Tangará deve começar a receber voos regulares em setembro

A empresa responsável por realizar as operações é a Asta

As cidades de Tangará da Serra e Lucas do Rio Verde devem começar a receber voos regulares de passageiros na segunda quinzena de setembro. A empresa responsável por realizar as operações é a Asta. Os documentos para que os terminais estejam aptos a receber voos foram viabilizados pelas prefeituras.

“Nós tivemos a informação de que a documentação dos dois aeroportos está dentro dos conformes. Agora, precisamos aguardar a aprovação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). Vamos enviar o pedido ao Hotran e aguardar a resposta. Acredito que deve levar mais uma semana para estar tudo certo”, disse o supervisor da Asta, Jean Carlos Simi.

As viagens serão feitas de segunda a sexta-feira, pela aeronave Grand Caravan (com capacidade para nove passageiros).

Fonte: Olhar Direto

Centro Cultural receberá mural com evolução histórica de Tangará

Marcos veio a Tangará para realizar um mural de 3 x 8 metros em uma das paredes do Centro Cultural

Tangará da Serra é um grande potencial, e se destaca por vários fatores, dentre os quais vários podemos citar: povo acolhedor, artistas talentosos, belezas exuberantes e receptividade pessoal e de novos conhecimentos.

Essa foi a visão obtida pelo artista plástico Marcos Andruchak, ao chegar nessa bela cidade. “Ouvi muitas vezes de minha irmã que mora aqui que a cidade era bela e o povo acolhedor, ficava imaginando o lugar, mas não cheguei nem perto do que realmente é”, comentou o artista.

Marcos veio a Tangará para realizar um mural de 3 x 8 metros em uma das paredes do Centro Cultural, com a finalidade de retratar a evolução histórica da cidade.

“Desde quando cheguei estou tendo várias aulas de história sobre a cidade e sua evolução, para que eu possa me inteirar do trabalho que deveremos realizar, porque queremos que as pessoas possam olhá-lo e lerem a história do lugar, mesmo não estando aqui à época”, disse Andruchak, destacando que mesmo com pouco, tempo na cidade percebeu que as pessoas valorizam bastante a arte, seja em que segmento for, e que felizmente a gestão ja percebeu e tem feito a sua parte, investindo para seu crescimento.

Fonte: Rosi Oliveira - Redação DS