AUDIÊNCIA PÚBLICA - Metas fiscais do 2º quadrimestre serão debatidas amanhã (30) na ALMT

A apresentação será no auditório Milton Figueiredo, a partir das 9 horas. A LOA/2018 prevê um orçamento de R$ 20,3 bilhões

A Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária da Assembleia Legislativa realiza amanhã (30), às 9 horas, audiência pública para apresentar a sociedade mato-grossense os números sobre a evolução das metas fiscais relativas ao 2º quadrimestre de 2018.

As explicações dos valores arrecadados e investidos pelo governo do Estado serão feitas pelo secretário de Estado de Fazenda (Sefaz), Rogério Luis Gallo. A apresentação será no auditório Milton Figueiredo. A audiência é uma exigência da Lei Complementar Federal nº 101 – mais conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O orçamento previsto na Lei Orçamentária Anual – LOA/2018 – é da ordem de R$ 20,3 bilhões. Durante a audiência pública, Gallo vai aproveitar para expor à sociedade como o governo investiu parte desse orçamento nesses oito meses do ano.

“É uma oportunidade que a população tem para saber a quantia que foi arrecadada e onde foi gasto o dinheiro do contribuinte e como está a situação fiscal do Estado. É muito mportante que a sociedade saiba o que o governo fez com o dinheiro arrecadado por meio dos impostos”, disse o consultor Legislativo do Núcleo Econômico, Nassar Okde. 

Na audiência pública realizada para discutir o 1º quadrimestre (janeiro/abril), o secretário Rogério Gallo, afirmou que o governo tinha acumulado, superávit primário, um montante de R$ 500 milhões. Mas que o valor líquido (previsto e o realizado), disponível para o Tesouro do Estado teve uma redução de 6,9%. A receita liquida foi de R$ 5,122 bilhões.

Fonte: Elzis Carvalho / Secretaria de Comunicação Social

Tangaraenses saem as ruas para comemorar vitória de Bolsonaro

No município a apuração foi encerrada às 18h56, com 34.821 votos para Bolsonaro

47.180 eleitores de Tangará da Serra foram as urnas neste domingo, 28, e ajudaram a eleger Jair Bolsonaro (PSL) como o novo presidente do Brasil pelos próximos quatro anos. Jair Bolsonaro derrotou Fernando Haddad (PT) no segundo turno e tomará posse como presidente da República em 1º de janeiro de 2019.

No município a apuração foi encerrada às 18h56, com 34.821 votos para Bolsonaro, o que representa 77,15% dos votos válidos, contra 10.314 votos (22,85%) para o candidato do PT, Fernando Haddad.

E antes mesmo da totalização dos votos, porém com a vitória garantida, os tangaraenses saíram as ruas para comemorar.

Com bandeiras verde e amarela em mãos, famílias inteiras desfilaram na Avenida Brasil e paralelas o orgulho de ser brasileiro.

Fonte: Fabiola Tormes - Redação DS

77,15% dos tangaraenses elegeram Bolsonaro

Em Tangará da Serra, 47.180 eleitores foram as urnas

Ultrapassando as porcentagens de votação alcançadas no primeiro turno, os tangaraenses contribuíram com a vitória de Jair Bolsonaro (PSL). Ele derrotou Fernando Haddad (PT) no segundo turno e tomará posse como presidente da República em 1º de janeiro de 2019. 

No município a apuração foi encerrada às 18h56, com 34.821 votos para Bolsonaro (4.288 a mais que no primeiro turno), o que representa 77,15% dos votos válidos, contra 10.314 votos (22,85%) para o candidato do PT, Fernando Haddad.

Em todo o país, o segundo turno da oitava eleição nacional após a redemocratização do Brasil levou mais de 115 milhões de brasileiros as urnas neste domingo, dia 28 de outubro. Desses, mais de 55% votaram no candidato do PSL e 44% no PT. 

Antes mesmo do fim da apuração, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, anunciou, por volta das 20h10 (de Brasília), que Jair Bolsonaro estava matematicamente eleito novo presidente do Brasil. O anúncio foi realizado na sede do TSE em Brasília. 

Após esse pronunciamento, o presidente eleito fez transmissão ao vivo no Facebook e depois leu o discurso da vitória na porta da casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ele afirmou que será um “defensor da Constituição, da democracia e da liberdade”.

“Estou muito feliz, e missão não se escolhe nem se discute, se cumpre. Nós juntos cumpriremos a missão de resgatar o nosso Brasil”, declarou o presidente eleito.

Bolsonaro afirmou que terá condições de governabilidade e cumprirá todos os compromissos assumidos. “Temos tudo para sermos uma grande nação. Temos condições de governabilidade dados aos contatos que fizemos nos últimos anos com parlamentares, todos os compromissos assumidos serão cumpridos com as mais variadas bancadas, com o povo em cada local do Brasil que me estive presente”, declarou. (Com informações da Agência Brasil)

Fonte: Fabiola Tormes - Redação DS

Conferência de Cultura de Tangará será nesta quarta

Cultura como vetor de desenvolvimento econômico será debatido

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Tangará, por meio do Departamento de Cultura, realizará nesta quarta-feira, 31, a II Conferência Municipal de Cultura de Tangará da Serra. 

De acordo com o coordenador do evento, Anselmo Parabá, a conferência inicia às 18h, com o credenciamento dos participantes e seguirá durante a noite com apresentações, debates e proposições em torno da cultura. “Esse é o momento da classe artística participar desse processo democrático, que é a Conferência Municipal de Cultura. É onde podemos fazer a avaliação do plano, onde podemos colocar as nossas sugestões e ideias. Então é um momento democrático para toda a cultura tangaraense e é importante a participação dos artistas e pessoas envolvidas na área”, reforça Parabá.

Na oportunidade, o tema “A cultura como vetor de desenvolvimento econômico e social”, será debatida, com dois eixos norteadores: Gestão e Desenvolvimento (eixo 1), com grupos de trabalho debatendo e propondo ações nas áreas de Gestão e Implantação do CPF (Conselho, Plano e Fundo), Financiamentos para a Cultura e Economia Criativa e Inovação; Política Cultural e Cidadania (eixo 2) com GTs sobre Democracia, Cidadania e Diversidade e Patrimônio, Memória e Bibliotecas. “Diretamente estaremos falando da importância de termos uma cultura sustentável, com projetos sustentáveis”. 

A Conferência Municipal de Cultura acontecerá no Teatro do Centro Cultural. Na oportunidade, além do apresentação e discussão do Plano de Cultura, serão ainda aclamados os Conselheiros Municipais de Cultura e realizada também a eleição dos delegados que participarão da Conferência Estadual, que acontecerá nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, em Cuiabá. “E aguardamos a presença da classe artística (…) todo o sacrifício em prol da cultura é válido”.

Fonte: Fabiola Tormes - Redação DS