Happy Hour dos Advogados acontece amanhã em Tangará

Evento é alusivo ao mês do advogado, comemorado em agosto em todo o Brasil

A diretoria da 10ª Subseção da OAB de Tangará da Serra segue a todo o vapor com a programação do mês do advogado, comemorado em agosto em todo o Brasil. Na próxima sexta-feira, dia 11, a subseção realizará o quarto evento do mês com o divertido Happy Hour dos Advogados.

De acordo com o presidente da OAB Tangará da Serra, doutor Kleiton Carvalho, as atividades tem superado as expectativas da organização. “Estamos felizes com os resultados alcançados, sendo que na manhã de quarta-feira realizamos mais uma palestra, que foi encabeçada pela Comissão de Assuntos Sociais. Dando continuidade aos eventos alusivos ao mês do advogado, na próxima sexta-feira faremos o Happy Hour, sendo um momento de descontração e bate papo entre advogados, acadêmicos e amigos”, comentou o presidente, ao salientar que o objetivo principal do Happy Hour é a confraternização entre os profissionais do setor.

Segundo o vice presidente da Comissão de Assuntos Sociais, doutor José Maria Barbosa, as palestras recentemente realizadas nas escolas Fábio Diniz Junqueira e Décio Burali abordaram temas pertinentes da atualidade, com a proposta de plantar a semente do bem entre crianças e adolescentes. “A finalidade é mostrar para os jovens que o caminho errado não prospera. Realizaremos ainda uma palestra com os alunos da Escola 29 de novembro, abordando sobre a Lei Maria da Penha e Estatuto da Criança e do Adolescente”, afirmou.

O último evento alusivo ao mês do advogado acontecerá no dia 16, no auditório da 10ª subseção, com aula inaugural do curso de direito da Universidade de Cuiabá (Unic), com palestra do juiz de direito Flavio Maldonado, da 1ª Vara Cível.

Rodrigo Soares - Redação DS

UPA de Tangará receberá visita técnica do Ministério da Saúde

Unidade de Pronto Atendimento está em fase de habilitação junto ao Ministério da Saúde. Visita técnica tem como objetivo habilitar UPA de Tangará junto ao Ministério da Saúde

Com o objetivo de verificar o funcionamento e fluxo de atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará da Serra, técnicos do Ministério da Saúde estarão no próximo dia 18 desse mês no município, onde realizarão uma vistoria in loco nas instalações.

A ação visa concluir o processo de qualificação da unidade, para que com isso o município tenha garantido um recurso mensal repassado pelo Governo Federal. 

De acordo com o secretário de Saúde, Itamar Bonfim, essa será uma ajuda fundamental para Tangará da Serra, que deverá aumentar a qualidade nos atendimentos diários. “A visita técnica do Ministério da Saúde será um passo muito importante nesse processo de habilitação. Hoje, devido a UPA ainda não ter esse credenciamento, é mantida somente com recursos próprios do município. Ao se tornar uma unidade habilitada, proporcionará um desafogo econômico muito bom”, comentou o secretário, destacando que a UPA receberá o valor mensal de R$ 277.500,00 do Ministério da Saúde. Ainda segundo o secretário, a conclusão do processo de habilitação também concederá à UPA de Tangará da Serra um incentivo do Governo do Estado.

“Receberemos mais 50% de incentivo do Estado, e vamos entrar com o processo de qualificação da equipe. Essa será uma visita de praxe, para que os profissionais do Ministério verifiquem in loco toda a nossa estrutura, pois tudo isso está informado junto ao Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde e devem ser analisados”, explicou o responsável.

Credenciamento viabilizará contratação profissionais 

O credenciamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará da Serra junto ao Ministério da Saúde proporcionará economia aos cofres públicos do município, viabilizando assim a contratação de novos funcionários para a saúde pública. De acordo com o secretário de Saúde, Itamar Bonfim, os recursos próprios que antes seriam destinados para manutenção da UPA poderão ser investidos em outros setores, inclusive na admissão de servidores.

“Como a UPA e o Hospital Municipal atualmente são mantidos com recursos próprios, colocaremos o recurso que virá do Ministério da Saúde na UPA, e vamos destinar o que o município aplicava na UPA para o Hospital. (…) Para o centro cirúrgico funcionar, precisamos de dois anestesistas, dois médicos ginecologistas obstetras, de pelo menos mais um cirurgião e todo o corpo de enfermagem, composto por dois ou três enfermeiros e cerca de dez técnicos de enfermagem. Para isso, teremos que fazer mais contratações, então todos esses profissionais serão contratados com boa parte dos recursos que vamos economizar”, relatou o secretário, ao lembar que o município atualmente já está em processo de admissão de servidores para compor o quadro do Hospital Municipal.

UM ANO - Conforme o Diário da Serra já veiculou em edições anteriores, no último dia 1º de julho a UPA 24 Horas completou um ano de funcionamento em Tangará da Serra. Desde sua inauguração, a unidade vem sendo mantida 100% com recursos próprios.

A unidade tem o intuito de atender pacientes em situação de urgência e emergência, estabilizando o quadro e realizando a investigação diagnóstica inicial de cada caso. Em seguida, o paciente é encaminhado de forma referenciada às unidades que fazem atendimento de alta complexidade.

Rodrigo Soares - Redação DS