Professor Vagner quer ampliação do Centro Municipal de Ensino Cecília Barcellos

Professor Vagner (PSDB) solicitou do Governo do Município de Tangará da Serra, a ampliação do espaço da área do Centro Municipal de Ensino Cecília Maria de Barcellos. O vereador pretende que a ampliação seja realizada pela através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC). Segundo o parlamentar, a ampliação é necessária. Professor Vagner argumenta que o espaço bem planejado vai contribuir com o compromisso por uma educação de qualidade.

“Atendendo esta solicitação, o Município estará proporcionando condições para que as crianças se desenvolvam plenamente. Ao lado da creche existem alguns terrenos vazios de propriedade da Prefeitura, o que facilita a ampliação que estamos solicitando”, explica o vereador Professor Vagner.

Segundo o vereador, com mais espaço será possível dividir as atividades realizadas pelo centro educacional de acordo com a faixa etária das crianças. “O objetivo é criar possibilidades para que as crianças possam usufruir do espaço, sem que essa aprendizagem seja interrompida pela falta de adequação”, argumenta o vereador que pede que a sugestão seja acatada o quanto antes, beneficiando as crianças atendidas pelo poder público municipal.

Marcos Figueiró 
Assessoria de Imprensa

Usinas Itamarati e Rotary distribuem mudas de árvores na Feira do Produtor

Membros da empresa e do clube realizaram as trocas

Em ao dia da árvore que é comemorado hoje, 21, aconteceu na manhã de ontem, domingo, 20, na Feira do Produtor, pelo segundo ano, a Campanha “Muda Mundo”, desenvolvida pela Usinas Itamarati, em parceria com o Rotary Tangará da Serra, Centro.

Durante toda a manhã membros da empresa e do clube estiveram posicionados na feira, por onde circulam um grande número de pessoas, e fizeram o recolhimento de garrafas pets, que foram trocadas por mudas de árvores frutíferas e nativas, como explicou o Gerente de Meio Ambiente da Usinas Itamarati, Caetano Henrique Grossi. “Com esse projeto temos vários objetivos, mas o principal, sem dúvida é a conscientização ambiental das pessoas. Por isso estamos aqui, coletando essas garrafas para que elas não vão parar no meio ambiente, além de incentivarmos as pessoas a plantarem uma muda, favorecendo o planeta”, disse. Segundo a Técnica Ambiental, Fabiane Queiroz Viana, que coordena o projeto, foram levadas em torno de 1.200 mudas para serem trocadas pelas garrafas, o que certifica dizer que serão colocadas na natureza 1.200 novas árvores.

Fone: Rosi Oliveira - Redação DS