Tangaraenses participarão da Corrida Bom Jesus em Cuiabá

As inscrições serão realizadas entre os dias 10 e 14 de abril

Acontece no dia 23 de abril em Cuiabá a 31ª Corrida Pedestre Senhor Bom Jesus de Cuiabá, evento este, já tradicional e que anualmente conta com atletas de todo o país. Mais uma vez Tangará da Serra contará com diversos representantes na prova e promete levar dificuldades aos adversários. De acordo com informações repassadas ao DS, o percurso será de 10 km com largada no Parque das Águas e chegada na Orla do Porto. As inscrições para a prova começam no dia 10 de abril, segundo a prefeitura municipal. A prova será disputada no dia 23 de abril, encerrando as comemorações dos 298 anos de Cuiabá. As inscrições serão realizadas entre os dias 10 a 14 de abril, pelo site da prefeitura e a entrega dos kits (camiseta e chip) do dia 19 a 21. Os corredores deverão contribuir com 2 kg de alimentos não perecíveis. Todos os anos mais de cinco mil corredores participam do evento nas categorias: atletas com deficiência, elite feminina, masculina e categoria geral. A competição ocorre dentro das normas da Confederação Brasileira de Atletismo.

Os atletas irão percorrer as seguintes ruas: Avenida Hermínia Torquato, Historiador Rubens de Mendonça, Getúlio Vargas, Barão de Melgaço, Córrego Oito de Abril e Beira Rio.

Por Redação DS

Tangará sediará Projeto 6 TCEndo Cidadania no próximo mês

O projeto é desenvolvido como piloto e Tangará foi uma das cidades escolhidas

Dos dias 15 a 19 de maio, Tangará da Serra sediará o projeto 6 TCEndo Cidadania, que capacitará os vereadores sobre o processo participativo de construção das peças orçamentárias com as definições anuais de obras e ações que serão feitas.

No estado, segundo o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Tangará da Serra, Helio Schwuab, apenas dois municípios foram escolhidos, Sinop, onde o projeto teve início na terça- feira, 28, e Tangará que o receberá no próximo mês.

Para Shwuab, esse é um ganho muito grande que acabará por refletir em toda a cidade. “ Na verdade é de fundamental importância, porque todo começo de legislatura sempre tem novos vereadores que assumem e não tem conhecimento de como é o trabalho do vereador, e haverá até a simulação de como se faz uma Audiência Pública. Fomos uma das duas cidades escolhidas e creio que quem ganha são os vereadores, funcionários e também a população”, destacou o presidente da Casa de Leis.

Para o conselheiro substituto do Tribunal de Contas, Luiz Henrique Lima, o projeto 6 TCEndo Cidadania é uma das melhores formas do vereador entender que ele tem uma função muito nobre na estrutura democrática. “O vereador é um fiscal dos recursos públicos da qualidade da execução das politicas públicas e um porta voz da comunidade. Através deles os anseios da sociedade são discutidos. O vereador tem uma função muito nobre na estrutura democrática e que deveria ser bastante valorizada”, enfatizou em sua palestra na abertura do evento em Sinop.

Ainda de acordo com o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, a escolha do município também se deu graças ao período de pacificação pelo que passa o município. “Um dos critérios da escolha de Tangará, é que somos um polo com mais de 100 mil habitantes. Mas creio que também se refere ao momento de calmaria e no momento tem tido esse elo entre os poderes Legislativo e Executivo mesmo sendo independentes, mas tem que ter harmonia entre os poderes e creio que esse foi um dos motivos pelo qual fomos escolhidos”, ressaltou o parlamentar. O encontro terá início no dia 15 e acontecerá no Auditório da Universidade de Cuiabá (Unic), à partir das 19 horas, restrito aos vereadores do município.

Por Rosi Oliveira - Redação DS