AMM organiza banco dados e capacitações para auxiliar municípios

A Associação Mato-grossense dos Municípios está se preparando para lançar um sistema de banco de dados com informações municipais e um amplo calendário de capacitação para servidores das prefeituras. Os cursos serão ministrados em parceria com a Confederação Nacional dos Municípios - CNM, que vai disponibilizar os instrutores em diversas áreas da administração pública.

O planejamento das ações foi discutido esta semana, na AMM, pela equipe da Coordenação de Relações Institucionais que está responsável pela execução dos projetos. A reunião foi conduzida pela coordenadora Lieda Brito e também contou com a presença do consultor da CNM, Eduardo Stranz, que apresentou o programa das capacitações, além da equipe da Coordenação Administrativa e Gerência Técnica da Associação.

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, disse que o objetivo das ações é subsidiar os gestores com informações atualizadas e confiáveis para que possam tomar as melhores decisões na condução da gestão pública. “Muitos municípios perdem recursos e oportunidades por falta de informação. Nesse sentido a AMM quer oferecer esse diferencial, por meio das capacitações e dados estruturados, para que as administrações possam alcançar os melhores resultados”, assinalou.

O banco de dados será composto por informações de várias áreas estratégicas para a gestão municipal, como finanças, saúde, educação, economia, assistência social, agricultura, pecuária, entre outros. Os gestores utilizarão login e senha para ter acesso ao conteúdo, por meio do site da AMM. Os dados poderão subsidiar o planejamento de ações, investimentos e proporcionar o acompanhamento da evolução da administração em vários setores, como as finanças.

Os cursos, que serão promovidos em parceria com a CNM, terão carga horária de 16 horas, na modalidade presencial, sem custos adicionais para as prefeituras associadas. Entre as áreas contempladas pelas capacitações estão as seguintes: finanças, educação, previdência, saúde, assistência social, meio ambiente, saneamento, contabilidade, licitações, prestação de contas, captação de recursos, entre outros. A AMM informará as prefeituras sobre as datas de realização assim que o calendário estiver finalizado. A capacitação dos servidores é uma das prioridades da AMM, que estabelece os temas dos cursos de acordo com as principais demandas das prefeituras e as sugestões de equipes técnicas da instituição.

O consultor da CNM, Eduardo Stranz, disse que os cursos também serão realizados em outros estados, mediante manifestação de interesse das entidades municipalistas estaduais. Em todo o país, há cerca de seis milhões de servidores públicos municipais.

Fonte:Agência de Notícias da AMM

Servidores da Unemat iniciam greve em Tangará

Eles são a primeira classe a parar no governo de Mauro Mendes

Os servidores da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) decidiram cruzar os braços após deliberação realizada em assembleia geral na última segunda-feira (21). O início da paralisação, contudo, começará em 72 horas.

A informação foi repassada pelo próprio Sindicato dos Trabalhadores da Educação Superior do Estado de Mato Grosso (Sintesmat) em nota pública.

De acordo com informações da representação sindical, os servidores decidiram pela greve após o atraso nos salários do funcionalismo informada por meio de nota publicada pelo governador Mauro Mendes (DEM) no dia 4 de janeiro deste ano.

Outro ponto citado para o movimento grevista é o não cumprimento do pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) aos trabalhadores do Poder Executivo Estadual. “Os profissionais técnicos da Educação Superior da Universidade do Estado de Mato Grosso se encontram com os salários do mês de dezembro atrasados (e escalonados) pelo Governo.

O atraso salarial que já havia acontecido no mês de dezembro de 2018, se repetiu neste mês de janeiro, porém em situação mais gravosa: o Governo parcelou os salários em três diferentes datas (10, 24 e 30/01), com parte do funcionalismo só recebendo os seus vencimentos no penúltimo dia do mês de janeiro”, diz trecho do comunicado do Sintesmat.

No texto, o sindicato também explica que a reitoria da Unemat já foi informada da decisão dos servidores. O Sintesmat revela que em torno de 75% dos representares sindicais optaram pela greve.

Eude Camargo assuma Assistência Social

A cerimônia de posse aconteceu na manhã de terça-feira, 22

O Prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira, empossou na manhã desta terça-feira, 22, a nova Secretária Municipal de Assistência Social, professora Eude Camargo. Ela assume em substituição a Aguinaldo Garrido que se tornou Secretário Adjunto de Assistência Social do Estado de Mato Grosso.

A cerimônia de posse foi prestigiada pela Primeira Dama, Helena Simões Matias Junqueira, além de diversas autoridades locais. “A professora Eude é sem dúvida um dos quadros mais qualificados do município de Tangará da Serra. Tem vasta experiência na área pública, é servidora efetiva do município, atua de forma exemplar na educação e sempre desenvolveu ações sociais de destaque em nossa cidade”, salientou o Prefeito.

Fábio Junqueira destacou ainda, o fato de Eude estar substituindo Aguinaldo Garrido à frente da Pasta, sendo ela uma profissional altamente respeitada no Município.