Três entidades foram beneficiadas por Corrida Homens do Fogo

Alimentos foram arrecadados em Corrida no domingo

715 quilos de alimentos que beneficiaram três entidades de Tangará da Serra, sendo Casa da Criança, Lar dos Idosos e Salmo 23. Esse foi o total da arrecadação realizada pela corrida Homens do Fogo que aconteceu em Tangará da Serra no último domingo.

De acordo com os organizadores, a corrida foi aguardada com bastante expectativa, uma vez que, somente acontecia na capital do estado e seu desfecho não poderia ter sido melhor.

A prova contou com a inscrição de aproximadamente 500 pessoas, mas por coincidir com o teste seletivo que ocorreu na mesma data, contou com cerca de 350 participantes, o que deixou os organizadores imensamente satisfeitos.

“Esse é um evento tradicional do corpo de bombeiros. No estado já temos 31 edições e resolvemos esse ano trazer para Tangará da Serra. Um dos objetivos era ajudar o próximo, em decorrência do fim de ano e com apoio e patrocínio de varias pessoas da cidade e região conseguimos não cobrar as inscrições, sendo apenas simbólica, com a doação de dois quilos de alimentos que entregamos hoje”, comentou o Tenente Jamil do Corpo de Bombeiros.

De acordo com o Tenente antes da realização da corrida, já havia o desejo de que a mesma ocorrece no próximo ano. “Antes de realizar a primeira, já estávamos pensando em realizá-la no ano que vem, então essa aconteceu como teste e com a ótima aceitação, podemos garantir sua realização para o ano que vem”, destacou, frisando que a 2ª edição deverá ocorrer no aniversário de 20 anos da corporação no município, como foi neste ano em comemoração aos 19.

Rosi Oliveira - Redação DS

Prefeito e Diretor do Samae assinam com produtores contrato do PSA Queima Pé

São parceiros no projeto: Samae, Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria de Infraestrutura, Secretaria de Agricultura, Unemat e Empaer

O prefeito Fábio Martins Junqueira, produtores e todo o seu secretariado se reuniram para assinatura de Contratos de adesão de produtores ao Projeto PSA Queima-Pé. O Ato foi realizado na Sala da Mulher e tornou-se um dos momentos mais importantes e históricos para o Município, uma vez que o passo dado tende a repercutir por toda uma vida. O projeto consiste em recuperar a região da bacia do Queima-Pé localizada acima da Estação de Tratamento de Água do município (ETA), com trabalhos em estradas, curvas de nível, matas do entorno do rio, entre outras atividades.

De acordo com o Diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Wesley Lopes Torres, os produtores que aderirem ao programa serão compensados posteriormente pelos gastos que tiveram com as modificações em suas propriedades.

“Hoje é um marco essa ação, porque em julho nós lançamos um edital de chamamento público e nesse edital, 20 propriedades entraram com a carta de intenção de participar do projeto. Na verdade toda a necessidade de recuperação na Eta do Queima-Pé compreende 154 hectares. Essas 20 propriedades que demonstraram a intenção, compreende 31.5 hectares, então, já demos um bom passo para a preservação e recuperação dessa área”, informou o diretor.

De acordo com o Produtor Antonio Miguel Beitun, essa é uma forma de pensar no futuro. “Eu acredito que esse projeto é muito importante para o meio ambiente e cuido porque acho muito importante porque todo mundo depende da água para viver”, comentou.

“Esses são os primeiros proprietários que estão aderindo ao programa e isso é um resultado muito importante desenvolvido pelos órgãos participantes da comissão”, salientou o prefeito Fábio Junqueira. “Esse projeto é um recurso da Ana de R$ 688. 429, que 10% de contrapartida do município que é de R$ 68.842,90 que totaliza R$ 757.271,90 que serão aplicados ali na Bacia do Queima-Pé para recuperarmos a bacia”, ressalta Torres.

No total, nove contratos foram assinados e no ano que vem, os proprietários já deverão receber parte dos recursos de incentivo na participação. São parceiros no projeto: Samae, Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria de Infraestrutura, Secretaria de Agricultura, Unemat e Empaer.

Fonte: Diário da Serra

Prefeito avalia pavimentação asfáltica realizada ao longo do ano

No entanto, o que mais agradou o gestor foi o início do projeto que chamou de ‘Caminho da Roça’, no qual pavimentou algumas estradas rurais do município

Em entrevista ao Diário da Serra, o prefeito Fábio Martins Junqueira afirmou que 200 mil metros quadrados de pavimentação asfáltica foram feitas neste ano em Tangará da Serra. De acordo com ele, o número é significativo. No entanto, o que mais agradou o gestor foi o início do projeto que chamou de ‘Caminho da Roça’, no qual pavimentou algumas estradas rurais do município.

“Nesse ano, ampliamos um desejo nosso, um projeto de ter pavimentação nas estradas vicinais, nos locais onde elas alcançam o município. Nós já fizemos um trecho no mandato passado em direção a Biquinha, no ano que vem a gente pretende dar mais continuidade em mais um trecho daquele, na estrada do Ararão”, relatou.

Segundo Junqueira, a estrada do Alto da Boa Vista teve trecho pavimentado no ano passado. Neste, mais um trecho recebeu o serviço.

“É o caminho da roça sendo pavimentado. Já temos duas estradas municipais em que o caminho da roça começa a receber pavimentação. Temos já 1 km de asfalto a partir do fim do Alto da Boa Vista numa estrada rural, da mesma forma como temos aqui um trecho do Ararão, que ainda foi curto, cerca de 500 metros, mas também já foi o início do projeto nosso”, destacou.

O prefeito lembrou que o programa é desenvolvido aos poucos, por meio de parcerias. Mesmo assim, deve seguir no ano que vem.

“No ano que vem a gente pretende iniciar a pavimentação da estrada do São José, que demanda para o aterro sanitário. Logicamente que os recursos são parcos e vai sendo feito aos poucos, em poucas quantidades. Neste ano, o que nós fizemos foi em parceria, conseguimos a doação do cascalho, do pedrisco e com isso, além da pavimentação urbana, esse ano conseguimos fazer já um pouco a mais desse sonho nosso de ter estradas rurais municipais pavimentadas, que denominamos de Programa Caminho da Roça”, completou.

O prefeito ainda destacou a pavimentação no Jardim Industriário, a qual segundo ele atrai mais empreendimentos para a localidade, e ainda, a viabilização de recursos para pavimentar a avenida que ligará a estrada Linha 12 até a entrada do Bela Vista, expandindo a urbanização da região.

Diego Soares
Assessoria de Imprensa