Mais uma edição do Rebanhão é realizada em Tangará

A Renovação Carismática Católica (RCC) de Tangará da Serra realizou no final de semana a edição do Rebanhão 2014. O evento, que aconteceu no salão paroquial da Igreja Matriz, teve início no sábado e encerrou-se no domingo com a missa.

Superando as expectativas da organização, aproximadamente quatro mil pessoas de toda a região prestigiaram os dois dias de evento. “Um público realmente muito grande, superando as nossas expectativas devido até mesmo ao clima. O povo acolheu o chamado e compareceu”, afirmou Leandro Araújo, coordenador do Rebanhão 2014.

Além de missas, o evento contou novamente, com a participação da missionária e pregadora, Vera Casagrande da Comunidade Sagrada Família no Paraná, muito conhecida no meio religioso por ministrar palestras e conduzir momentos de oração, cura e libertação em eventos por todo o Brasil.

O Ministério Nova Canção foi responsável pela animação do público com canções de reflexão e louvor. Na noite de sábado (20), após a missa, a adoração e louvor para a juventude ficou por conta do Ministério Missão Maior.

Segundo Leandro, o Rebanhão tem a função de permitir que as pessoas tenham um encontro mais profundo com Deus e depois encaminhá-las a participar de outros eventos da paróquia. “A grande importância é levar o povo a conhecer Deus, é uma oportunidade diferente onde reúne pessoas que têm e que não têm uma convivência dentro da Igreja, ou mesmo por curiosidade, vão ao encontro com Deus e dessa forma começam a se engajar nos movimentos e pastorais que a paróquia oferece”, disse.

Leandro deixa ainda um convite a toda a população para participar das próximas edições. “As pessoas que não conhecem se preparem para o ano que vem. Faço o convite às pessoas que participaram do Rebanhão 2014 a participarem também dos grupos de oração da Renovação Carismática Católica e se preparem porque ano que vem terá muito mais”, encerrou.

Fonte: Redação Pioneira

Semana Farroupilha é encerrada com grande sucesso em Tangará

Quem passou pelo Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Aliança da Serra durante a Semana Farroupilha teve a oportunidade de prestigiar uma vasta programação preparada com muito carinho para população de Tangará da Serra.

Em sua XXVI edição o evento que teve aberta na última quarta-feira, 17, com acendimento da Chama Crioula e celebração da Missa Crioula foi marcado pelo tradicional Café de Chaleira, torneios de Bocha e Bolão, Grenal jantares , fandango e apresentações das Invernadas Artísticas. A animação ficou por conta do Grupo Herança de Gaiteiro.

No encerramento ocorrido neste domingo foi servido o tradicional e requisitado Costelão acompanhado de arroz, salada, maionese, mandioca e cuca. Houve ainda apresentações das Invernadas Artísticas [infantil e veterano] e fechando com chave de ouro a ‘Domingueira’ com o Grupo Herança de Gaiteiro.

Para o patrão do CTG Aliança da Serra, Jackson Storck todas as expectativas foram novamente superadas em mais uma edição da Semana Farroupilha. “O que nos deixa muito felizes. A diretoria e todo o CTG se empenhou ao máximo para que essa grande festa acontecesse e graças a Deus transcorreu dentro do esperado”, comentou o patrão aproveitando para agradecer ao apoio dos patrocinadores e colaboradores. “Se não fosse eles, não teríamos êxito e a Semana Farroupilha não seria esse grande sucesso”, concluiu.

Fonte: Redação RP

Piloto de avião que caiu e matou empresário morre após duas semanas na UTI

O piloto Reginaldo Souza Oliveira, 31 anos, morreu na manhã deste domingo (21). Gauchinho, como era conhecido, pilotava a aeronave que caiu no último dia 07 de setembro, em Tangará da Serra e vitimou o empresário Sérgio Varnier, 54 anos, dono de fazendas e de uma academia na cidade.

Reginaldo estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o dia do acidente. Porém, na manhã deste domingo acabou não resistindo e morreu. O corpo já foi levado ao IML de Tangará da Serra e logo deverá ser liberado para ser velado na Capela Santa Cruz localizada em frente ao Cemitério Jardim da Paz. O sepultamento do corpo aconteceu no ultimo domingo.

Gauchinho pilotava uma aeronave de pequeno porte que teria saído de Sapezal e se preparava para pousar em um aeroporto particular localizado nas proximidades de Tangará da Serra quando perdeu sustentação. Após a queda, os funcionários do aeroporto socorreram o piloto e o filho do empresário que também estava na aeronave, porém, Sérgio ficou preso entre as ferragens até ser consumido pelo fogo.

O filho do empresário não sofreu ferimentos graves e passa bem até o momento. O caso segue sendo investigado pela polícia. Na ocasião, uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa-6), órgão ligado à Força Aérea Brasileira (FAB), foi até o local para determinar as causas da queda.

Fonte: Wesley Santiago - Redação Olhar Direto