosse o dia da prova, claro que sem a intensidade do dia da competição”, explica.

Essa equipe já está reunida a mais de três anos, treinando de forma disciplinada e continua. “São mulheres e homens que devemos admirar e ter o maior respeito por eles, pois terminar uma prova dessas não é fácil”.

Fonte: Fabiola Tormes - Redação DS