Vereadores aprovam verbas para saúde e educação

Projetos somam mais de R$ 800 mil em suplementações

Aconteceu nesta terça-feira, 14, a 9ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Tangará da Serra. Os vereadores discutiram projetos de lei visando suplementações para diversos setores da administração pública do município.

O primeiro a ser discutido pelos parlamentares foi o projeto de lei N° 25/2017, que foi aprovado por unanimidade. Com o parecer favorável dos vereadores, a Secretaria Municipal de Saúde receberá crédito adicional suplementar de R$ 300.866,00. O projeto de autoria do Executivo Municipal tramitou em Regime de Urgência Especial.

Com discussão única, outro projeto de autoria do poder Executivo e aprovado de maneira unânime pela Casa de Leis foi o N°19/2017, que acresce R$ 497.247,71 para custeio de despesas da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. 

Por fim, o projeto de maior complexidade da ordem do dia era o Nº20/2017. Também de autoria do Executivo, a proposta visa alteração da redação da Lei Nº 1618/2000, que trata sobre a regulamentação e fiscalização de serviços geridos à época pelo Departamento de Água e Esgoto (DAE), hoje Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae).

Na semana passada, a proposta já havia recebido pedido de vistas de 7 dias feito pelo vereador Rogério Silva. Desta vez, Claudinho Frare (PSD) solicitou mais tempo para análise do projeto e foi atendido pelos colegas com a aprovação que dá mais 7 dias de vistas. 

O projeto tem por objetivo atualizar a tabela infracionária e coibir autores de práticas ilegais como ligações clandestinas de esgoto sanitário, com reajuste no valor das multas. A expectativa do Poder Executivo é que na semana que vem a proposta que tramita em regime de urgência especial seja enfim votada e aprovada pelo Legislativo.

Por Paulo César Desidério - Redação DS

5ª Tangará Open de jiu-jitsu acontece no próximo domingo

A competição ofertará o prêmio de R$ 2.000,00 para os vencedores

Acontece no próximo domingo, 19 de março, em Tangará da Serra, mais um grande evento no jiu-jitsu, sendo a quinta edição do Tangará Open da modalidade. Evento que tem por objetivo contar com atletas não apenas do estado de Mato Grosso, como também de estados vizinhos. A competição tem por meta realizar um evento de excelente nível técnico e ao mesmo tempo expandir a modalidade dentro de Tangará da Serra e do Mato Grosso. 

O 5º Tangará Open de Jiu-jitsu demonstra ainda a união de várias entidades da modalidade visando a realização de um grande evento. Estão imbuídos na competição: ACT (Atitude Centro de Treinamento), Coliseum Team e Fusion Team. De acordo com informações levantadas pelo DS, o evento será realizado no ginásio Douglas Poyane, localizado na Vila Olímpica Rei Pelé e terá início às 9h do dia 19 de março. O valor da inscrição é de R$ 60,00 no adulto e R$ 20,00 na infantil e juvenil. Já a premiação para o absoluto será de R$ 2.000,00 para o vencedor da faixa preta e marrom. 

Já o vencedor da faixa roxa receberá o prêmio de R$ 700,00, faixa azul R$ 500,00, faixa branca R$ 300,00. Já nas demais categorias serão premiados os três primeiros colocados com medalhas. De acordo com a organização as categorias que tiverem mais de oito competidores inscritos terão ainda uma premiação de R$ 100,00. Mais informações pelos telefones: 065 99915-8925, 99625-3562 e 99686-8878. O evento tem o apoio da Secretaria Municipal de Esportes.

Fonte: Redação DS