Aberto seletivo para engenheiros sanitaristas e coordenador de núcleo

As vagas são para Meio Ambiente, Esporte e Samae

A Prefeitura Municipal de Tangará da Serra abriu na última semana as inscrições do Processo Seletivo destinado ao preenchimento de vagas e formação de cadastro de reserva para o exercício funcional temporário nas Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Esporte, e Serviço Autônomo Municipal De Água e Esgoto (Samae). 

De acordo com o edital, são duas vagas disponíveis para Engenheiro Sanitarista, sendo uma para a Secretaria de Meio Ambiente e a outra ao Samae. As contratações são para 12 meses. O salário R$ 3.689,24.

Para o Esporte a vaga é para Coordenador de Núcleo no Progresso/São Joaquim, para atender o “Programa de Esporte Recreativo e de Lazer – Todas as Idades”. O interessado deve ter ensino superior em Licenciatura Plena em Pedagogia ou Educação Física. “Os candidatos à vaga deverão preferencialmente residir na localidade da vaga, visto que não receberá ajuda de custo ou transporte para o deslocamento de seu domicílio até seu local de trabalho”, destacam os responsáveis no edital. O contrato é para 14 meses e o salário é de R$ 1.468,33.

Aos interessados, as inscrições serão efetuadas exclusivamente pela internet, no site www.tangaradaserra.mt.gov.br, até o dia 7 de outubro, com taxa de R$ 30. Na impossibilidade de acesso particular à internet, o candidato poderá efetuar sua inscrição no terminal disponibilizado no prédio da Prefeitura, no Jardim Europa, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 16h.

SELEÇÃO - A seleção compreenderá exame intelectual, de caráter classificatório, somatório e eliminatório, para aferir conhecimentos e habilidades, mediante aplicação de prova objetiva.

A prova Objetiva será realizada no dia 18 de outubro, com início às 8h e término às 11h (horário local), em locais que serão divulgados oportunamente na internet. Já o Resultado Final do Processo Seletivo será publicado a partir do dia 30 de outubro de 2015, no mural do Paço Municipal, nos sites e em jornal de circulação diária.

Fonte: Fabíola Tormes - Redação DS

Programação da Semana do Idoso inicia hoje em Tangará

Programação inicia com palestra no Cefapro

No decorrer dessa semana, é comemorado em Tangará da Serra a Semana do Idoso, instituída pela Lei Municipal 3.978/13. Para celebrar a semana, será iniciada a partir de hoje, dia 28 de setembro, uma programação especial destinada às pessoas da melhor idade, com objetivo de promover interação e troca de informações.

De acordo com o coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Valéria Martinazzo, a programação será aberta com uma palestra ministrada pelo promotor Milton Nascimento, logo mais a partir das 14h, no auditório do Centro De Formação e Atualização Dos Profissionais Da Educação (Cefapro), onde será debatida a violência contra o idoso.

“Essa palestra é aberta ao público e quanto mais pessoas estiverem participando, mais é importante para a gente, então desde já convidamos a população para participar”, convidou Valéria, destacando a importância da participação dos familiares e amigos em questões pertinentes ao idoso.

A programação segue amanhã, 29, com palestra para o grupo de idosos do 2º setor do Centro de Referência a Assistência Social (Cras), na Vila Esmeralda, a partir das 18h30. No dia 30 de setembro e 1º de outubro, moradores do Jardim Araputanga e Jardim Rio Preto, respectivamente, receberão as palestras no mesmo horário. A programação se encerra no próximo dia 02 de outubro, com almoço e baile no Lions Clube. “Inclusive, convidamos idosos de outros municípios para virem participar desse encerramento, com a finalidade de proporcionar interação entre eles”.

Creas atende mais de 50 idosos em Tangará

Atualmente o Centro de Referência Especializado de Assistência (Creas) de Tangará da Serra atende 53 idosos no município, entre eles vítimas de violência física, psicológica, negligência e abandono.

Segundo a coordenadora do Creas, Valéria Martinazzo, o número de atendimento aos idosos aumentou se comparado ao ano passado. “Somente nos seis primeiros meses de 2015, recebemos 31 novos casos. É muito mais que o número de atendimento a crianças, que a gente faz também”, afirmou a coordenadora.

Segundo ela, a violência e abandono aos idosos acontecem mais por parte dos próprios filhos. “A gente tenta entender o lado dos filhos que as vezes os idosos abandonaram a família, mas temos que entender que hoje existe um estatuto e a família tem a obrigação de zelar pelo idoso. O que temos observado também é que o maior número de atendimento aos idoso são os homens”, concluiu Martinazzo.

Fonte: Rodrigo Soares - Redação DS