Pioneiro de Tangará da Serra, Tatão morre aos 70 anos

Sebastião de Oliveira Pinto faleceu em decorrência de complicações causadas por um AVC

Faleceu no início da tarde desta quinta-feira, 26, aos 70 anos, Sebastião de Oliveira Pinto, pioneiro de Tangará da Serra conhecido popularmente como Tatão. 

No último dia 14 ele havia passado mal e precisou ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e internado na ala da Unidade Semi Intensiva. Os médicos detectaram um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Tatão chegou a voltar para casa na quarta-feira, 18, mas tornou a ter complicações em seu quadro clínico e voltou para a semi UTI. Por volta das 12h00 desta quinta, não resistiu e foi a óbito. 

Sebastião de Oliveira Pinto foi figura importante na história de Tangará da Serra. Exerceu o cargo de vereador no município, trabalhou no setor imobiliário, especialmente na divisão de terrenos na região da Vila Horizonte, bairro do qual foi líder comunitário, tendo sido presidente do Conselho Tangaraense das Associações Comunitárias (Contac). Ele também foi um dos responsáveis pela criação da primeira rádio FM da cidade, a Nova Horizonte FM.

Tatão também foi um dos grandes entusiastas da Folia de Reis em Tangará da Serra, festa tradicional do catolicismo. Ele integrava o grupo Estrela do Oriente e tocava e cantava o nascimento de Jesus em nome dos três Reis Magos seguindo um rito antigo, junto de amigos. 

Ainda não há informações quanto ao horário de velório e sepultamento. Apenas o local, em sua residência, situada na rua 11-A, esquina com a 30, na Vila Horizonte. O prefeito de Tangará da Serra, Fábio Martins Junqueira, decretou luto oficial de três dias no município. 

Fonte: Redação DS

Governador sanciona Lei com a nova tabela de taxas do Detran-MT

A nova tabela de valores passa a valer dentro de 90 dias contados da publicação no Diário Oficial

O Governo do Estado publicou, no Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (26.12), a Lei nº 11.070, que dispõe sobre a criação, readequação, o reajuste e a exclusão de taxas de serviços cobradas pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT). A nova tabela entrará em vigor no prazo de 90 dias contados da data da publicação no Diário Oficial do Estado.

Foram reajustadas 89 taxas, algumas com valores reduzidos, 19 foram criadas, 15 readequadas e 42 extintas. 

As taxas que mais afetam o cidadão, hoje, mantiveram o mesmo valor ou reduziram o valor, como no caso do Licenciamento Anual de veículos, que representa cerca de 50% da demanda do Detran-MT e sofreu redução de 5,88%, já com a facilidade da entrega do documento via Correios.

Outras duas taxas que impactam o cidadão sofreram redução expressiva de 56,63%, como a taxa para emissão da segunda via do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) e a taxa de reemisão do documento. Pela nova Lei, os valores foram reduzidos de R$ 104,63 para R$ 45,38.