Tangará está entre municípios selecionados em pesquisa

Participarão da ação, Tangará da Serra, Sorriso, Rondonópolis, Vila Rica e Cuiabá

Ministério do Turismo selecionou cinco municípios mato-grossenses para comporem a lista da Pesquisa de Demanda Doméstica que será realizada em 2018. Participarão da ação, Tangará da Serra, Sorriso, Rondonópolis, Vila Rica e Cuiabá. A pesquisa tem como objetivo formar um cadastro de potenciais domicílios respondentes, além de servir para traçar um perfil do viajante brasileiro e obter, assim, informações que auxiliem a formulação de políticas públicas de estímulo ao setor de viagens no país. O último levantamento de turismo doméstico foi realizado em 2011.

A intenção da pasta federal é cadastrar cerca de 30 mil domicílios englobando 137 cidades em todo o Brasil. Para isso, o MTur solicita o auxílio dos estados e das prefeituras na divulgação da realização da pesquisa. O processo será dividido em duas etapas: cadastro de pessoas interessadas em participar O e, posteriormente, a aplicação do questionário com as perguntas pré-definidas pelo órgão.

Assessoria

267 famílias de Tangará da Serra receberão o cartão Pró-família

Cartões serão entregues pelo Governador Pedro Taques nesta sexta-feira

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), entregará nesta sexta-feira, 20, o cartão Pró-família a 267 beneficiários de Tangará da Serra.

A cerimônia de entrega dos cartões, que garante um crédito de R$100 às famílias para ser gasto exclusivamente em alimentação, está marcada às 11h, no auditório da Unic Tangará da Serra, ocasião em que o Governador Pedro Taques (PSDB) e a secretária da Setas, Mônica Camolezi, farão a entrega para 267 famílias de Tangará que foram inclusas no programa.

De acordo com a assistente Social da Secretaria Municipal de Assistência Social de Tangará da Serra, Camila Regina Lima Guimarães, o Pró-família é um programa estadual de transferência de renda, no qual cada família terá acesso a um cartão, com valor mensal de 100 reais, que será utilizado exclusivamente com a aquisição de alimentos.

Essas famílias, explica a assistente social, poderão adquirir alimentos somente em estabelecimentos cadastrados ao programa e para permanecer recebendo o benefício deverão cumprir as condicionalidades estabelecidas, como, por exemplo, atenção a educação das crianças, entre outros. “E sexta-feira será a primeira agenda dessas famílias e por isso pedimos que os beneficiários dessas 267 famílias estejam presentes no local, com os documentos pessoais, para receber seu cartão, para no próximo mês já conseguir utilizar na rede de supermercados”. 

Em Tangará da Serra o acompanhamento a essas famílias será feito por 52 Agentes Comunitários de Saúde, assim como serão supervisionados por assistentes sociais, lotadas nos Cras na Vila Araputanga, Vila Esmeralda e jardim Rio Preto. 

MAIS ENTREGAS - O circuito de entrega aos municípios da região Sudoeste iniciou ontem, 17, em Nova Maringá, onde 42 famílias serão atendidas pelo programa. Depois a comitiva seguiu para Campos de Júlio, localidade com 30 famílias que receberam os cartões; e em Sapezal, onde foram entregues 92 cartões. Hoje o primeiro município a receber a comitiva liderada pelo governador Pedro Taques é Santo Afonso, em que 18 famílias serão beneficiadas. A segunda agenda é em Nova Marilândia para a entrega de 49 cartões Pró-família; Arenápolis para entrega de 97 cartões; Nortelândia (48 famílias beneficiadas); e Alto Paraguai (76 famílias).

Amanhã a agenda inicia em Diamantino, para a entrega de 100 cartões. Em seguida, 209 famílias de Barra do Bugres serão beneficiadas. Já em Porto Estrela, 62 cartões serão entregues, e, em Nova Olímpia, 110 cartões. Na sexta-feira, as entregas do cartão Pró-família finalizam em Tangará da Serra, cidade sede da Caravana da Transformação. 

Com essas entregas, o Governo do Estado atinge a marca de 6.120 famílias beneficiadas com o cartão Pró-família. Somente na Região Sudoeste, mais de 1,4 mil famílias serão atendidas pelo programa, que, além da transferência de renda de R$100, garante o apoio multidisciplinar e preferência nos cursos de qualificação e vagas de emprego.

Fabíola Tormes - Redação DS