Sinfra intensificará trabalhos a partir de fevereiro

A Prefeitura de Tangará da Serra, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra), ampliará o cronograma de obras na área urbana e no interior a partir desde mês de fevereiro, quando será aberto o orçamento da municipalidade.

Segundo o prefeito Saturnino Masson, a intensificação dos trabalhos da área de infraestrutura obedecerá a um rigoroso planejamento realizado durante todo o mês de janeiro, a partir do retorno do recesso. “Temos um planejamento e estamos organizados tanto em logística como orçamentariamente para intensificar trabalhos em várias frentes”, disse o chefe do Executivo Municipal.

Já o secretário municipal de Infraestrutura, Ronaldo Diniz, informou que parte dos trabalhos já teve início, como já acontece no Residencial Alto da Boa Vista, onde houve a recuperação do asfalto da Avenida Beija Flor, colocação de meio-fio, recuperação de ruas e limpeza nos quarteirões. Há também colocação de meio-fio no Jardim Europa, assim como a continuidade dos trabalhos de recuperação asfáltica que tiveram início ainda no mês de dezembro.

ASFALTO - Na próxima semana, conforme o secretário, haverão trabalhos de recuperação do asfalto na rua de entrada da Vila Esmeralda, onde o pavimento se encontra muito danificado e não recebe manutenção há anos.

Ainda na Vila Esmeralda, Ronaldo Diniz informou que serão licitadas obras para drenagem e asfalto em 4.931,8 m² no bairro, no valor de R$ 415.464,18, cujos recursos são provenientes da União, com contrapartida do município. A previsão de início das obras é para maio. O secretário de Infraestrutura informou também que a pasta já dispõe de ordem de serviço para a implantação de galerias de águas pluviais no Jardim Alto Alegre e Jardim Tangará II.

ESTRADAS E PONTES – Outros trabalhos a serem executados pela Sinfra a partir de fevereiro incluem o interior do município. As estradas das localidades de Gleba Aurora e São José/Boa Vista já recebem melhorias e serão encascalhadas para melhores condições de trafegabilidade. No Bezerro Vermelho, será instalado bueiro no ponto da estrada sobre o córrego que corta a localidade.

Ainda no Bezerro Vermelho haverá a recuperação de duas pontes de madeira, cuja ordem de serviço já foi liberada pela municipalidade. Outra ponte a ser recuperada está localizada nos fundos da Unic-Sul.

Assessoria

16 partidos apresentam 42 pré-candidatos à disputa majoritária em Tangará

Nos últimos 15 dias o DS ouviu todos os 19 partidos políticos constituídos e em situação de vigência, em Tangará da Serra. Dentre eles, 16 possuem pré-candidatos à disputa majoritária, sendo que apenas seis contam com pré-candidaturas únicas. Nos demais a disputa interna sempre envolve mais de um pré-candidato.

No total, os partidos apresentaram 42 pré-candidaturas, sendo três exclusivamente para o cargo de vice-prefeito, oito pré-candidaturas exclusivamente para o cargo de prefeito, e 31 pré-candidaturas flexíveis – que poderiam disputar tanto para prefeito quanto para vice.

Dos 16 partidos que garantiram que terão pré-candidatos, três ainda não apresentaram seus nomes: PSDB, PSC e PRP. Os demais já indicaram quem são aqueles que estão disputando internamente a indicação para concorrerem nas eleições deste ano.

Os partidos que já decidiram não disputar o cargo de prefeito, mas apenas o cargo de vice-prefeito são o PV e o PSL. Já os que não abrem mão da disputa ao cargo de prefeito, e não aceitariam disputar na condição de vice-prefeito são: PMDB, PSD e o PC do B.

O partido com o maior número de pré-candidatos a vereador é o PC do B, com 33 nomes. Em seguida vem empatados o PDT, PSB e o PSDB cada um com 30 pré-candidatos ao Legislativo. Já o PMDB, DEM, PR, PPS e PSD contam com mais de 20 pré-candidatos. Enquanto isso o PMN e o PTN confirmam 22 pré-candidatos cada um, e o PRP confirma 21. Na sequência vem o PT com 17, o PSC com 15, o PRB com 13 e o PSL com 10.

UNIÕES MAIS DIFÍCEIS – Em política água e óleo as vezes conseguem se unir, então nada é impossível. Apesar disso, pelo menos por enquanto, as coligações que estariam impossibilitadas são do: PDT com o PSD (por força de orientação estadual do PDT); PPS com o PT (por força de orientação nacional de ambos os partidos); PT com o DEM (por força de orientação nacional do PT), PT com o PSDB (por força de orientação nacional do PT); PSD com o DEM (num único caso específico por condição da pré-candidata Dona Ana).


Fonte: Redação Diário da Serra