Municípios podem participar de elaboração da Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes

Contar com a participação dos Municípios, instituições e entidades e sociedade nas prioridades para a formulação da Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes. Esta visa construir o posicionamento nacional sobre Cidades Inteligentes vinculada a transformação digital ao território.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) entidade apoia a iniciativa e ressalta que a construção de uma agenda coletiva com a participação dos gestores municipais contribuirá para a formulação de diretrizes sobre cidades inteligentes, vinculadas ao desenvolvimento urbano e à transformação digital no território integrada a elaboração da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano (PNDU) que considere as distintas capacidades e realidades locais.

A carta brasileira sobre Cidades Inteligentes é promovida pela Secretaria Nacional de Desenvolvimento Regional e Urbano (SDRU), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). A proposta está vinculada ao Projeto de Apoio à Agenda Nacional de Desenvolvimento Urbano Sustentável (Andus), uma parceria do MDR com Agência de Cooperação Alemã (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit – GIZ).

Vale destacar, que a carta visa construir uma visão sobre cidades inteligentes no contexto brasileiro que subsidie a elaboração de diretrizes para a implementação de projetos de cidades inteligentes pelos Municípios, bem como, a criação de mecanismos que permitam a articulação de políticas, programas, iniciativas e investimentos públicos a partir de uma visão comum sobre Cidades Inteligentes.

Para participar, o gestor municipal pode enviar sugestões para o e-mail: andus@mdr.gov.br. Caso tenha ainda alguma dúvida, pode assistir a vídeo sobre a Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes sobre a Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes.

Fonte: Agência CNM